Tinha tumor no pâncreas · 21/08/2018 - 09h01

Morre Otavio Frias, diretor de Redação da Folha de São Paulo


Compartilhar Tweet 1



Morreu nesta madrugada em São Paulo o jornalista Otavio Frias Filho, que desde 1984 era diretor de Redação da Folha de S. Paulo. Aos 61 anos, ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, e desde 2017 enfrentava um tumor no pâncreas.

O velório acontecerá em Itapecerica da Serra, logo em seguida haverá uma cerimônia de cremação, às 13h.

Frias atuou em momentos importantes, como quando o jornal encampou o movimento das "Diretas Já". Ajudou ainda a implementar a figura do Ombudsman nas redações brasileiras, a partir de 1989. Também foi o responsável pela criação do Manual de Redação da Folha.

Nas redes sociais, são muitas as homenagens de colegas e políticos ao jornalista.






 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Um vídeo (assista abaixo) postado por Alcione, na noite desta segunda-feira (20/08), mostra a cantora em um momento de descontração ao lado de Cármen Lúcia, Raquel Dodge e Grace Mendonça.

Puxado pela artista maranhense, o grupo canta "Não deixe o samba morrer".

Na legenda da publicação, feita no Instagram, Alcione diz que "não tem como medir o prazer de estar na companhia dessas mulheres incríveis!".

A cantora esteve hoje em Brasília participando do seminário Ela por Elas, realizado pelo Conselho Nacional de Justiça.

Além da presidente do Supremo, da procuradora-geral da República, e da advogada-geral da União, aparece ainda no vídeo a ministra Laurita Vaz, presidente do Superior Tribunal de Justiça.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Ministério Público Federal se manifestou, na segunda instância, considerando como precipitada a recomendação do comitê de Direitos Humanos da ONU, para que seja garantido ao ex-presidente Lula o direito de disputar as eleições.

Condenado no processo do tríplex, Lula está, em tese, inelegível, mas aguarda a análise do seu pedido de registro de candidatura.

Na manifestação, o procurador regional Mauricio Gotardo Gerum argumenta que não é a prisão que o impede de concorrer, e sim uma "condenação criminal confirmada em segundo grau".

Em outro trecho, diz que a recomendação é precipitada e, por isso, inexequível.

Comentar
Educação em greve no Piauí · 20/08/2018 - 14h38 | Última atualização em 20/08/2018 - 15h07

Seduc-PI garante que contracheques de agosto dos professores virão com reajuste de 6,81%


Compartilhar Tweet 1



Nesta segunda-feira (20/08), o secretário de Educação do Piauí, Helder Jacobina, informou que o estado vai cumprir a determinação do Tribunal de Justiça, e implementar o reajuste salarial aos servidores da educação. Segundo ele, já nesta semana os professores poderão visualizar no espelho de seus contracheques a implementação de 6,81% referentes ao mês de agosto.

"Comunicamos ao TJ o cumprimento da decisão estabelecida", afirmou em entrevista à TV Cidade Verde.

    Foto: Divulgação/Seduc

Jacobina acredita que a nova movimentação do governo possa por fim  à greve que já dura mais de 60 dias no Piauí.

Além dos professores, os funcionários da rede estadual têm direito a 3,15% de reajuste. O secretário explica que os valores retroativos serão disponibilizados aos servidores no mês de setembro.

O momento, diz, é agora de sentar com o sindicato para tratar da reposição das aulas para garantir o cumprimento integral do calendário escolar de 2018. "Temos que trabalhar para que não haja prejuízos", disse. Jacobina sinaliza ainda que a secretaria não deve descontar falta dos professores por conta da greve, que afetou em torno de 20% da rede estadual.

E explica os motivos pelos quais o governo não havia cumprido antes do reajuste. "Temos que entender as limitações do governo em relação à questão eleitoral", justificando que o período vedado acabou impedindo a implementação dos percentuais a mais no primeiro momento.

Na semana passada, o governo havia anunciado que cumpriria o acordo, mas o Sindicato dos Trabalhadores em Educação descobriu que o estado recorreu da decisão do TJ, decidindo pela manutenção da greve. O sindicato vai mais uma vez analisar a situação diante das garantias do governo, para deliberar sobre a continuidade ou não da paralisação.

Comentar
Disputa para deputado federal · 20/08/2018 - 14h19 | Última atualização em 20/08/2018 - 16h00

Vereador de Campo Maior vai substituir Rodrigo Martins em chapa


Compartilhar Tweet 1



O vereador Daniel Soares, de Campo Maior, irá assumir o lugar de Rodrigo Martins na coligação Piauí de Verdade, formada por PSDB/DEM/PSB, agora que o deputado federal desistiu de disputar a reeleição na Câmara Federal.

