Petista foi citado em reunião · 22/05/2020 - 21h10

Wellington afirma que declaração de Damares é "lamentável" e explica decreto


Compartilhar Tweet 1



Na noite desta sexta-feira (22/05), o governador Wellington Dias (PT) respondeu a ministra Damares Alves, da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que fez crítica a decreto assinado pelo petista durante reunião ministerial realizada no dia 22 de abril, exposta após decisão do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, em processo que investiga denuncia sobre suposta interferência de Jair Bolsonaro na Polícia Federal.

Na gravação, Damares fala em mandar prender governadores e prefeitos ao falar em "abusos" que estariam sendo cometidos com a adoção de certas medidas no combate ao coronavírus.

E cita decreto assinado por W.Dias, que liberava o acesso de forças policiais a residências

Sobre as críticas, o governador afirmou que é "lamentável a declaração da ministra" e que Damares sempre foi tratada com respeito no Piauí. "Eu entrego a Deus para que cuide dela".

Em relação ao decreto, ele explica que a norma foi editada com base na Lei Federal 13.979/2020. "Mandaram uma minuta e eu assinei de boa fé. A OAB nos alertou e imediatamente fiz a alteração. No Piauí, a área da segurança só entra numa casa para salvar vidas", justificou.


Comentários