Quarto mandato difícil · 06/10/2018 - 17h34 | Última atualização em 06/10/2018 - 21h23

Se reeleito, W.Dias terá rival como elo do Piauí em eventual gestão de Bolsonaro


Compartilhar Tweet 1



Se considerarmos a possibilidade de que Wellington Dias (PT) ganhe mais uma vez a eleição no primeiro turno - como apontam as recentes pesquisas - e as chances reais de que Jair Bolsonaro (PSL) chegue à presidência da República, um quarto mandato do governador petista no Piauí se tornaria um verdadeiro calvário.

A começar que o PT sairia ainda mais fragilizado das urnas com uma derrota, em tese, de Fernando Haddad. Sem contar que W.Dias perderia todo e qualquer elo com um novo governo de direita. Até mesmo Ciro Nogueira, do maleável PP, teria trabalho para se alinhar com um governo de Bolsonaro, que já integrou o time ‘progressistas’, mas pediu desfiliação com muitas arestas a serem acertadas.

E tão relevante quanto, é preciso atentar que a representação bolsonariana no Piauí ficaria sob o regime de Fábio Sérvio, publicitário e dono do Jornal Diário do Povo, um dos maiores impressos do estado, que hoje é candidato a governador pelo PSL de Jair.

Sérvio seria no Piauí a face de um eventual governo de Jair Bolsonaro
Sérvio seria no Piauí a face de um eventual governo de Jair Bolsonaro 

Pois é justamente o publicitário quem tem feito a mais dura oposição a Wellington nesta campanha. Não em termos quantitativos, já que eleitoralmente a briga está entre o petista e Dr. Pessoa, do Solidariedade.

Mas o tino jornalístico de Fábio lhe dá vantagens com um discurso organizado, embasado, e que por muitas vezes fez W.Dias escorregar diante das câmeras em questões bobas, como quando esqueceu o nome de uma das suas secretárias.

Considere que Dias e Sérvio eram adversários antes mesmo da campanha. E quando o Diário do Povo trouxe uma reportagem especial sobre o suposto envolvimento do governador com questões trazidas pelos delatores da JBS, então a rixa tomou forma. Wellington processou o publicitário e os dois ficaram frente à frente em audiência na justiça, na qual Sérvio não quis acordo.

Registro feito há um ano, em audiência do processo de Wellington contra Fábio Sérvio
Registro feito há um ano, em audiência do processo de Wellington contra Fábio Sérvio    Crédito: Marcos Melo | PoliticaDinamica.com

A poucas horas da definição nas urnas, a mídia nacional alardeia que a própria cúpula petista teme uma vitória de Bolsonaro já neste domingo. Do lado de cá, a equipe de Dias torce para que a diferença expressa nas pesquisas de intenção de voto se reflita nas urnas.

Se amanhã, ao fim do dia, forem estas as cartas na mesa, os novos problemas de W.Dias estarão só começando para ter de evitar governar em meio ao caos.

Comentários