Assim como Rodrigo, Daniel é filiado ao PSB, e viu na candidatura uma oportunidade de representar Campo Maior.

A decisão do deputado foi anunciada no último fim de semana. Em nota, ele alegou questões pessoais. Contudo, Rodrigo não deve se distanciar da campanha, e continuará acompanhando o tio Wilson Martins, candidato ao Senado, e ainda Luciano Nunes, candidato a governador pelo PSDB.

 

Comentar
Ex-presidente está preso · 20/08/2018 - 11h21

WhatsApp | Áudio com voz fake de Lula pede voto para candidato do PT


Compartilhar Tweet 1



Lula está preso, e ainda assim gravou um áudio de apoio ao candidato Merlong Solano, do PT? Pelo menos é o que tenta passar um áudio compartilhado através do WhatsApp no último fim de semana. O "fake" é evidente, e já nos primeiros segundos é possível reconhecer que não se trata de fato da voz do ex-presidente da República.

No áudio, a voz enaltece as qualidades de Merlong, diz o número do candidato, e imita os bordões de Lula.

É um tremendo tiro no pé na estratégia petista. Afinal, como o eleitor vai acreditar que mesmo preso, o ex-presidente conseguiu gravar áudio para os candidatos do partido? E mesmo que o consiga, no futuro, quem irá acreditar se trata-se de um áudio original ou mais um fake?

Comentar
Impasse continua na educação · 15/08/2018 - 20h03 | Última atualização em 15/08/2018 - 22h04

Sinte diz que vai manter greve após saber que governo recorreu de decisão sobre reajuste


Compartilhar Tweet 1



O Sindicato dos Trabalhadores em Educação divulgou nota nesta quarta-feira (15/08), afirmando que vai manter o movimento grevista iniciado há mais de dois meses, depois de ser informado de que o governo do Estado acabou recorrendo da decisão proferida pelo desembargador Joaquim Santana, do Tribunal de Justiça, para que o estado implementasse o reajuste aos profissionais de educação.

Segundo o Sinte, o estado alegou que passa por dificuldades financeiras, e que não teria como aplicar o incremento de 6,81% aos professores e 3,15% aos demais funcionários da rede estadual.

Para o sindicato, a justificativa "não condiz com a verdade, uma vez que no decorrer de todo o processo, o governo do estado e seu secretariado foram contundentes ao (re)afirmar em todos os meios de comunicação, que o impedimento no pagamento do reajuste da categoria estava na Lei de Responsabilidade Fiscal e depois na Lei Eleitoral".

No início da semana, o governador Wellington Dias havia se manifestado, garantindo o cumprimento da decisão do Tribunal de Justiça, e que inclusive já havia autorizado a fazenda estadual a fazer a implementação dos acréscimos na folha.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



No Facebook, Wellington Dias se manifestou sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal, que beneficiou o companheiro de chapa, senador Ciro Nogueira, pelo arquivamento de denúncia no âmbito da Lava Jato.

O petista disse estar "muito feliz" e classificou a decisão como vitória da democracia. 

"Que esta decisão seja mais um exemplo de que vale a pena acreditar na presunção da inocência, como garante nossa Constituição", completa a legenda da publicação, em que aparece de mãos dadas com Ciro, e ainda com o prefeito de Curimatá, Valdecir Junior.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Ciro Nogueira disse que recebe com tranquilidade a decisão da Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal, que arquivou denúncia contra o senador, acusado pela Procuradoria Geral da República por suposto recebimento de propina da UTC Engenharia.

"Ser correto não é mais do que a obrigação de qualquer pessoa. Principalmente se a pessoa for política", disse em conversa por telefone com a TV Cidade Verde.

Na conversa, Ciro ainda elogiou a operação Lava Jato, âmbito no qual se dava a denuncia contra o senador. "Tem contribuído muito com o país. Já recuperou milhões de reais", enfatiza.

Destacou ainda que agora quer "virar a página" e tocar a sua campanha pela reeleição ao senado.

Comentar
Dissidentes da base aliada · 14/08/2018 - 17h13

Campanha de Dr. Pessoa ainda espera os insatisfeitos do MDB


Compartilhar Tweet 1



Evaldo Gomes diz que aguarda o fim do prazo dos registros de candidatura, para enfim abraçar os deputados insatisfeitos com a base governista agora na trincheira da oposição.

