180graus

Como agir na hora H - 24/03/2017 às 16h03

Conheça os 6 erros mais cometido na primeira vez da mulher

Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

A primeira vez é sempre um assunto que amedronta muitas garotas. Às vezes esse medo está relacionado com a dor que muitas delas podem sentir com o rompimento do hímen, outras se sentem mais inseguras com relação ao que fazer na hora, se devem se deixar levar pelos impulsos ou se devem estudar um pouco antes do sexo para evitar fazer feio com o parceiro, principalmente se ele for experiente.

Quando os dois são virgens a vergonha é menor, pois obviamente os dois cometerão erros e descobrirão muitas coisas juntos, mas como essa porcentagem é mínima, é quase certo que uma mulher fará sexo pela primeira vez com um cara experiente ou que tenha tido já algumas relações bem sucedidas (ou não) em sua vida.

Por menos experiente que um homem seja, na prática, ele teve uma pré-adolescência e adolescência inteira de ensino, assistindo a vídeos pornô, lendo revistas pornográficas e se masturbando. Tudo isso, de certa forma, contribui para que o homem tenha mais noção do universo sexual, principalmente sobre posições e como agir na hora H.

Já as garotas podem se sentir em desvantagem nesse sentido, pois apesar de também crescerem com os hormônios à flor da pele, muitas delas não têm o costume de pesquisar, entrar em sites de sexo e coisas do tipo. Mas isso não quer dizer absolutamente nada, pois mesmo sem ter tido esse “aprendizado”, as garotas podem se sair bem se não cometerem os erros mais comuns do sexo pela primeira vez!

1. Dar uma de atriz pornô

Falando em pornô, um dos erros mais crassos que uma garota pode cometer ao fazer sexo pela primeira vez é tentar dar uma de atriz pornô. Por mais que assistir a uns vídeos seja até interessante para entender algumas coisas e sanar algumas dúvidas bobas que você possa ter, nada mais equivocado do que personificar uma atriz pornô, agindo com a maturidade sexual que você não tem e fazendo coisas que você não domina.

Ao ter a sua primeira transa, obviamente você terá de contar ao parceiro para que ele se prepare e tenha ciência da responsabilidade dele em fazer sua noite ser especial. Portanto, fingir que sabe coisas logo na sua primeira noite não tem nenhum sentido. Além do mais, você pode assustar o rapaz com o seu fogo descontrolado e até mesmo agir com tanta impulsividade que irá cometer erros ou até mesmo machucá-lo, já pensou?

A melhor atitude ao fazer no sexo pela primeira vez é deixar que o garoto te guie. Evite sexo anal e oral na sua primeira noite, isso poderá ser aprimorado e tentado depois com calma e com o prazer da descoberta. Tudo tem sua hora.

2. Transar sem proteção

Muitas vezes a primeira vez pode não ser premeditada e com isso ter o problema de não haver preservativo disponível naquela hora e lugar para que vocês consumem a ação. Neste caso, para tudo! Este é o maior erro que uma garota pode cometer ao fazer sexo pela primeira vez. Obviamente que nunca é recomendado sexo sem camisinha, mas na primeira transa isso é ainda mais delicado, pois geralmente a menina ainda não toma anticoncepcional estando ainda mais desprotegida e corre o risco de sangrar, estando assim mais vulnerável a pegar doenças.

Imagine só: se o seu parceiro tiver qualquer doença ou infecção ele pode passar facilmente a você pela corrente sanguínea e a noite que seria de grande prazer e um sonho consumado parecerá um filme de terror. Por isso, previna-se. Se for o caso, já carregue uns preservativos consigo, para não correr o risco de cometer essas gafes que podem comprometer sua vida e saúde. Nenhum prazer compensa ou justifica sua saúde e uma vida toda pela frente.

3. Preocupação com a estética

Garotas que vão fazer sexo pela primeira vez querem estar sempre lindas, atraentes e tudo mais. Isso é normal, mas, a partir do momento que você já conquistou o cara e inclusive já está nas preliminares para o sexo, esqueça a estética. Claro que escolher uma lingerie especial é importante, mas não fique encanada se ele for tirar sua lingerie e nem reparar em como ela ficou legal em você. Provavelmente ele tem outras preocupações e estará com vontade de avançar as etapas com você.

