Crimes ambientais · 02/12/2020 - 16h57 | Última atualização em 02/12/2020 - 16h58

Mulher acusada de maltratar cães e matar filhotes em Teresina é denunciada


Compartilhar Tweet 1



Nesta terça-feira (02/12), o Ministério Público do Estado do Piauí, por meio da 54ª Promotoria de Teresina, apresentou denúncia contra mulher acusada de maltratar e matar cães no bairro Buenos Aires, em Teresina, no dia 20 de outubro deste ano.

Na denúncia, elaborada pela promotora de Justiça Gianny Vieira de Carvalho, a instituição pede a condenação da acusada com base no artigo 32 §1° e §2°, da Lei n° 9.605/98(Lei de Crimes Ambientais), c/c Art. 69, caput, do Código Penal Brasileiro, por sete vezes, em cujas penas se acha incursa.

De acordo com os autos do Inquérito Policial, a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente de Teresina recebeu denúncia dos vizinhos de Hosana dos Santos Brito (denunciada) informando que vários cães recém-nascidos estavam sofrendo maus tratos e que a acusada, tutora da cadela, mãe dos filhotes, estava colocando-os expostos ao sol, sem abrigo. O fato foi gravado pelo vizinho.

Acionado o Batalhão de Polícia Ambiental e a Guarda Civil Municipal, a denunciada recusou-se abrir a porta da residência e entregou os filhotes por baixo do portão de entrada, totalizando 6 filhotes mortos e apenas 1 vivo, após a exposição ao sol. O laudo de exame necroscópico realizado nos animais mortos, constatou que a morte dos filhotes deu-se pela hipertermia, por calor externo. Há várias fotos e vídeos que registraram o cometimento do crime.

Na denúncia, a promotora requer que a denunciada apresente defesa escrita, no prazo de 10 dias; a juntada dos antecedentes criminais da acusada; a designação de audiência una de instrução e julgamento, na forma do Art. 400 do CPP e oitiva das testemunhas, com o esgotamento das diligências necessárias para localização e intimação das mesmas, e que, ao final, seja a denunciada condenada nas penas do supracitado dispositivo legal.

No Brasil, a Lei de Crimes Ambientais (Lei nº 9605/98) proíbe e atribui penas a quem praticar abusos, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos. Também é considerado crime contra a fauna realizar experiências cruéis em animais vivos, quando existirem recursos alternativos.


Fonte: MP-PI
Comentar
Família pede doações · 29/11/2020 - 13h29 | Última atualização em 29/11/2020 - 13h38

Cachorro fica internado após salvar dona de ataque de jararaca


Compartilhar Tweet 1



Um cachorro foi atacado por uma jararaca ao salvar a dona – uma garota de 12 anos – em Bertioga, São Paulo, nesse sábado (28/11). Tufão, como é chamado, levou quatro picadas e está internado em uma clínica veterinária da cidade. As informações são do Metrópoles

Segundo Andressa da Silva dos Santos, irmã da jovem, o caso ocorreu na vizinhança em que a família mora. A menina viu a cobra na rua e gritou. Imediatamente o cachorro da família a socorreu. O pet foi picado ao atacar a serpente, que fugiu em seguida.

O cão precisou ser internado. Para arcar com os gastos, a família criou uma vaquinha on-line. O valor diário da internação é de R$ 400, fora os custos com remédios. “Estão fazendo de tudo para salvá-lo. Quem puder ajudar, com o mínimo que seja, ficarei muito grata. Vamos salvar esse herói, ele merece”, escreveu Andressa no site da campanha.

Até o fechamento deste texto, a família havia arrecadado R$ 225 por meio da vaquinha. Para colaborar com a campanha, basta acessar este link.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Uma cachorrinha de apenas cinco anos mostrou que tem energia de sobra. E é muito mais esperta do que parece. As informações são do Metrópoles

Ao ser deixada sozinha em casa, Daisy teve um ataque e derrubou estante, cadeiras, caixas e mesa. Assim que percebeu que os donos estavam de volta, ela correu para a almofada em que dorme e fingiu que não tinha feito nada. Afinal, quem brigaria com uma coisinha tão fofa e quieta?

