FMS ouviu servidores · 24/06/2020 - 15h20 | Última atualização em 24/06/2020 - 16h20

Com denúncia encaminhada à Câmara, Dr. Lázaro nega "carteirada" em UBS


Compartilhar Tweet 1



Foi encaminhada à Mesa Diretora da Câmara de Vereadores a denúncia feita pela Fundação Municipal de Saúde contra o vereador Dr. Lázaro, com base em depoimentos de servidores, questionando a abordagem do parlamentar em visitas a Unidades Básicas de Saúde de Teresina, sob a alegação de fiscalizar o atendimento aos pacientes infectados ou com suspeita de Covid-19, bem como as condições de funcionamento das unidades.

Durante a sessão virtual da Câmara desta quarta-feira (24/06), o vereador comentou as denuncias - também encaminhadas ao Ministério Público e à Polícia - e negou que tenha dado "carteirada" para entrar nos locais.

Alegou que as acusações foram feitas por alguém que "não estava presente" na unidade por ele visitada. "Quero colocar pros colegas, eles não tem obrigação de acreditar no meu depoimento, mas eu não tive nenhum problema em nenhuma unidade básica de saúde", disse.

"Não tenho razão nenhuma para tratar, nem para ser destratado. De maneira nenhuma. Então, eu realmente começo a acreditar que foi uma armadilha, é uma armadinha", alegou Dr. Lázaro, sustentando que não há ilegalidade nenhuma no fato de um parlamentar visitar uma UBS.

Manifestou ainda pedido à Câmara para que haja uma manifestação, de forma enérgica, em defesa da sua autonomia como vereador.

Alterada às 16h19 para correção


Comentários