Pretensões para 2020 e 2022 · 20/12/2019 - 21h23 | Última atualização em 20/12/2019 - 22h05

Ciro lança caravana para percorrer municípios do Piauí: "Quero morar no interior"


Compartilhar Tweet 1



O Progressistas reuniu na tarde desta sexta-feira (20/12), no Jockey Clube de Teresina, localizado às margens da PI-113, parlamentares, prefeitos, lideranças e apoiadores, em evento para o lançamento oficial da “Caravana do Trabalho”, que em 2020 irá percorrer os municípios piauienses destacando as ações do partido no estado. 

    Foto: Apoliana Oliveira/180graus

Antes de 2022, foco total em 2020

Politicamente, a investida de Ciro Nogueira também mira processo eleitoral de 2022, quando o Progressistas irá lançar candidato para a sucessão no Palácio de Karnak, tendo o senador como principal pré-candidato dentre os quadros progressistas. Para isso, admite Ciro, o primeiro passo é consolidar o partido como a maior força política do Piauí.

    Foto: Fábio Carvalho/180graus

“A nossa força está nos municípios. Acho que temos como ter uma vitória fantástica se as pessoas souberem tudo que nós fizemos nestes municípios e o que nós pretendemos fazer. E para isso precisamos estar presentes. Quero percorrer, morar no interior do estado do Piauí, para que as lideranças possam ter apoio do seu senador, do líder do partido nas suas campanhas", diz o senador sobre as pretensões da caravana, que começa a percorrer os municípios em fevereiro. Ação que será intensificada a partir de junho, quando Ciro irá se licenciar do mandato no senado.

Ciro pré-candidato

Sobre o “sonho palaciano”, Ciro admite que se hoje houvesse eleição para governador, ele seria o candidato natural do partido. Mas pondera que é preciso aguardar os próximos anos, a fim de garantir que o nome a ser lançado nesta empreitada será o melhor para o momento. 

    Foto: Apoliana Oliveira/180graus

"Se a eleição fosse hoje, eu seria o candidato, mas tem muito tempo, são três anos. Eu tenho a expectativa de o prefeito Firmino [Filho] vir para o partido ser o candidato a governador. Temos a deputada Iracema, a deputada Margarete, o deputado Átila, diversos prefeitos representativos. Então, nós vamos entrar com o time que for melhor na época da eleição. Meu nome está à disposição do partido, mas é uma definição que nós vamos ter no ano de 2022", explica.

“Obras, verba e trabalho”

E para manter a força da legenda no interior, Ciro aposta no trio “obras, verba e trabalho”, se colocando como “o homem público que mais trouxe verbas na história desse estado”. “Esse ano vou até superar o ano passado, e olhe que muita gente dizia que eu não teria prestígio neste governo. Dia 26 já estou em Brasília, vou ficar até o dia 31 trabalhando por empenhos. É o maior volume de investimento da nossa história recente. Piauí tem ganho muito com isso, principalmente em um momento de grande dificuldade do governo do estado", completa o senador, citando lutas recentes como a defesa dos trabalhadores rurais durante a discussão sobre a reforma da Previdência, e agora a luta para garantir o 13º salário aos beneficiários do BPC, e para tornar 13º do Bolsa Família uma política permanente.

    Foto: Fábio Carvalho/180graus

A deputada federal Iracema Portella também aposta no crescimento da força progressista no Piauí. “É um dos maiores partidos do Brasil. É quase que impossível um presidente da República governar o país e não contar com o partido. A tendência é que cada vez mais o nosso prestígio seja mantido, e que tudo isso cresça, tanto a nível de estado como a nível federal, através dos nossos senadores, nossos deputados, além de indicações importantes a nível de governo federal", diz sobre o partido que recentemente assumiu no Congresso sua posição no “centrão”, afastando-se da polarização entre direita e esquerda.

Crescimento em 2020

Presidente do Progressistas no Piauí, o deputado estadual Júlio Arcoverde projeta o crescimento do partido no próximo ano, ainda antes das eleições. “Nós temos uma previsão de que em março, quando a janela de vereadores abrir, a gente sairá de 250 vereadores para 500. E eleger muito mais na eleição de 2020”, explica. E, dentro deste processo, a caravana nasceu, ele diz, “para que a gente possa ter um trabalho de poder manter ou aumentar essa quantidade [de filiados]”.

    Foto: Apoliana Oliveira/180graus

Trabalho esse nos municípios que, para Júlio, credencia Ciro Nogueira como pré-candidato a governador. “Acho que quem pode falar mais são os municípios, os prefeitos, as lideranças. Que sabem que neste momento de crise que o país passou, e vem passando, o Ciro se dedicou muito aos municípios. É o senador mais municipalista do estado. O nome dele como referência para ser candidato é uma referência da classe política pelo que ele fez nos últimos três anos pelo estado do Piauí, angariando recursos para os 224 municípios”. 

Progressistas na base, mas de olho na sucessão

Como líder da bancada progressistas na Assembleia, e chefe do partido no estado, Júlio admite que será preciso maturidade para encarar o processo eleitoral nos municípios sem deixar sequelas, considerando que - oficialmente - o partido ainda integra a base do governo do estado. “Temos que ter a maturidade política e experiência para saber diferenciar a questão municipal da questão estadual. Acredito que nós Progressistas já temos essa maturidade, e vamos esperar que os outros partidos da base também tenham essa postura”, pontua.

    Foto: Apoliana Oliveira/180graus
    Foto: Fábio Carvalho/180graus
    Foto: Fábio Carvalho/180graus
    Foto: Apoliana Oliveira/180graus
    Foto: Apoliana Oliveira/180graus
Zonal Teresina: Lideranças do Grande Dirceu presentes na confraternização do Progressistas
Zonal Teresina: Lideranças da Zona Sudeste presentes na confraternização do Progressistas    Foto: Apoliana Oliveira/180graus
    Foto: Apoliana Oliveira/180graus
    Foto: Apoliana Oliveira/180graus
    Foto: Apoliana Oliveira/180graus

 


Comentários