Um dos tutores do animal, Steven Daniels, disse ao site The Dodo que ao ver a cena, recuou e fechou a porta. “Sinceramente, pensei que poderia ter entrado no apartamento errado”. Mas era a casa dele mesmo.

Embora tenha tentado disfarçar, Daisy se entregou ao ficar bem quieta. A cachorrinha abanava o rabo devagar e não levantava a cabeça. Mesmo com tudo revirado, ela não levou bronca.

Uma das primeiras “brincadeiras” que a cachorra aderiu foi destruir as persianas da casa. A família então comprou um tapete de eletricidade estática (usado para treinamentos) e colocou na porta do quarto, mas Daisy resolveu destruí-lo também. Os donos passaram a erguer as cortinas todos os dias, mas ela usa a criatividade para bagunçar de outro jeito.

“Nós compramos o tapete há cerca de um mês e ela teve o acesso de raiva naquela noite sem hesitar. Gostaria que tivéssemos uma câmera em casa. Teria adorado ver sua reação e o momento em que ela decidiu que era hora de aterrorizar a casa”, finaliza a tutora Sierra Niswonger.

Comentar
Suspeito não foi localizado · 10/11/2020 - 08h53 | Última atualização em 10/11/2020 - 13h24

Cadela é atingida por tiro de espingarda em cidade do Piauí


Compartilhar Tweet 1



Uma cadela foi atingida por um disparo de arma de fogo na noite de segunda-feira (09/11), em Aroeiras do Itaim/PI. As informações são do Picos 40graus.

Segundo o mobilizador social do projeto Ecopatinhas, Klaudino Telles, o animal doméstico foi atingido por um disparo de espingarda calibre 12, que pegou de raspão o seu focinho e atingiu sua pata traseira.

A cadela Princesa foi levada a um centro veterinário de Picos, onde recebeu atendimento médico e terá um dos membros amputados.

A Polícia Militar foi acionada e procurou o suspeito, mas não localizado.

    Klaudino Telles

Aumento da punição

Com o objetivo de frear os maus-tratos contra animais, o Presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 1.095/2019, que aumenta a punição para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais. A legislação abrange animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos, incluindo, aí, cães e gatos, que acabam sendo os animais domésticos mais comuns e as principais vítimas desse tipo de crime. A nova lei cria um item específico para esses animais.

Agora, como define o texto, a prática de abuso e maus tratos a animais será punida com pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e a proibição de guarda. Atualmente, o crime de maus-tratos a animais consta no artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais 9.605/98 e a pena previa de três meses a um ano de reclusão, além de multa.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



    Instagram / Apipa

Uma cadela pariu três cãezinhos dentro de um bueiro no bairro São Joaquim, na Zona Norte de Teresina, nesta quinta-feira (05/11).

A Apipa recebeu o pedido de resgate e o Corpo de Bombeiros foi acionado.

"Nada disso teria sido possível se não fosse a ajuda do Corpo de Bombeiros de nossa cidade. Queremos agradecer a todos os heróis da equipe do 2º Tenente Augusto Cesar Coelho que, mais uma vez, nos atenderam prontamente tornado possível está missão. Gratidão, rapazes, vocês são maravilhosos", postou a Apipa.

Os filhotes e a cadela foram levados para um lar temporário, pois no momento o abrigo da Apipa se encontra lotado e sem vaga para receber esta família.

Clique aqui, conheça o trabalho da Apipa e ajude!
 

    Instagram / Apipa
    Instagram / Apipa
    Instagram / Apipa

 

Comentar
Caso foi denunciado à polícia · 28/10/2020 - 09h52

Burro fica suspenso em carroça com excesso de peso em cidade do Ceará


Compartilhar Tweet 1



Um burro ficou suspenso em uma carroça com excesso de peso nessa terça-feira (27/10), em Juazeiro do Norte, no Ceará. O caso foi denunciado à polícia ambiental. As informações são do Isto É.

