Pré-candidato em Teresina · 13/08/2019 - 08h35 | Última atualização em 13/08/2019 - 09h22

Após pressão na campanha de 2018, Dr. Pessoa comemora: "Bem acompanhado"


Compartilhar Tweet 1



“De só, agora estou andando em grupo e bem acompanhado”.

Foi a comparação feita por Dr. Pessoa da sua pré-candidatura a prefeito de Teresina, com a campanha que fez em 2018 para governo do Piauí. Diferente da última empreitada política, quando precisou mudar os planos de concorrer ao Senado, o médico afirma que está feliz, e que não vem sofrendo pressão nenhuma.

Na foto, a dupla Themístocles Filho e Jeová Alencar, que tem bancado - politicamente - a pré-campanha de Dr. Pessoa, e Robert Rios, cotado para vice do médico
Na foto, a dupla Themístocles Filho e Jeová Alencar, que tem bancado - politicamente - a pré-campanha de Dr. Pessoa, e Robert Rios, cotado para vice do médico 

“Na campanha de senador, quem mudou meus planos foi o próprio presidente do meu partido, um tal de Paulinho da Força, que fez pressão para que eu largasse a candidatura, porque disse que eu ia prejudicar um amigo dele. Depois me lançou a governador. Depois retirou o apoio, dizendo que eu estava coligando com o Frank Aguiar, disse que não gostava do Frank Aguiar”, lembra Dr. Pessoa.

Agora, em um partido “vultoso”, o MDB, diz sentir-se abraçado pelos líderes.

“Estou feliz, não estou sofrendo pressão nenhuma. Muito pelo contrário, estamos andando em grupo”, comemorou.


Comentários