Não encane também com seu cabelo, suor ou cheiros. Fique segura de que escolheu a lingerie certa, que fez aquela limpeza esperta antes e que está linda e cheirosa. No sexo a preocupação primordial deve ser com as atitudes, sintonia entre vocês e não com a estética. Se você der a atenção necessária a ele e o satisfizer, pouco preocupado ele estará com o seu cabelo emaranhado e sua maquiagem borrada. O mesmo para problemas de baixa estima, se estiver insatisfeita com o seu corpo, deixe esse pensamento de lado. Se ele topou transar com você ele gostou do que viu e de como você é.

4. Vergonha

Não seja tímida na hora do sexo. Por mais que você seja mais recatada, procure relaxar para não ficar travada na hora e deixá-lo inseguro. Da mesma forma que ser uma atriz pornô é um erro, ser muito tímida e fechada pode atrapalhar no sexo. Alguns dos erros mais “graves” podem nem ser na hora do sexo, mas depois do sexo.

Sentir-se envergonhada pelo que fez é também uma atitude insensata a se tomar, pois pode mostrar insatisfação ou arrependimento para ele e nada pior para ele do que achar que não correspondeu às expectativas, ainda mais no sexo pela primeira vez de uma garota.

Se você transou foi porque tomou essa decisão e era o que você queria, certo? Não há nada de se envergonhar disso, não seja tímida. Aceite a noite que tiveram e pare de fingir que nada aconteceu no dia seguinte, evitando beijá-lo, brincar com ele ou sair correndo porta afora sem se despedir. Isso é rude.

5. Nada de grude

Outro erro depois do sexo pela primeira vez é a garota se tornar um grude. É natural que após um envolvimento mais intenso, como é o sexo, que envolvem dois corpos e duas almas, ambos estejam mais ligados, mas para a mulher essa sensação pode ser ainda mais forte, pois foi o primeiro cara que a viu daquele jeito e muitas garotas podem se confundir achando que o seu primeiro parceiro será o homem da sua vida, e na maioria das vezes não é.

Mostre para ele que é madura e que tem suas ocupações e sua vida a seguir. Deixe que ele veja que o que tiveram foi importante, mas não é o fato que resume a sua vida. Isso fará com que ele se aproxime ao invés de afugentá-lo sendo grudenta, obsessiva e inconveniente com ligações, mensagens, etc.

6. Carência

Aquela velha história de esperar uma ligação no dia seguinte pode demonstrar carência. Por mais que tenha sido sua primeira noite, ele não tem obrigação de te ligar, nem nada. Você também curtiu e abusou do corpo dele, assim como ele do seu, por isso não se faça de vítima. Obviamente se ele sumir do mapa por dias, semanas e tiver te iludido e prometido coisas que não cumpriu, você pode se ofender e entrar em contato com ele para tirar satisfação – ou também você pode deixar para lá, você que sabe.

Mas espere, se a química entre vocês foi forte e ele tem algum sentimento por você ele irá retornar na mesma semana. Geralmente eles não ligam tão prontamente, pois querem testar a garota para ver se elas não irão surtar com a ausência. Faça um esforço para passar no teste. Boa sorte!

Fonte: Irresistível

Conheça seu corpo - 23/03/2017 às 09h36

Saiba como calcular o período fértil e contar o ciclo menstrual

comserv
Antonio das Neves - Peritos Associados

Você sabe quando será a sua próxima menstruação? Se sim, ótimo, você já conhece seu ciclo menstrual e pode seguir a leitura para ter mais informações e dicas que podem ampliar o seu conhecimento sobre o corpo feminino.

Se ainda não, me acompanhe que você vai aprender a contagem do seu ciclo menstrual e saber quando será sua próxima menstruação.

Você sabe o que é a menarca?

A menarca (primeira menstruação) acontece entre 9 e 16 anos de idade, na puberdade. Por que este intervalo de idades? Porque cada organismo desenvolve a seu tempo.

Assim, cada mulher terá seu tempo de menstruar. Cada mulher terá o seu ciclo menstrual.

A puberdade é o período do ciclo da vida em que uma série de mudanças corporais e emocionais começam a acontecer gradativamente. Aqui vou me ater ao desenvolvimento do corpo feminino.

Os hormônios sexuais femininos, estrógeno e progesterona começam a sua produção ativa na puberdade. Esta produção chega a um nível de amadurecimento em que acontece a menstruação e também a ovulação.