Uma equipe do Batalhão de Polícia do Meio Ambiente de Juazeiro do Norte constatou que o animal transportava uma carga pesada de tijolos.

De acordo com o sargento da Polícia Ambiental, Marcos A. Silva, o dono do burro foi identificado e convocado para se apresentar à delegacia.

    Reprodução

O caso foi encaminhado para a Polícia Civil do Ceará, que deve instaurar um inquérito.

Marcos Silva ainda afirmou que apenas com análise de um veterinário pode ser verificado se o animal sofreu algum tipo de maus-tratos.

Após o episódio, o burro foi solto em campo aberto.

Comentar
Morto por um policial · 27/10/2020 - 15h30 | Última atualização em 27/10/2020 - 15h32

Boi é sacrificado com tiro de fuzil após fugir de fazenda no litoral do Piauí


Compartilhar Tweet 1



Um boi foi sacrificado com um tiro de fuzil após fugir de uma fazenda e ferir pessoas na manhã dessa terça-feira (27/10), em Parnaíba, litoral do Piauí. As informações são do Piauí em Dia. 

O bicho ainda chegou a atingir um mototaxista na tentativa de contê-lo. Uma equipe de Corpo de Bombeiros ainda foi acionada para conter o animal mas não obteve sucesso.

Uma equipe da Polícia Militar esteve no local e realizou inúmeras tentativas frustradas em recapturar o animal.

Temendo que o animal machucasse mais pessoas, o proprietário determinou o sacrifício do boi, que foi morto por um policial.

Bicho foi sacrificado pela Polícia Militar
Bicho foi sacrificado pela Polícia Militar    Reprodução
    Reprodução
    Reprodução

 

Comentar
caso gerou muita revolta · 21/10/2020 - 08h22 | Última atualização em 21/10/2020 - 08h41

Crueldade: mulher mata vários filhotes de cão na Zona Norte de Teresina


Compartilhar Tweet 1



Um caso de crueldade contra os animais foi registrado no bairro Buenos Aires, na Zona Norte de Teresina. Vizinhos denunciaram que uma mulher deixou vários filhotes de cão no sol para que eles morressem.

A Guarda Municipal foi acionada, bem como o Batalhão Ambiental, mas a mulher se recusou a abrir o portão. Segundo os vizinhos, a mulher tem duas cadelas e sempre que elas engravidam, a mulher mata os filhotes.

Pelo menos sete deles morreram após serem expostos ao sol, e longe da mãe, que estava amarrada. Na casa há outra cadela grávida. Após se recusar abrir a a casa, a mulher passou os corpos dos cães por baixo do portão, bem como a mãe deles. Apenas um filhote sobreviveu.

A mulher não foi presa ainda, mas um boletim de ocorrência foi registrado. Os animais foram acolhidos no Lar do Nando. Fernando José Machado, responsável pelo abrigo, gravou um vídeo revoltado com a situação, especialmente pelo fato da mulher não ter sido presa e cobrou a aplicação das leis para punições de casos de maus-tratos aos animais.

O caso está sob investigação. Para denunciar maus-tratos contra animais, o telefone da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente é (86) 3230-2025.

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



O Projeto de Lei 4853/20 proíbe a venda de medicamentos “anti-cio” usados como método contraceptivo em cadelas e gatas sem prescrição feita por médico veterinário. A matéria está sendo analisada pela Câmara dos Deputados.

Autor do projeto, o deputado Célio Studart (PV-CE) argumenta que muitos donos de animais domésticos têm utilizado medicamentos “anti-cio” de maneira indiscriminada para evitar gestações indesejadas dos animais ou para que não haja cio. Ele alerta que essa prática tem como consequência a exposição dos animais a elevadas doses de hormônios, aumentando a chance de desenvolvimento de câncer e do nascimento de filhotes com sérias deformações.

"Existem estudos mostrando que de 10 cadelas que usaram regularmente a “vacina anti-cio”, 9 poderão apresentar problemas como a piometra, uma infecção do útero que pode levar a morte”, disse o deputado.