O deputado, que coordena a campanha de Dr. Pessoa (SD) ao governo do Estado, revela a expectativa principal pela chegada de aliadas vindos das bandas do MDB.

"Estamos aguardando, muitos deputados, principalmente do MDB", disse ao blog.

Destacou ainda que o grupo que irá aderir à campanha de Pessoa fortalecerá o deputado, reforçando principalmente o desejo de mudança da população.

Comentar
Migram para a oposição · 14/08/2018 - 15h35 | Última atualização em 14/08/2018 - 16h05

Prefeitos foram "iludidos" e colecionam ordens de serviço, avalia Evaldo Gomes


Compartilhar Tweet 1



São muitos os prefeitos da base do governador Wellington Dias (PT), que têm manifestado apoio a candidaturas de oposição. E para o deputado estadual Evaldo Gomes (PTC), que coordena a campanha de Dr. Pessoa (SD) ao governo do Estado, parte desta insatisfação dos líderes está no não atendimento das demandas para seus municípios.

“É quase uma unanimidade, todos eles dizem que têm 30, 40 papéis assinados [ordens de serviço] pelo governador, que só ficou na teoria, só ficou na assinatura, e as obras prometidas não foram para a prática. Os prefeitos foram sendo iludidos”, diz o deputado.

Ele comenta ainda que, diante das promessas de realizações, os prefeitos, de forma não intencional, acabaram gerando expectativa na população. Uma sequência de frustrações que, para Evaldo, terá reflexo na campanha para governo do Estado.

Comentar
Com votos da base e oposição · 14/08/2018 - 12h25 | Última atualização em 14/08/2018 - 17h02

Por unanimidade, Alepi derruba veto e mantém reajuste a servidores do MP


Compartilhar Tweet 1



Por unanimidade, na  sessão desta terça-feira (14/08), a Assembleia Legislativa do Piauí derrubou veto do Palácio de Karnak, mantendo reajuste para os servidores do Ministério Público, como havia sido aprovado pelos deputados estaduais.

Com a cobrança de integrantes do MP pela presença de parlamentares em plenário, todos os 16 presentes - da base e oposição ao governo - votaram rejeitando o veto, para os aplausos a cada voto não.

Votaram os deputados Dr. Pessoa (SD), Edson Ferreira (PSDB), Evaldo Gomes (PTC), Flora Izabel (PT), Limma (PT), Gessivaldo (PRB), João Mádison (MDB), Luciano Nunes (PSDB), Marden Menezes (PSDB), Nerinho (PTB), Robert Rios (DEM), Pablo Santos (MDB), Severo Eulálio (MDB), Themístocles Filho (MDB), Wilson Brandão (PP) e Santana (MDB).

Ao vetar a proposta, que modifica a remuneração de cargos efetivos, em comissão e funções de confiança do quadro de servidores do Ministério Público do Piauí, o governador Wellington Dias fez menção ao calendário eleitoral.

"Ocorre que, em virtude do calendário eleitoral, é vedado fazer na circunscrição do pleito, revisão geral da remuneração dos servidores públicos que exceda a recomposição da perda de seu poder aquisitivo ao longo do ano da eleição", diz.

Comentar
Acusado de abuso de poder · 14/08/2018 - 10h54 | Última atualização em 14/08/2018 - 17h03

TRE reforma decisão que havia extinto processo pela cassação do prefeito Gil Carlos


Compartilhar Tweet 1



O Tribunal Regional Eleitoral, por 4 votos a 2, reformou decisão do juiz Antônio Lopes de Oliveira, que havia extinto ação eleitoral contra o prefeito de São João do Piauí e presidente da Appm, Gil Carlos, acusado de abuso de poder. Com isso, o processo que estava em fase de recurso no tribunal, aguardando julgamento, será retomado na análise do mérito. 

A ação contra Gil Carlos foi ajuizada pela coligação encabeçada pelo então candidato Alexandre Mendonça, derrotado nas eleições de 2016. O trâmite acabou sendo suspenso com a decisão monocrática, que julgou extinta a ação sem resolução do mérito. O prefeito já havia sido cassado em primeira instância e recorria à Corte Eleitoral.

“A decisão determina a retomada da marcha processual regular, e dentro em breve o mérito será julgado”, diz o advogado Raimundo Junior, autor da ação que pede a cassação de Gil Carlos.

No julgamento do agravo regimental, nesta terça-feira (14/08), foram vencidos o relator, juiz Antônio Soares e o desembargador Ilo Almeida.

