Saiba utilizar a tecnologia · 06/01/2021 - 10h44 | Última atualização em 07/01/2021 - 16h31

Marketing de relacionamento: como implementar na sua empresa


Compartilhar Tweet 1



A definição e implantação de estratégias para o crescimento de uma empresa deve ser uma pauta estudada e planejada para qualquer tipo no qual ela esteja inserida. É importante definir baseando-se em estudos que demonstrarão qual o melhor método a ser aplicado a fim de gerar o melhor resultado.

 

Um desses estudos, envolve o planejamento semanal, em alguns casos, diários, pois o marketing necessita estar constantemente baseando-se em resultados, atualidades, eventos, produtos e serviços atualizados, promoções e entre outros, para que então seja criada a melhor estratégia, publicidade, trocadilho, post, promoções, descontos e mais categorias disponíveis para a atração do público.

 

Entretanto, o planejamento não deve ser fixo e os profissionais devem estar sempre atentos e disponíveis para alterar a programação de acordo com eventos externos, o denominado Marketing Sazonal. 

 

O Marketing Sazonal possui como definição o marketing baseado em eventos, acontecimentos externos e épocas do ano, no qual as mudanças do planejamento de marketing devem ser feitas a fim de basear e focar nesses acontecimentos, como uma estratégia de lucrar e aumentar os resultados, sempre identificando uma oportunidade de se conectar com os consumidores. 

 

Neste artigo iremos enfatizar estratégias de Marketing de Relacionamentos aplicadas a eventos da atualidade, como por exemplo a atual pandemia de Coronavírus (COVID-19), que no qual países estão sofrendo por grande vulnerabilidade e facilidade de contágio do vírus e a atual aplicação de medidas de evitar a contaminação.

 

O que é Marketing de Relacionamento?

Como já foi dito anteriormente, a aplicação do marketing pode ser realizada de inúmeros métodos diferentes e baseando-se em estratégias que terão como finalidade o maior número de resultados possível. Uma dessas maneiras é aplicar segmentos do marketing para atrair as pessoas que estão inseridas nesse contexto, e que serão alvos. 

 

O Marketing de Relacionamento é um segmento do marketing que visa criar relacionamentos com seus clientes, a fim de desenvolver laços profundos e integrar o cliente à empresa, como basicamente um relacionamento pessoal. 

  

São ações e atuações da empresa com o cliente que tem como finalidade desenvolver uma relação de proximidade, sempre com o ideal de criar uma fidelidade do consumidor para a marca ou empresa. 

 

Para que seja desenvolvido esse relacionamento, a empresa deve visar a proximidade primeiramente com clientes que estão constantemente optando por serviços e produtos da marca, basicamente como um “fã” da empresa. 

 

Com esse mínimo de conexão, já há uma base para então criar estratégias para despertar esse sentimento de união, e desde a primeira compra, o atendimento deve ser realizado de maneira a conquistar e sensibilizar o cliente. 

 

O contato pode ser feito principalmente através de redes sociais e mídias virtuais no geral, pois atualmente, é o método mais acessível e eficaz para criar uma interação com o público. Conheça o tutorial de como colocar mensagem automática no whatsapp.

 

Qual a vantagem em aplicar o Marketing de Relacionamento? 

A principal vantagem desse método é criar uma fidelidade com os clientes, ou seja, através do marketing de relacionamento, a proximidade é desenvolvida e a conexão cria “defensores” para a sua marca. 

 

Esses defensores serão os clientes fiéis que terão como prioridade no momento de escolha de compra e obtenção, a sua marca, e consequentemente, irão propagar todos os benefícios e vantagens que sua empresa possui para outros clientes. É uma defesa “gratuita”, de aumentar o alcance e a popularidade da sua empresa. 

 

Como implementar o Marketing de Resultado? 

Como já foi dito anteriormente, a implementação começa pela obtenção de dados, através dos dados demográficos e históricos, pois com o acesso à informação, a métrica para desenvolver uma estratégia pode ser realizada.

