Contratos irregulares · 09/11/2018 - 18h20 | Última atualização em 09/11/2018 - 18h22

Promotor de justiça ajuíza quatro ações civis públicas perante ao município de Antônio Almeida


Compartilhar Tweet 1



O promotor de justiça Gerson Gomes Pereira ajuizou quatro ações civis públicas em face do município de Antônio Almeida. Além do prefeito, João Batista Cavalcante Costa, constam entre os réus advogados e empresas de advocacia que, segundo o Ministério Público, se beneficiaram com contratos irregulares firmados por meio do instrumento de inexigibilidade de licitação. O montante de recursos despendidos deve chegar a R$ 994.800,00, sem prejuízo da aplicação de outras sanções previstas na Lei de Improbidade Administrativa.

A legislação só permite esse tipo de contratação pelo Poder Público se não houver possibilidade de competição entre os fornecedores interessados, nos casos em que o objeto é altamente específico.

O município manteve e continua mantendo elevado gasto com os serviços advocatícios, possuindo contratos simultâneos com diversos profissionais, pelo menos desde 2013, sendo que dois estão em vigor atualmente.

 


Fonte: MP-PI

Comentários