Ele cita ainda diversos outros motivos para não usar injeções ou comprimidos anticoncepcionais em animais, como por exemplo, infecções e tumores de útero, diabetes e tumores de mama.


Fonte: Agência Câmara de Noticias
Comentar

Compartilhar Tweet 1



Uma cena que chamou a atenção do Brasil repercutiu sobre o comportamento curioso do acasalamento das sucuris. As imagens foram registradas por um estudante de Medicina Veterinária na cidade de Ituverara (SP). As informações são do G1.

O vídeo mostra a fêmea atravessada em uma estrada e sendo perseguida por pelo menos cinco machos que queriam procriar.

    Foto: Antônio Stábile dos Santos/VCnoTG

A fêmea tinha entre seis e sete metros e os machos que a perseguiam eram todos menores, chegando a parecer filhotes, mas não são, porque serpentes não tem cuidado parental e só se aglomeram provavelmente para copular.

Essa espécie normalmente tem fêmeas maiores que os machos, por causa das dieta, voltada para animais maiores, especialmente para dar conta da reprodução.

Veja o vídeo:

 

Comentar
Animal fugia das chamas · 05/10/2020 - 06h02 | Última atualização em 05/10/2020 - 06h16

Vídeo: bombeiros resgatam tamanduá perto de incêndios na divisa com o Piauí


Compartilhar Tweet 1



Agentes do Corpo de Bombeiros do Posto Avançado de Ipueiras (CE), resgataram um tamanduá-mirim enquanto combatiam incêndios em matas no limite com Pedro II, no Norte do Piauí. As informações são do Diário do Nordeste.

Agentes da guarnição, chamados para combater o incêndio em uma vegetação, visualizaram o tamanduá ofegante tentando fugir do fogo. 

Eles guiaram o tamanduá até uma área da mata, que não foi atingida pelas chamas. Durante a ação, os bombeiros fizeram barulhos para afastar o animal do fogo e o tamanduá-mirim, que estava correndo, chegou a parar e "ficar de pé", apoiado nas patas traseiras. O animal foi levado a lugar seguro, em seu habitat.

O local do incêndio era de difícil acesso, devido a uma mata um pouco fechada e com plantações de macambira. 

 

Comentar
Caso aconteceu na índia · 02/10/2020 - 18h08 | Última atualização em 02/10/2020 - 18h12

Vídeo: cobra engole animal grande demais e não consegue se mover


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução

Uma cobra píton precisou ser resgatada após engolir um animal muito grande no estado de Uttar Pradesh, na índia. Por causa do tamanho da presa, a serpente não conseguia se mover. As informações são do UOL.

Funcionários do departamento florestal da cidade de Rampur foram até o local onde a cobra estava e resgataram o réptil. O caso aconteceu no fim de setembro.

Rajiv Kumar, chefe do departamento florestal, disse que aparentemente a cobra teria engolido uma cabra.

"Os moradores locais inicialmente estavam apavorados. Mas pedimos para que eles não se assustassem, uma vez que a píton é inofensiva e não é venenosa", contou.

Vídeo:

 

Comentar
Animal está quase cego · 30/09/2020 - 14h25 | Última atualização em 30/09/2020 - 14h48

Miss Lara Lobo pede ajuda para localizar cão de estimação desaparecido


Compartilhar Tweet 1



A Miss Piauí 2017, Lara Lobo, tem se mobilizado através das redes sociais para tentar localizar o "Fofo", seu cachorro de estimação.

O animal da raça Shih-tzu desapareceu na madrugada desta terça-feira (29/09), no bairro Planalto Ininga, Zona Leste de Teresina.

Nos stories do Instagram, a miss contou que um problema no portão automático da residência onde mora com a família possa ter contribuído para o desaparecimento do pet.

Lara também demonstrou preocupação com a saúde de Fofo, que está quase cego e precisa de constante medicação, como a aplicação de colírio.

"Se alguém tiver visto ou tiver encontrado, por favor nos procure", pede a jovem.

