Crescimento de 19,43% -

Produção agrícola do Piauí atinge R$ 13 bilhões em 2022, superando marca anterior

O Piauí registrou um notável crescimento de 19,43% no valor total da produção agrícola, em 2022, com um acréscimo de R$ 2,1 bilhões em relação ao ano anterior, atingindo a cifra de R$ 13 bilhões. Esse aumento significativo superou a média nacional, que foi de 11,84%. Os dados foram obtidos por meio da Pesquisa Agrícola Municipal (PAM) realizada pelo IBGE.

O Brasil como um todo também alcançou um recorde absoluto, com um valor total da produção agrícola de R$ 830 bilhões em 2022, em comparação com R$ 742,2 bilhões em 2021, um aumento de aproximadamente R$ 87,9 bilhões durante o período.

A soja foi o produto de maior destaque no Piauí em 2022, com um valor de produção de R$ 8,6 bilhões, representando cerca de 66,14% do valor total da produção agrícola do estado. Em segundo lugar, encontra-se o milho, com um valor de produção de R$ 3,1 bilhões, o que equivale a cerca de 24,18% do total da produção agrícola piauiense. Somados, os valores de produção da soja e do milho totalizaram R$ 11,7 bilhões, equivalente a aproximadamente 90,32% do valor total da produção no estado.

Outros produtos, como feijão, com R$ 268 milhões (2,05% do total), e cana-de-açúcar, com R$ 205 milhões (2% do total), também contribuíram para o resultado positivo do setor agrícola do Piauí.

O valor total da produção agrícola do Piauí, correspondente a cerca de 1,57% do total nacional, classifica o estado na 14ª posição no Brasil. Na região Nordeste, o Piauí ocupa a terceira posição, com 14% do valor da produção agrícola da região, ficando atrás apenas da Bahia, com R$ 42,2 bilhões (45,36%), e do Maranhão, com R$ 14,8 bilhões (15,93%). No cenário nacional, o estado com a maior produção agrícola foi o Mato Grosso, com R$ 174,8 bilhões, representando 21,06% do total, seguido por São Paulo, com R$ 103 bilhões (12,41% do total).

A manutenção de preços elevados de produtos agrícolas no mercado nacional, devido à restrição do comércio de algumas commodities devido aos conflitos internacionais e à valorização do dólar em relação ao real, contribuiu para o crescimento da produção agrícola brasileira em 2022.

Fonte: IBGE

Instagram

Comentários

Trabalhe Conosco