Conexão Planeta -

Em situação inusitada, médicos fazem cesariana em parto de chimpanzé

Com informações do Conexão Planeta

Foto: DIVULGAÇÃO

Mahale entrou em trabalho de parto por volta das 8h30 da terça-feira, 15 de novembro. Devin Turner, uma das tratadoras do Zoológico do Condado de Segdwick (Segdwick County Zoo), em Wichita, Kansas, nos EUA, estava acompanhando a chimpanzé e percebeu que ela dava sinais de exaustão e sofrimento. “Fiquei preocupada e vi ela ficar cada vez mais cansada”, contou.

Com a ajuda de colegas, Turner sedou Mahale e a levou para o centro cirúrgico. Ao confirmar a necessidade de fazer uma cesariana de emergência, a diretora de saúde animal do zoológico, Dra. Heather Arens, convidou ginecologistas para participarem do parto. 

Devido às semelhanças na anatomia dos chimpanzés e dos humanos, a colaboração de médicos humanos, num caso como este, é muito bem-vinda. E esta não foi a primeira vez que médicos humanos ajudaram a dar à luz um macaco. Em 2018, a mamãe de Lily, uma bebê orangotango, também teve dificuldades no parto e precisou de cesariana.

Assim, na companhia de Turner, a Dra. Arens e as obstetras Laura Whisler e Janna Chibry, do College Hill Obstetrics and Gynecology, garantiram a sobrevivência do filhote de Mahale, batizado de Kucheza(koo-CHAY-zuh) que, em suaili, significa brincar (suaíli é a língua oficial de Uganda e da República Democrática do Congo, mas falada por 50 milhões de pessoas no mundo).

Encontro comovente
Kucheza nasceu às 13h, muito debilitado, com dificuldade para respirar. Turner foi a primeira pessoa a segurá-lo. Devido a seu estado de saúde, permaneceu sob cuidados dos médicos enquanto Mahale foi encaminhada para seu recinto, sozinha. 

Veja o momento do parto: 

Foto: Kucheza, ainda fraquinho, na enfermaria / Foto: Segdwick County Zoo/divulgação

Fonte: Conexão Planeta

Comentários