Para ajudar nas buscas, ela espalhou nesta tarde cartazes com a foto do animal e disponibilizou o número (86) 98153-1057 para contato.

Comentar
'Não entre na água' · 06/09/2020 - 17h03 | Última atualização em 06/09/2020 - 17h13

Imagem de tubarão capturado e morto em praia no Piauí é falsa, afirma bióloga


Compartilhar Tweet 1



Após confirmação da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), neste domingo (06/09), sobre a presença de tubarões em praias no Piauí, passou a circular nas redes sociais imagem de uma pessoa segurando um tubarão morto que seria capturado no litoral do estado.

Segundo a bióloga Geórgia Maria Aragão, o registro do bicho morto é falso, pois trata-se de uma imagem que já circula há um tempo na internet.

“Está rolando nas redes sociais o vídeo que eu repassei trazendo as informações sobre os tubarões e uma imagem de um tubarão que foi pescado em algum lugar. Essas imagens são falsas, esse tubarão não foi pescado no nosso litoral. É uma imagem antiga retirada da internet”, garantiu Geórgia Aragão.

É falso que este tubarão teria sido capturado no Piauí
É falso que este tubarão teria sido capturado no Piauí    Reprodução

Tubarões na Praia do Coqueiro

Em nota, a Secretaria de Estado do Turismo Setur pede que os mesmos evitem entrar na água e alerta que os animais podem não ficar fixos em apenas uma única praia.

Veja na íntegra:

A Secretaria de Estado do Turismo informa que, na manhã deste domingo (6), foi comunicada de que havia sido confirmada a presença de tubarões no litoral piauiense, precisamente na praia do Coqueiro.

A Setur informa ainda que entrou em contato com a bióloga e especialista em tubarões, Geórgia Aragão, que, em análise realizada com as imagens que circularam na primeira semana de agosto, observou um padrão de barbatana que seria de golfinho. No entanto, nesta manhã, foi avistado um grupo de cinco tubarões juvenis na mesma praia, podendo ser o mesmo grupo das imagens do dia 01 de agosto.
Segundo a especialista, através de nota, ainda não é possível identificar a espécie e que, possivelmente, os animais estão ali se alimentando de cardumes que ficam na zona de arrebentação e que os animais podem não ficar fixos em apenas uma única praia.

A Setur informa ainda que já entrou em contato com as equipes da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), Corpo de Bombeiros e CIPTUR, para orientação dos Turistas e pede que os mesmos evitem entrar na água.

 

Comentar
Flagra na praia do Coqueiro · 06/09/2020 - 12h50 | Última atualização em 06/09/2020 - 13h53

Vídeo: bióloga confirma presença de tubarões no litoral do Piauí e pede cuidado


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução

A bióloga Geórgia Aragão confirmou em vídeo no Instagram a presença de tubarões na Praia do Coqueiro, em Luís Correia, no litoral do Piauí. Pelo menos cinco animais foram flagrados na manhã deste domingo (06/09).

"Hoje de manhã, o grupo estava nas proximidades do Aimberê. A orientação é que não se deve entrar na água. A gente não sabe qual é a espécie. De qualquer forma, por questões de segurança, não se deve entrar na água em nenhuma área do litoral do Piauí", disse Geórgia.

Segundo ela, os animais estão sendo avistados na praia do Coqueiro, mas eles não ficam fixos.

"Eles não são fixos em uma área muito curta, Nosso litoral também é muito pequeno, eles podem está lá peregrinando pelo litoral".

Ela afirmou que é um grupo de animais juvenis, mas eles já possuem o poste médio, e pediu cuidado.

"Por questão de segurança, não entre na água porque tem tubarão sim!"

Vídeo:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Georgia Aragão (@georgia.maria.aragao) em

 

A Secretaria de Estado do Turismo divulgou nota nesse domingo (06/09) comunicando a presença de tubarões no litoral piauiense. A Setur informa ainda que já entrou em contato com as equipes da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), Corpo de Bombeiros e CIPTUR, para orientação dos Turistas e pede que os mesmos evitem entrar na água.

Veja na íntegra:

A Secretaria de Estado do Turismo informa que, na manhã deste domingo (6), foi comunicada de que havia sido confirmada a presença de tubarões no litoral piauiense, precisamente na praia do Coqueiro.

A Setur informa ainda que entrou em contato com a bióloga e especialista em tubarões, Geórgia Aragão, que, em análise realizada com as imagens que circularam na primeira semana de agosto, observou um padrão de barbatana que seria de golfinho. No entanto, nesta manhã, foi avistado um grupo de cinco tubarões juvenis na mesma praia, podendo ser o mesmo grupo das imagens do dia 01 de agosto.
Segundo a especialista, através de nota, ainda não é possível identificar a espécie e que, possivelmente, os animais estão ali se alimentando de cardumes que ficam na zona de arrebentação e que os animais podem não ficar fixos em apenas uma única praia.

A Setur informa ainda que já entrou em contato com as equipes da Secretaria do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar), Corpo de Bombeiros e CIPTUR, para orientação dos Turistas e pede que os mesmos evitem entrar na água.

Comentar
Caso chamou atenção na região · 05/09/2020 - 10h34 | Última atualização em 05/09/2020 - 10h46

Saiba o que diz bióloga sobre supostos tubarões em praia no litoral do Piauí


Compartilhar Tweet 1



Um vídeo gravado por banhistas que mostra supostos tubarões na Praia do Coqueiro, em Luís Correia, chamou bastante atenção durante esta semana. As informações são do Portal Costa Norte.

As imagens distantes e de baixa qualidade, que circulam nas redes sociais, auxiliaram no aumento da dúvida.

A bióloga Geórgia Aragão, especialista em tubarões, afirmou que passou a noite analisando as imagens e chegou à conclusão de que não se tratam de tubarões; mas de botos cinza.

Ela explicou que chegou a conclusão pelo padrão do desenho da nadadeira dorsal do tubarão, que é  diferenciado e portanto, segundo ela, dá para diferenciar pelas imagens.

 

Comentar
Tem medo de ser 'Marielle' · 04/09/2020 - 15h30

Luisa Mell desabafa e afirma que churrasco é 'festa do demônio'


Compartilhar Tweet 1



    Reprodução / YouTube

A ativista vegana Luisa Mell concedeu uma entrevista ao jornalista Leo Dias, nessa quinta-feira (04/09), em que causou polêmica ao afirmar que 'churrasco é festa do demônio' devido a utilizar animais mortos. As informações são do Metrópoles.

Luisa explicou sobre o trabalho à frente do Instituto que leva o nome dela e que cuida de centenas de cachorros abandonados e doentes. Luisa também falou sobre os ataques constantes que recebe de pessoas que criticam sua luta pela causa animal nas redes sociais.

Na entrevista, Luisa justificou por que é totalmente contrária a alimentação com carne, e que, segundo ela, é o que está levando a humanidade para o fim. A ativista disse que passa mal apenas em sentir o cheiro do animal morto no churrasco. 

Assista:

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Um caso raro de nascimento de bovino com duas cabeças ocorreu nesta segunda-feira (31/09), em Lima Duarte/MG. Segundo a família dona do rebanho, o animal foi gerado por um casal de irmãos, o que poderia ter favorecido a malformação congênita. As informações são do Canal Rural.

“Vaca pegou cria do irmão. Fica de exemplo para todos, para que não aconteça”, disse Flaviana Alves em foto publicada no Instagram. Segundo ela, a bezerra nasceu na propriedade do seu pai, Ronaldo, que também nunca havia visto nenhum caso parecido.

“Essa novilha eu peguei em 2018 e ela pegou cria do irmão dela, e teve um bezerro deficiente. A bezerra é perfeita, porém, nasceu com dois focinhos, duas cabeças, quatro olhos e duas bocas normais”, disse.

    Reprodução

Consanguinidade explica?

