Menos energia e poluindo menos · 02/12/2015 - 21h09

Fiat vai desenvolver motores que poluem menos em Recife

Fiat vai desenvolver motores que poluem menos em Recife


Compartilhar Tweet 1



A Fiat Chrysler Automobiles inaugura hoje (02/12) o seu primeiro centro de software em Recife. Lá, a montadora contará com mais de 200 funcionários, entre engenheiros e técnicos, que irão realizar pesquisa e desenvolvimento de motores e transmissões com o objetivo de torná-los mais eficientes, gastando menos energia e poluindo menos.

Por meio de uma parceria com o Cesar, o Centro de Estudos e Sistemas Avançados do Recife, a Fiat Chrysler recebeu 39 funcionários qualificados para a atuação em P&D. Além do movimento empreendedor da região, motivada pela implantação do Porto Digital na cidade, onde se reúnem startps e empresas de tecnologia, a região foi escolhida pela Fiat por razões de localização, clima e altitude.

"O setor automotivo está em sitação bastante crítica, mas vamos mudar porque queremos assegurar o nosso futuro. Decidimos trazer esse conhecimento para o Brasil, em Pernambuco, para nos tornar competitivos para o futuro, que é digital", declarou Stefan Ketter, presidente da FCA para a América Latina.

Também participaram do evento de inauguração, que foi transmistido via streaming para o escritório da Fiat em São Paulo, o prefeito de Recife, Geraldo Júlio, e o governador de Pernambuco, Paulo Câmera.

"Recife é uma cidade que sonha com um futuro vendendo inteligência", declarou Júlio. Na visão de Câmera, o estado caminha de olho no longo prazo para garantir um bom futuro para as próximas gerações, a exemplo deste novo centro de software.

O lançamento novo espaço acontece em um ano em que a Volkswagen se envolveu em um escândalo de emissões de carbono, que são controladas por software. A Fiat garantiu que tomará medidas para que algo do tipo não aconteça com seus veículos.

"Esse assunto é uma das maiores pautas das nossas agendas internamente, o compliance. O posicionamento da gente é de tolerância zero a qualquer tipo de atividade que não seja compliant com os requerimentos legais. Esse é um programa global e o nosso novo centro de software, sem dúvida, tem um rigor extremamente apurado com relação às políticas de requerimentos legais", afirmou Márcio Lima, diretor jurídico da FCA da América Latina, que assumiu o microfone no lugar de Ketter para responder ao questionamento de EXAME.com.

O centro de software deve crescer para 500 funcionários nos próximos anos e é apenas uma das estruturas que a montadora planeja na região. Mais três serão lançadas: uma área de projetos, um local para testes de carros e um campo de provas.


Fonte: Com informações da Exame.com