Saiba que a menstruação não começa de modo regular. Ela pode vir a primeira vez (menarca) e voltar logo no mês seguinte ou demorar algum tempo para voltar.

Esta irregularidade é comum no início, geralmente nos primeiros dois anos, até que regula mensalmente. Prepara a menina para a vida adulta, inclusive sexual.

Sobre a Menstruação

O fluxo menstrual é o sangue que foi eliminado do revestimento do útero. Mas, como acontece? De onde vem este sangue?

Mensalmente o corpo feminino produz de forma intensa estrógeno (hormônio feminino), que é responsável pelo amadurecimento dos óvulos, nos ovários.

Geralmente esta produção intercala entre os ovários direito e esquerdo.

Este óvulo amadurecido descerá pelas trompas de falópio. Enquanto ele faz este movimento o útero se prepara para uma possível gravidez, tornando seu revestimento mais espesso, rico em sangue.

Lembrete! Com a menarca a mulher inicia seu período fértil. Dali para frente ela está fisicamente apta para engravidar até a chegada da menopausa (última menstruação).

De forma simples, se este óvulo se encontrar com o espermatozoide no útero formará o embrião, dando início a gestação.

Isto não acontecendo o revestimento se enfraquece e vira gotas de sangue, ou placas de sangue, a depender de cada mulher.

Aí está formada a menstruação.

Agora, veja como conhecer e contar o seu ciclo menstrual

1º Passo – Observação

Observar o funcionamento do seu corpo. Por quê? Como já mencionei, cada mulher terá o seu ciclo menstrual, que pode variar de 25 a 35 dias.

Você precisa saber de quantos dias é o seu ciclo menstrual.

Deve também observar por quanto tempo você sangra. A menstruação pode variar de 3 a 7 dias.

Anote por uns meses e terá a sua média. Você pode usar um calendário mesmo ou fazer uso de alguma calculadora de ciclo menstrual online.

2º Passo – Por onde começar a contagem do ciclo menstrual

A contagem do ciclo menstrual começa no primeiro dia da sua menstruação e a vai até o primeiro dia da sua menstruação seguinte.

Anote sempre o primeiro dia de sangramento, independente do fluxo sanguíneo.

3º Passo – Conheça melhor o ciclo menstrual

Você conhecendo o ciclo menstrual poderá identificar, pelo funcionamento do seu corpo, cada etapa a ser vivenciada.

O ciclo menstrual é dividido em três fases:

divisao-ciclo-menstrual.png

1. Folicular: começa no primeiro dia da sua menstruação e prepara os folículos ovulatórios até por volta do 10º dia do seu ciclo.

Segue até o início do aumento da produção do hormônio luteinizante, cuja função será liberar o óvulo no período fértil.

2. Ovulatória: também conhecido como período fértil. Aqui acontece a ovulação, ou seja, a liberação do óvulo maduro para ser fecundado pelo espermatozoide.

Esta fase geralmente acontece na metade do ciclo menstrual, por volta do 14º dia e dura cerca de 7 dias.

3. Lútea: inicia após a ovulação e segue por 10 dias aproximadamente, até o primeiro dia da próxima menstruação.

Esta fase prepara o útero para a próxima menstruação ou para a gestação.

Veja que o ciclo é estabelecido pela produção hormonal. Por isso ele é individual. Pois, você tem a sua própria produção hormonal.

Assim, com um ciclo menstrual bem estabelecido você consegue saber quando vai ser a sua próxima menstruação.

E se o seu ciclo for irregular?

Caso o seu ciclo seja irregular, não terá como você saber quando será a sua próxima menstruação.

Nesta situação é bom você procurar um(a) ginecologista, pois a causa deverá ser investigada.

Saiba que ciclos irregulares são comuns em mulheres no início e no final da vida fértil (menarca e menopausa), no pós parto, mulheres com anorexia, atletas, em períodos de mudança de anticoncepcionais, situações de stress, disfunções no aparelho reprodutor feminino, problemas de tireoide, ovários policísticos.

Saiba que:

1. A menstruação é um processo fisiológico natural da mulher.
2. O ciclo menstrual acontece mensalmente.
3. A menstruação é sinal de saúde.
4. A mulher menstruada pode sim desempenhar todas as suas atividades diárias, inclusive as sexuais.
5. Conhecer o seu ciclo é importante para que você possa identificar qual é o seu período fértil, aumentando suas chances de engravidar.
6. Conhecer o seu ciclo é importante para que você possa identificar qual é o seu período fértil, evitando uma gravidez indesejada.