Segundo uma pesquisa feita pela Universidade Federal de Lavras (Ufla) em 2009, a dicefalia bovina é uma anomalia de ocorrência baixa e que pode afetar qualquer rebanho por ser um fator genético associado a genes recessivos, ou seja, transmitido apenas na ausência de um gene dominante.  Segundo os especialistas, essa mudança pode ocorrer de maneira completa, com duas cabeças ou medula espinhal, ou incompleta.

Alguns motivos podem explicar a malformação, como ingestão de substâncias tóxicas, deficiências vitamínicas, infecções pré-natais e mutações genéticas e hereditárias em um ou ambos os pais. Caso esse seja o caso, como os pais da bezerra pertencem a mesma família, as chances dessa mutação ser transmitida para a cria muito maior.

Segundo outro estudo, publicado no Encontro Nacional de Diagnóstico Veterinário (Endivet) de 2014,  tais anomalias como a dicefalia e casos de gêmeos siameses em bovinos ocorrem em casos raros e isolados, são pouco estudados, e pouco se sabe sobre elas.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Moradores do povoado Boa Vista, zona rural de Bom Princípio, no Norte do Piauí, ficaram comovidos ao ver um jumento com as orelhas mutiladas nessa segunda-feira (24/08). A suspeita é que o ato de crueldade tenha sido proposital. As informações são do Piauí em Dia. 

"Foi revoltante ver o animal naquela situação. Espero que logo encontre quem fez isso", disse uma moradora que fez o registro do bicho.

O comandante do Grupamento de Polícia Militar, Tenente Muniz, afirmou à reportagem que não teve conhecimento do caso.

O ato de abuso, mas tratos, ferir ou mutilar animais é crime no país. A pena é de detenção que varia de três meses a um ano, com alterações se confirmada a morte do animal.

Comentar
Mais de 15.000 visualizações · 23/08/2020 - 10h52

Vídeo de cobra sucuri tentando engolir jacaré se torna viral


Compartilhar Tweet 1



Um vídeo de uma cobra da espécie sucuri tentando engolir um jacaré começou a circular pelo Twitter e rapidamente gerou comentários na rede social, alcançando mais de 15.000 visualizações. As informações são do Metro.

De acordo com o Manaus Pop, as imagens divulgadas são de um bairro de Ponta Negra. Moradores separaram os animais, que voltaram para a natureza, uma atitude que foi criticada já que as pessoas interferiram em algo comum na vida selvagem.

Confira as imagens:

É importante lembrar que segundo a Lei 9.605/1998 em seu artigo 29 é crime: Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente ou em desacordo com a obtida.

Comentar

Compartilhar Tweet 1



Uma onça de pequeno porte foi vista no quintal de uma residência, nesta segunda-feira (17/08), na comunidade Zé Ferreira, zona rural de Jardim do Mulato/PI. As informações são do Canal 121.

Segundo relatos dos moradores, o bicho foi visto pouco antes do meio dia. A onça estava embaixo de uma mesa em uma área aberta da residência.

    Reprodução

Um vídeo gravado por testemunhas mostra o animal que têm a cor amarelada e olhos esverdeados.

A onça não representou ameaça às pessoas e, parecendo amedrontada, fugiu pelos fundos da propriedade.

Vídeo:

 

ONÇA É VISTA EM QUINTAL DE RESIDÊNCIA NA ZONA RURAL DE JARDIM DO MULATO

ONÇA É VISTA EM QUINTAL DE RESIDÊNCIA NA ZONA RURAL DE JARDIM DO MULATO

Publicado por Canal 121 em Segunda-feira, 17 de agosto de 2020

 

 

 

Comentar
'Jesus está voltando' · 11/08/2020 - 08h43 | Última atualização em 11/08/2020 - 16h15

Cabrito nasce com traços humanos e intriga a população de cidade do Piauí


Compartilhar Tweet 1



O nascimento de um filhote de cabrito com características raras deixou a cidade de Luzilândia, Norte do Piauí, inteira chocada nessa segunda-feira (10/02). O registro foi feito no assentamento Camalaú, zona rural do município, e enviado ao radialista Paulo Melo que divulgou em seu canal no YouTube.

