Se destaque no ramo do Direito · 09/12/2020 - 18h49 | Última atualização em 09/12/2020 - 19h14

Marketing para escritórios de advocacia: dicas essenciais


Compartilhar Tweet 1



Atualmente, é necessário entender como fazer Marketing para escritórios de advocacia se você quer ter sucesso no Direito. Isso porque a concorrência é alta (existe 1 advogado para cada 190 cidadãos) e é difícil ter sucesso em um segmento tão concorrido assim. O pior é que a perspectiva é de aumento nessa concorrência, uma vez que o número de advogados deve chegar a 2 milhões em 2023.

 

Tendo isso em mente, é essencial dominar as ferramentas de marketing para escritórios de advocacia de modo a poder se destacar no mercado e ter um pouco de vantagem em relação a outros profissionais da área. Isso permitiria alcançar um número de clientes maior e ter um fluxo de casos mais estável, permitindo que o seu escritório possa crescer e se desenvolver.

Quer saber como trabalhar com o marketing para escritórios de advocacia? Então confira as nossas dicas a seguir!

Entenda o que pode ser feito no marketing para escritórios de advocacia

O primeiro ponto para poder trabalhar com o marketing para escritórios de advocacia é entender o que é permitido e o que é proibido pelo Código de Ética da OAB.

Essas orientações servem para garantir um limite ético aceitável dentro do Sistema Judiciário. Afinal, os elementos motivacionais da atuação profissional da advocacia não são os mesmos incentivos pelo sistema capitalista em um segmento normal.

Por exemplo, uma empresa que produz ração para animais quer ter lucro. Portanto, seu principal motivador é esse. Ela tomará todas as ações para aumentar sua margem de lucro e vender mais, sempre respeitando as leis determinadas para o setor.

No entanto, um escritório de advocacia serve para facilitar o acesso das pessoas à Justiça. É claro que o escritório precisa ter lucro para manter a sua posição, mas o seu objetivo central é ajudar a população a ter Justiça. Por isso que existe o modo de trabalho pro bono, em que o advogado não cobra nada.

Portanto, sempre siga as regras do Código de Ética da OAB para poder divulgar o seu escritório, mas sem passar os limites éticos.

Explore o Marketing de Conteúdo a seu favor

A melhor forma de Marketing para escritórios de advocacia é o Marketing de Conteúdo. Em poucas palavras, esse nicho da publicidade consiste na produção de conteúdo de valor, como artigos, vídeos, infográficos e ebooks, para atrair o público e construir autoridade perante o mercado.

Na área do Direito, esse tipo de marketing funciona muito bem porque o público está repleto de dúvidas e vai ao Google para solucioná-las. Assim, basta produzir bom conteúdo para começar a angariar potenciais clientes por meio dessa ferramenta.

Quem faz isso muito bem é o escritório de advocacia Maria Pessoa, especializado em Direito Desportivo. O blog do escritório conta com artigos úteis, que explicam detalhes desse segmento ao leitor.

Explore diferentes mídias na produção de conteúdo

Quando for produzir conteúdo, é importante que você o faça em formato de texto, que é mais facilmente indexado pelo Google e aumentará a sua exposição. No entanto, é importante também que você explore novas mídias para aumentar o engajamento e ganhar maior projeção.

Por exemplo, suponha que você fará um artigo sobre Habeas Corpus. Monte também um infográfico simples, com as principais dúvidas sobre o assunto. Depois, divulgue o infográfico nas redes sociais (onde ele gera mais engajamento) com um link para o artigo. Isso ajudará a buscar o público das redes para o seu blog ou site.

Essas são as principais dicas de marketing para escritórios de advocacia. Deu para ver que as opções são um pouco limitadas pelo Código de Ética da OAB, mas é melhor assim do que correr o risco de profissionais pouco éticos fazerem ações descabidas e levarem o mercado para uma lógica de competição ainda mais aguerrida, que prejudicaria o funcionamento da Justiça no país.

Aprendeu como fazer marketing para escritórios de advocacia? Então deixe um comentário abaixo com a sua opinião!


Comentários