Entenda -

Cientistas realizam pesquisa e descobrem que hipopótamos podem “voar”

Cientistas descobriram que os hipopótamos, conhecidos por serem enormes e mal-humorados habitantes das águas, têm uma habilidade surpreendente quando se movem em terra. Uma pesquisa recente revelou que esses gigantes aquáticos tendem a trotar a maior parte do tempo, mesmo em velocidades mais baixas, comportamento raro para animais de grande porte que geralmente utilizam uma variedade de modos de andar.

Foto: Reprodução/pinterest

O estudo, publicado no periódico PeerJ, mostrou que, ao aumentar a velocidade, os hipopótamos alcançam um trote tão rápido que parece que estão flutuando sobre o solo. Esta descoberta foi resultado da investigação detalhada do professor John Hutchinson, do Royal Veterinary College (RVC), que analisou como esses animais caminham e correm.

Pesquisas anteriores apresentaram conclusões conflitantes sobre a movimentação dos hipopótamos fora da água. Enquanto alguns estudos comparavam seu movimento ao dos elefantes, outros sugeriam uma marcha de trote. No entanto, até esta pesquisa, não se sabia que os hipopótamos poderiam alcançar uma espécie de "voo" em altas velocidades, algo comum entre mamíferos menores, mas raro em animais tão grandes.

A equipe de Hutchinson coletou dados a partir de vídeos gravados no Flamingo Land Resort, em Yorkshire, e de uma busca online por vídeos de hipopótamos em movimento, analisando 169 ciclos de locomoção de 32 hipopótamos. Este extenso conjunto de dados permitiu uma compreensão mais precisa de como esses fascinantes animais se locomovem em terra firme.

Os resultados mostraram que os hipopótamos mantêm um trote constante e, surpreendentemente, os mais velozes apresentam um movimento de "voo" durante 15% de seu ciclo de passada, suspendendo completamente seus corpos por mais de 0,3 segundos. Essa habilidade de "voar" em terra é impressionante, especialmente considerando que um hipopótamo pode pesar mais de 2.000 quilos.

De acordo com Hutchinson, a falta de conhecimento sobre a locomoção dos hipopótamos se deve ao fato de que esses animais passarem a maior parte do tempo na água, à sua presença limitada em zoológicos preparados para estudos detalhados, e ao perigo que representam devido ao seu tamanho imponente e comportamento agressivo.

Conforme destacado, as descobertas mostram uma surpreendente diversidade nos padrões de movimento dos hipopótamos, desafiando muitas das suposições e expectativas anteriores que tínhamos sobre esses gigantes aquáticos.

Kieran Holliday, Oficial de Ciência e Conservação do Flamingo Land Resort, explicou: “Esta pesquisa melhorará a compreensão científica de como o tamanho de animais grandes influencia seus movimentos em terra, apoiará a reconstrução da biomecânica evolutiva das linhagens de hipopótamos e ajudará veterinários a diagnosticar ou monitorar hipopótamos que têm problemas de locomoção ou apresentam claudicação.”

Fonte: SoCientífica

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco