Referência dispensada · 09/01/2019 - 15h23 | Última atualização em 09/01/2019 - 20h27

Governo Bolsonaro altera edital e libera publicidade e até erros em livros didáticos


Compartilhar Tweet 1



A equipe do ministro Ricardo Vélez-Rodrigues, da Educação, alterou o edital que norteia a aquisição de livros didáticos que serão entregues em 2020.

Segundo O Estado de S.Paulo, foi retirado do edital o item que dizia que a obra deveria estar "isenta de erros de revisão e/ou impressão". Material com erros em mais de 10% das páginas deveriam ser rejeitados.

As mudanças abrem espaço para conteúdos não baseados em pesquisas, já que a exigência de referências bibliográficas foi dispensada, não sendo necessária a citação da origem do conteúdo.

Do edital também foi excluído o item que mencionava que as obras não poderiam ter "publicidade, de marcas, produtos ou serviços comerciais". Retirada ainda a exigência de que as ilustração retratem "adequadamente a diversidade étnica da população brasileira, a pluralidade social e a cultura do país".

Leia a reportagem completa em Estadão.


Comentários