A defesa de Gil Carlos afirma que vai recorrer da decisão em plenário.

Comentar
Piauí quebrado financeiramente · 14/08/2018 - 08h42

Governador lamenta torcida para que o Piauí não receba dinheiro


Compartilhar Tweet 1



Wellington Dias acredita que a oposição tem mais do que um discurso ao apontar que o Piauí está quebrado. Para o governador, parte do grupo que irá lhe enfrentar nas urnas em 2018 torce para que o pior aconteça.

“É uma torcida, como se quisessem que o estado não tivesse dinheiro”, argumentou em entrevista à TV Meio Norte, quando falava das ações levadas à Justiça, que acabaram bloqueando a liberação de empréstimos.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Políticos do Piauí lembraram nesta segunda-feira (13/08) os quatro anos da morte do ex-governador Eduardo Campos, vítima de um acidente aéreo às vésperas da eleição em que era candidato à presidência da República pelo PSB.

Wilson Martins, ex-governador do Piauí, lembrou do “olhar seguro e da certeza de que estava pronto para uma grande missão”. Heráclito Fortes, ex-PSB, falou da saudade do amigo “jovem, corajoso, determinado e crente de sua Pátria”.

A morte de Eduardo gerou reviravolta na corrida presidencial, que foi vencida em 2014 por Dilma Rousseff. Além do candidato, morreram Alexandre Severo (fotógrafo oficial da campanha), Marcelo Lyra (cinegrafista), Pedro Valadares (ex-deputado e assessor do candidato) e Carlos Percol (assessor de imprensa), e ainda o piloto e o copiloto da aeronave.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



“Um time que não foi improvisado de última hora”.

Disse Wellington Dias sobre as escolhas que fez para composição a chapa majoritária que irá com ele disputar as eleições.

“Estamos juntos desde o começo do meu mandato. Um conjunto de líderes que estiveram trabalhando para mais investimentos, para gerar emprego para o Piauí”, reforçou.

Comentar
Ainda presas ao conto · 13/08/2018 - 14h31

Wellington Dias e as obras encantadas


Compartilhar Tweet 1



Além do Centro de Convenções, o governador Wellington Dias incluiu ainda o aeroporto de São Raimundo Nonato na lista de obras encantadas do Piauí. A primeira já entregou, mas não tem servido muito ao seu propósito. A segunda, continua como promessa.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Em entrevista à TV Meio Norte, o governador Wellington Dias (PT) disse que a demora na conclusão de obras como o Centro de Convenções,  é consequência do imbróglios jurídicos provocados oposição, que questionou a liberação de recursos de operação de crédito.

Mesmo reconhecendo o papel da oposição em fiscalizar, o governador lamentou as ações ajuizadas, uma delas, que até hoje emperra a liberação da segunda parcela dos R$ 600 milhões do Finisa.

“Houve uma demora por conta judicialização dos recursos, pela oposição, como todo mundo viu aqui”, argumentou Wellington, mencionando ainda as previsões de que o Centro de Convenções - que chamou de obra encantada - seja entregue até o fim do ano.

Já sobre o atraso na entrega do Rodoanel, disse: "A empresa quebrou, vai fazer o quê? Mas foi retomada".

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Um levantamento realizado por Uol, com base em dados do Ministério da Cidade, aponta que mais de 40 mil unidades habitacionais do programa "Minha Casa, Minha Vida" estão com as obras paradas por falta de recursos, problemas com a construtora ou mesmo pela invasão de imóveis.

Lançado em 2009, o programa já construiu 5,2 milhões de unidades.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Entre os meses de janeiro e maio, o deputado federal Marcelo Castro (MDB) usou R$ 45.936,30 da cota para o exercício da atividade parlamentar, para o aluguel de veículos.

No mês de maio, o valor mensal pago à locadora Luauto Rent a Car alcançou os R$ 10 mil.

Parte para o aluguel de uma Amarok, e parte referente à locação de um Etios.

Incluindo outras despesas, tais como combustível, serviços postais, consultoria, e passagens aéreas, os gastos de Marcelo com o "cotão" alcançaram os R$ 190.174,41 mil.

Os dados são da Transparência da Câmara dos Deputados.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Morreu na noite deste domingo (12/08) o jornalista Claudio Weber Abramo. Aos 72 anos, ele foi vítima de um câncer, e estava internado em São Paulo, no Hospital Samaritano.

Abramo foi um dos fundadores da ONG Transparência Brasil, instituição da qual era vice-presidente do Conselho Deliberativo. Criou ainda a ONG Dados.org, que atuava com dados e transparência do setor público.

