"Não falei nada demais" · 10/07/2018 - 15h59 | Última atualização em 10/07/2018 - 16h34

João de Deus avalia que não disse "nada demais" em áudio exposto por Robert


Compartilhar Tweet 1



O deputado João de Deus que ontem, procurado pelo 180 não se manifestou sobre áudio divulgado por Robert Rios, no Plenário da Alepi, concedeu nesta terça-feira (10/07) entrevista ao Jornal do Piauí, na TV Cidade Verde, para se defender após a polêmica gerada diante do conteúdo da gravação vazada.

Alegando que não falou nada demais no áudio, segundo ele enviado a um grupo restrito no WhatsApp, João de Deus garante que não cometeu nenhum crime eleitoral, pois apenas discutia um resultado de pesquisa com sua equipe.

"É natural que eu seja mais cobrado em José de Freitas por ser minha cidade natal. Eu tenho procurado levar muitas ações para o meu município, então é claro que isso vai gerar mais visibilidade, o que é comum na política".

Ao comentar a reação da deputada Flora Izabel, citada no áudio, João de Deus diz que não a acusou de irregularidade, na relação com a secretária Fatima Lima, de José de Freitas, citada no áudio.

"Acho que a deputada Flora, ela não.. Eu nem conversei com ela ainda. Acho que ela não fez uma leitura correta do que representou e o contexto daquele áudio", explica.

 

Comentários