Eleições Municipais 2020 · 14/10/2020 - 14h26 | Última atualização em 14/10/2020 - 14h35

MP Eleitoral opina pela impugnação da candidatura de Tonho Veríssismo, em Juazeiro do Piauí


Compartilhar Tweet 1



Em ação movida pela Coligação “Unidos Por Juazeiro”, o Ministério Público Eleitoral se manifestou pela impugnação da candidatura de Tonho Veríssimo, candidato a prefeito de Juazeiro do Piauí pelo Partido dos Trabalhadores.

A coligação encabeçada pelo atual prefeito Zevaldo (PSD), sustenta que o candidato petista foi condenado em sentença criminal transitado em julgado em razão da prática do crime previsto no art. 183 da Lei 9.472/97 (desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação). E, conforme consulta feita ao Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, é aplicável inelegibilidade prevista na Lei Complementar nº 64/90.

Ao centro da foto, o candidato Tonho Veríssimo, do PT
Ao centro da foto, o candidato Tonho Veríssimo, do PT    Foto: Arquivo/180graus

“Desta feita, deve a presente ação de impugnação de registro de candidatura ser julgada procedente visto que o crime pelo qual o impugnado fora condenado se encontra dentre aqueles arrolados na lei das inelegibilidades, uma vez que o crime de desenvolvimento clandestino de atividades de telecomunicação configura crime contra a Administração Pública”, diz o parecer assinado pelo promotor Ricardo Lúcio Freire Trigueiro.


Comentários