Filho de Claudio Abramo, um dos mais importantes jornalistas do país em sua geração, que dirigiu Folha de São Paulo e O Estado de São Paulo, Weber foi editor de economia da Folha.

Comentar
Encontro na Vila Irmã Dulce · 10/08/2018 - 17h00 | Última atualização em 10/08/2018 - 17h18

Em visita ao Piauí, Gleisi concede coletiva e vai a ato em defesa de 'Lula livre'


Compartilhar Tweet 1



Gleisi Hoffmann vai conceder entrevista coletiva durante sua visita ao Piauí, neste sábado (11/08), quando participará de ato da juventude do Partido dos Trabalhadores na Vila Irmã Dulce, zona Sul da capital. 

Além da presidente do Partido dos Trabalhadores, foi confirmada a presença do candidato a vice-presidente da República, Fernando Haddad, que compõe chapa encabeçada por Lula.

O grupo, formado ainda por Wellington Dias, Regina Sousa, e Ronald Sorriso, secretário nacional do PT, vai participar do ato “A Juventude Quer Lula Livre Piauí”. O local, a Vila Irmã Dulce, foi escolhida por ter sido, em 2003, palco da apresentação da então equipe de governo de Lula.

A coletiva com Gleisi será na sede do PT, centro da capital.

Comentar
Inconsistência entre aliados · 10/08/2018 - 16h38 | Última atualização em 10/08/2018 - 17h48

Marcelo admite desarmonia em 10% do MDB


Compartilhar Tweet 1



Em entrevista ao programa Notícia da Manhã desta sexta-feira (10/08), o deputado federal Marcelo Castro (MDB) disse acreditar que o partido marchará unido mais uma vez nas eleições, mas admite que haverá quem sairá insatisfeito neste processo. 

"Em um partido grande como o MDB, é evidente que quando a gente fala em unidade, estamos falando em noventa por cento do partido", destaca.

Ao tratar sobre a situação de Themístocles Filho, que foi descartado na composição da chapa de Wellington Dias (PT), Marcelo nutre ainda a esperança de ter o apoio do deputado."Contamos como certo que o nosso deputado estará conosco na campanha", diz.  

Na entrevista, Marcelo falou também sobre Mauro Tapety (MDB), que vai apoiar a chapa de Dr. Pessoa (SD) por conta da sobrinha, Vanessa Tapety (PTC), que é candidata a vice governadora. "A situação do Mauro é peculiaríssima. Uma questão muito mais familiar do que política", argumenta o deputado.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Como quem se sente ofendido, a direção do Hospital Regional Eustáquio Portela quis fazer esclarecimentos sobre a fala do deputado Evaldo Gomes (PTC) que, nesta semana, na tribuna da Assembleia Legislativa, cobrou mais recursos para a unidade de saúde, através de emenda parlamentar sua.

O deputado diz que a população do município carece de profissionais de saúde. A unidade diz que não, que conta com quadro multiprofisisonal, atendimento 24 horas e tem até cirurgião de sobreaviso.

Que na área de fisioterapia, soma mais de 10 mil procedimentos de janeiro a julho deste ano. Conta pra lá de 2 mil internações, 165 partos, 301 cirurgias ambulatoriais, e festeja os 70% de resolutividade nos atendimentos da atenção básica.

Evaldo cobrou ainda mais medicamentos para os pacientes. Para a direção do hospital, a falta de medicamentos não procede.

E como se recursos para a saúde fossem demais, a unidade diz ainda que já "foram destinadas a este hospital emendas de parlamentares federais". 

Como vai tudo bem, obrigada, com o hospital de Valença, só resta agora saber da população do município, se é tudo isso mesmo. Com a palavra os valencianos, e segue no link (clique aqui) a íntegra da nota do hospital.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O piauiense João Henrique Sousa, coordenador político da campanha de Henrique Meirelles, irá acompanhar o candidato do MDB à presidência da República, durante o debate desta quinta-feira (09/08), que será transmitido pela BAND, reunindo os presidenciáveis.

Este será o primeiro confronto entre os candidatos nestas eleições. A transmissão começa às 22h. Esta jornalista estará acompanhando o debate na página do 180graus no Facebook, para saber dos internautas piauienses, o que eles esperam do próximo presidente da República

Além de Meirelles, participam do debate Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriota), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (PSOL), Jair Bolsonaro (PSL) e Marina Silva (Rede), com mediação de Ricardo Boechat.

Comentar