    Reprodução / YouTube

"O cabrito nasceu com cabeça de gato, patas de porco, corpo de vaca e nádegas de gente, igual a de uma criança. Nunca vi isso na minha vida!", comentou o radialista no 'Jornal do Almoço'.

Ele afirmou que sua avó dizia que isso seria o fim dos tempos e caso intrigou as pessoas. "Jesus está voltando", comentou um internauta que acompanhava a Super Vale FM.

Por causa desta semelhança até agora inexplicável, centenas de pessoas estão apavoradas e arrepiadas na região onde o filhote nasceu.

O radialista comemorou os acessos simultâneos durante a live em seu canal sobre o assunto."Batemos recorde".

    Reprodução / YouTube

 

Comentar

Compartilhar Tweet 1



A técnica de enfermagem Gabriela de Souza, 23 anos, resolveu fazer um desabafo nas redes sociais sobre o susto que levou na última semana. A paulista de 23 anos escreveu sobre o incidente com a filha Sophya, de 4 anos, que foi picada por um escorpião enquanto dormia. As informações são de Metrópoles.

    Reprodução

Gabriela aproveitou para alertar os pais sobre os perigos desses aracnídeos. “Venho falar sobre o assunto para que vocês, pais e familiares, prestem mais atenção!”, disse.

“Tudo começou dia 17 de julho, por volta das 22h30. Estávamos em casa, dormindo — eu, meu marido e minha filha, Sophya —, quando, de repente, ela começou a gritar muito. Acordamos assustados, meu marido acendeu as luzes, sem imaginar o que estava por vir. Em questão de segundos, eu a virei para ver o que estava acontecendo e veio a surpresa: um escorpião na minha filha”, relembrou.

“Entrei em pânico! No mesmo momento, meu marido conseguiu matar o escorpião e colocá-lo em um pote, pois tínhamos que levá-lo junto até o pronto atendimento. Ela já não me respondia; tinha momentos em que chorava e gritava e, de repente, ficava desacordada! Chegamos no hospital em menos de 15 minutos após a picada”, continuou.

A técnica de enfermagem relatou que a pequena foi atendida rapidamente, mas demorou para responder ao soro antiescorpiônico. “Foram exames atrás de exames, gasometrias atrás de gasometrias, e lá vem a notícia: o veneno do escorpião gostava de coração e, ao que tudo indicava, estava afetando o dela, ocasionando a falta de consciência.”

Depois de horas, Sophya acordou. Já em casa, a mãe mandou dedetizar o imóvel, encontrando vários bichos. Para os pais, ela deixou um alerta: “Se o seu filho chorar desesperadamente, não ache que seja manha. Todo cuidado é pouco. Observe tudo e mostre uma foto do escorpião para ele. Ensine-o a quando ver um, gritar para um adulto”.

Comentar
Está fazendo sucesso · 22/07/2020 - 17h27 | Última atualização em 22/07/2020 - 17h47

Vídeos de jovem que vive com enormes pítons impressionam a web


Compartilhar Tweet 1



Uma jovem da Indonésia chamada Chalwa Ismah Kamal, está fazendo sucesso em redes sociais como o Instagram e TikTok devido ao seu hobby: fazer vídeos cuidando e acariciando enormes pítons. As informações são do Metro Jornal.

De acordo com o Indozone, a adolescente de 14 anos compartilha os cuidados diários das seis cobras e dicas sobre como cuidar dos répteis.

Confira alguns vídeos impressionantes:

 

Comentar
Registradas por vizinhos · 21/07/2020 - 17h39

Vídeo: homem filmado arremessando gato na parede é autuado


Compartilhar Tweet 1



Um homem flagrado ao arremessar um gato na parede foi levado, na manhã desta terça-feira (21/07), à Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente. As imagens foram registradas por vizinhos no Grajaú, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Após a prisão ele foi autuado por maus-tratos a animais. As informações são de Metrópoles.

 

O responsável por denunciar o suspeito à polícia é o vereador Luiz Carlos Ramos Filho, presidente da Comissão de Defesa dos Animais.

Comentar