E quando acontece então a TPM?

A tensão pré-menstrual, como o próprio nome diz, acontece logo antes da menstruação.

É uma síndrome, conjunto de sintomas psicológicos e físicos, que antecede a menstruação.

Em algumas mulheres desaparecem assim que inicia o fluxo menstrual e em outras só acaba com o fim do fluxo.

As mulheres que têm TPM (não são todas que tem) sofrem com a tensão gerada pela alteração hormonal, que interfere diretamente na vida pessoal e profissional.

Veja alguns dos sintomas e se você os tem:

1. choro fácil,
2. irritação,
3. ansiedade,
4. alteração da fome,
5. sonolência,
6. dificuldade de concentração,
7. cansaço,
8. dor de cabeça,
9. dores no corpo,
10. dores nas mamas,
11. diminuição do desejo sexual,
12. retenção de líquidos,
12.ganho de peso,
13. angústia,
14. agressividade.

Você não precisa apresentar todos os sintomas, mas sim alguns em grande intensidade e sofrimento.

Não existe um único tratamento específico, já que cada mulher sofre de acordo com a intensidade dos sintomas.

Além de procurar um(a) ginecologista, para lidar com as questões hormonais você pode também ter ajuda de um(a) terapeuta especialista em sexualidade humana, para aprender a lidar com as questões emocionais e sexuais.

Veja este vídeo, Como seria se menstruação fosse uma pessoa:

Como calcular o período fértil feminino

Muitas dúvidas ainda acometem as mulheres quando o tema é período fértil feminino.

Nessa semana mesmo recebi três dúvidas:

1. Quando começo a contar meu ciclo para saber se estou no período fértil, é no início ou no final da menstruação?
2. Tive relação sexual sem proteção no 10º dia, estou grávida?
3. Estou tomando anticoncepcional, ainda tenho período fértil?

O ciclo menstrual regular costuma durar 28 dias. Porém, esse ciclo pode variar de 23 a 35 dias.

Primeiro é importante você se observar e saber qual é o seu ciclo. Faça anotações todos os meses de sua menstruação, assim você descobrirá. A menstruação pode durar de 03 a 07 dias, a depender da mulher e do uso de anticoncepcional.

A contagem para calcular o período fértil feminino começa no primeiro dia da menstruação e dura até o início da menstruação seguinte.

Pensando no ciclo regular de 28 dias, a ovulação (que é a liberação do óvulo maduro) deverá ocorrer por volta do 14º dia após o primeiro dia da menstruação. O período fértil corresponde a 96 horas antes e depois desse dia.

Por que 96 horas ou 4 dias já que o óvulo pode ter uma sobrevida de 12h a 24h dentro das trompas? Porque os espermatozoides têm uma sobrevida maior que os óvulos, de 24h a 96h.

Então, o período fértil feminino é esse intervalo entre o 10º e o 18º dia após o início do ciclo menstrual.

A mulher que faz uso de anticoncepcional não tem período fértil, pois o uso da pílula faz com que ela não ovule e fique então protegida da gravidez durante o mês todo. Mas é importante que o uso seja feito de forma regular, ou seja, todos os dias, no mesmo horário. E a sua eficácia de 99% passa a valer a partir da segunda cartela, fazendo pelo menos o primeiro ciclo com anticoncepcional.

Sempre é válido lembrar da importância do uso da camisinha. Pois, a pílula protege apenas contra a gravidez e a camisinha é um método de barreira que protege da gravidez e também de Doenças sexualmente transmissíveis, incluindo a Aids.

Como identificar o período fértil para engravidar

Você que está tentando engravidar é importante saber exatamente quando é o seu período fértil. Para neste período você ter mais relações sexuais e aumentar as suas chances de engravidar.

Além de acompanhar no seu calendário (ou nos aplicativos hoje disponíveis para as mulheres) as fases do seu ciclo menstrual, o seu corpo te dá sinais que você está no período fértil, basta observar.

