Aliança Pelo Brasil · 14/11/2019 - 10h01 | Última atualização em 14/11/2019 - 10h06

Rubenita troca o PSL pelo novo partido de Bolsonaro e pode presidir sigla no Piauí


Compartilhar Tweet 1



A advogada Rubenita Lessa admitiu, em entrevista à TV Cidade Verde, que pode presidir, no Piauí, o novo partido do presidente Jair Bolsonaro, Aliança Pelo Brasil. 

Já nesta quinta-feira (14), ela irá formalizar seu pedido de desfiliação ao PSL, e aguardará até a próxima semana, quando haverá a primeira convenção do novo partido, para saber como ficará o comando do Aliança no estado.

    Foto: Reprodução/TV Cidade Verde

"Partido político é um ajuntamento de pessoas, de interesses, e a gente permanece juntos enquanto podemos andar juntos", avalia.

Mesmo reconhecendo os atritos dentro do PSL, a nível nacional, Rubenita diz que nunca teve problemas com os demais membros do diretório no Piauí. A advogada era, até então, cotada para disputar a prefeitura de Teresina pela legenda. No novo partido, não tem ainda a certeza se irá entrar na disputa.

“Como vamos partir do zero, o presidente Bolsonaro e sua equipe ainda vão analisar em que cidades serão apresentadas candidaturas a prefeitos, e em que cidades terão apenas chapas a vereador”, explica. 

Mais dissidentes

Além de Rubenita, outros filiados ao PSL devem migrar para o Aliança. “Algumas pessoas já me procuraram, mas eu não vou revelar nomes”, disse na TV.


Comentários