 

Saber exatamente o que o consumidor costuma procurar, comprar, quando compra, a maneira de pagamento, o intervalo de compra, e demais dados (principalmente quando o mesmo retorna para outra compra) são fatores essenciais para garantir a aproximação certeira. 

 

A partir daí, preparar a estratégia exata para aquele consumidor, de forma personalizada. Algumas dicas básicas de como desenvolver essa estratégia é:

 

  • iniciar por um email personalizado, enfatizando a gratidão pela compra, e sucessivamente;
  • aproveitar eventos como aniversário, datas comemorativas, feriados;
  • desenvolver cupons de desconto após uma compra de muita procura, bônus, brinde;
  • oferecer conteúdos que transmitem sentimentos como a construção e da marca se dá graças a ação daquele cliente e como ele é importante para a marca, entre outros. 

 

É interessante também trabalhar questionários de satisfação e sempre ressaltar como a opinião e papel daquele cliente é relevante. 

 

Como implementar o Marketing de Relacionamento com eventos da atualidade? 

A aplicação de eventos da atualidade em estratégias de Marketing de Relacionamento, é um método de criar uma relação empática e de proximidade com os clientes. Com isso, os clientes sentem que a marca possui uma sensibilidade e empatia com os acontecimentos, e que estarão lá para oferecer apoio. 

 

Um desses “eventos” da atualidade, podem incluir qualquer tipo de acontecimento, desde positivos até uma pandemia. Aproximadamente desde o mês de dezembro de 2019 (mas já conhecido desde meados dos anos 60), o Coronavírus (COVID-19), um vírus que causa infecções respiratórias, foi descoberto na cidade de Wuhan, capital da província de Hubei, na China continental. 

 

E desde os primeiros casos, a contaminação, que é feita através de mínimo contato humano (através de saliva, secreção, entre outros), tornou-se incontrolável para a população. 

 

O mundo, com as constantes movimentações das pessoas, sofreu com a fácil propagação da doença, países como China, Itália, Espanha, Estados 

Unidos, e atualmente também o Brasil, sofrem com casos de contaminação e 

mortes descontroladas espalhadas pelo país. 

 

Métodos rígidos de prevenção foram implantados para o controle de transmissão, como o de “abandonar” as ruas, aglomerações, espaços fechados, para se “fechar” em casa. Empresas de serviços secundários aplicaram o método de trabalho “Home Office” para evitar contato entre os funcionários e consequentemente, a propagação. 

 

Mas, qual a relação do Marketing de Relacionamento com a pandemia Coronavírus? É simples, o momento é de muita fragilidade, vulnerabilidade e as  pessoas estão desesperadas com a preocupação do próprio contágio e ansiosas de como serão as próximas semanas e até meses, então, é um momento de que qualquer orientação, apoio e até distrações podem ser úteis e vistas como um auxílio. 

 

É nesse momento que as empresas devem agir e criar conteúdos voltados para essa população que sofre “presa” em casa, ou mesmo vulneráveis à doença. Demonstrar atenção, dicas, orientações, mostrar o lado “humano” e até dispensar seus funcionários como prevenção. 

 

Muitas marcas e empresas estão desenvolvendo conteúdos para distrações, ou mesmo aplicando descontos em filmes, livros, jogos, plataformas digitais, e demais meios de lazer. As redes sociais são aliadas das empresas e dos clientes, pois é um canal de comunicação que conecta e principalmente, é acessível nesse momento de crise. 

 

As empresas devem se posicionar como um apoio às pessoas, tranquilizando nesse momento e garantindo assistência emocional e financeira (com descontos, boletos adiados, promoções, entre outros). Caso você tenha dificuldade, procure uma agência de publicidade para te ajudar a inovar no que você precisar para atingir seu público.

 

Demonstrando que as empresas possuem empatia e são humanizadas, que seus clientes são partes fundamentais da empresa e devem ser respeitados, apoiados, e cuidados nesse momento de crise. Não é uma maneira de se aproveitar, mas sim de demonstrar empatia, mesmo que de uma empresa aos seus consumidores. 


Comentários