'Foi uma brincadeira', diz ele · 14/04/2018 - 08h05 | Última atualização em 14/04/2018 - 08h23

Raquel Dodge denuncia Bolsonaro ao STF por suposta prática de racismo


Compartilhar Tweet 1



A Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge denunciou o pré-candidato a presidência da República, deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) por suposta prática de racismo.

    Foto:Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados

As ofensas contra quilombolas, indígenas, refugiados, mulheres e LGBTs, segundo a PGR - referente a episódio ocorrido em abril de 2017, com base em falas do discurso de Bolsonaro em um evento - se caracterizam como "ilícita, inaceitável e severamente reprovável".

O pedido da PGR é que o deputado seja condenado ao pagamento de R$ 400 mil por danos morais coletivos, e ainda a condenação por racismo, que prevê pena de reclusão de um a três anos.

Ao site Uol, o deputado disse que o episódio foi uma brincadeira e que vai esperar a decisão do Supremo sobre a denúncia.

Comentários