Tecnologia e trabalho remoto · 12/01/2019 - 16h37

Focado em melhorar produtividade no TJ/PI, presidente cita boas experiências com teletrabalho


Compartilhar Tweet 1



O desembargador Sebastião Ribeiro Martins diz que vê no teletrabalho uma opção para aumentar a produtividade do Tribunal de Justiça. Meio viável para melhorar o atendimento do judiciário no Piauí, que já funciona em dois turnos, mas ainda enfrenta problemas pela quantidade insuficiente de servidores.

Em entrevista, concedida na última quinta-feira (10) em solenidade na OAB/PI, lembrou que vários tribunais do país já usam da tecnologia e do trabalho remoto com resultados satisfatórios.

— Estamos falando hoje de teletrabalho, do uso da tecnologia. Muitos servidores de vários tribunais do país trabalham em casa e produzem muito mais. Nós temos que pensar na produtividade — diz o presidente do TJ-PI.

Martins lembra ainda que, com a implantação do Processo Eletrônico, “talvez não tenhamos necessidade de tantos servidores assim”.

Reafirmou as medidas austeras tomadas já neste início de gestão e confirma que, nestes três primeiros meses de 2019, nenhum servidor ou juiz será convocado. Um dos seus primeiros atos foi justamente suspender as gratificações por condição especial de trabalho para que esses benefícios possam ser revisados e mensurados.


Comentários