Os sinais que indicam período fértil são:

1. Aumento de secreção vaginal, aquele líquido que sai da vagina, semelhante à clara de ovo crua.
2. Aumento do apetite sexual (libido).
3. A mulher que acompanha diariamente a sua temperatura basal vai perceber um ligeiro aumento da temperatura, uma média de 0,5ºC.
4. Dor no baixo ventre, como se fosse uma ligeira cólica menstrual
Algumas mulheres apresentam ainda instabilidade emocional

DICA: Um aplicativo que uso e recomendo é o Womanlog. Este app, além de ser um calendário do ciclo menstrual das mulheres, é um bom marcador do período fértil e dos seus sintomas e sentimentos durante todo o seu ciclo. Se você gosta de acompanhar direitinho o seu ciclo é uma boa previsão. Ah, ele é gratuito.

Se você está lendo este texto está querendo muito engravidar! Então, veja aqui algumas dicas para aumentar as suas chances.

1.Ter relações sexuais dia sim dia não no período fértil são recomendadas, de forma a aumentar as chances de engravidar. Mas não deixe de se divertir nos outros períodos do seu ciclo.

2. Permaneça deitada após o sexo. Apesar de não haver comprovação científica, não custa ajudar os espermatozoides a alcançarem o óvulo.

3. Para te auxiliar existem alguns testes de fertilidade (de ovulação) que são vendidos em farmácia, que ajudam a você identificar se está no período fértil. São fáceis de utilizar, geralmente pela saliva ou urina. E têm um alto grau de confiabilidade.

4. Risque da sua rotina cigarros e bebidas alcoólicas.

5. Mantenha uma vida saudável, incluindo alimentação e atividade física

Sexo é para ser prazeroso

Sei que estamos aqui conversando sobre como engravidar, mas vale lembrar que a relação sexual não é apenas para reprodução, é também comunicação e prazer – bases de um bom sexo.

E, o bom sexo vai levar vocês à gravidez, o sexo mecânico vai entediá-los e fazer com que os encontros sexuais diminuam e a ansiedade aumente.

É importante o casal manter a cumplicidade e a intimidade sexual neste processo.

Por fim, saiba que a matemática é assertiva, mas engravidar nem tanto. Um casal sem problemas de fertilidade pode demorar um ano para engravidar, desde que tenham relações sexuais frequentes.

E, para ter uma gestação mais saudável e tranquila é importante o casal se consultar com um(a) ginecologista/obstetra antes mesmo de engravidar.

Pois ele/ela te ajudará a preparar o seu corpo para receber esta criança e ainda de orientará sobre os cuidados para reduzir as más formações em bebês.

E ao pai, como participar deste momento tão aguardado pelo casal.

Mas, e as emoções?

Muito se fala nas dificuldades físicas, de fertilização, do casal. Mas outro ponto muito importante para conversarmos são as emoções que envolvem este período, que afetam tanto o homem quanto a mulher.

A ansiedade, o medo das mudanças (na vida sexual, na vida profissional, na vida pessoal), vontade própria ou imposição social, o estresse, a pressão da espera, tentativa de salvar a relação são alguns exemplos do que deve ser acompanhado em terapia durante este período.

Assim, se você estiver com dificuldades para engravidar, procure também o acompanhamento de um(a) psicólogo(a) especialista em terapia sexual. Pois, como exposto, as dificuldades podem não ser somente físicas.

Fonte: Sexo sem dúvida

Apimentando a relação - 23/03/2017 às 09h22

Aprenda a ficar mais atraente e desejada com a Dança do Ventre

Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

O olhar sedutor, os movimentos delicados, a linguagem corporal, o figurino sensual e ao mesmo tempo elegante, a entrega total à dança.

Essas são algumas coisas que não podemos deixar de notar quando vemos uma dançarina do ventre.

Essa dança exótica chama a atenção pelos movimentos dos quadris, por vezes suaves e fluidos, em outras frenéticos e provocantes.

Mas também tem a ver com emoções, tradições, culturas, autoconhecimento e bem-estar.

Benefícios da Dança do Ventre

Composta por movimentos constantes e intensos, vibrações, impacto, ondulações e rotações que envolvem todo o corpo.

É uma dança singular e que traz inúmeros benefícios para as suas praticantes, aumento da flexibilidade, tonificação dos músculos incluindo o fortalecimento da musculatura vaginal (muitas mulheres não tem nem conhecimento sobre sua contração, que aumenta o prazer e contribui para o orgasmo).

E ai você se pergunta:

Será que eu também consigo?

A dança do ventre, como qualquer arte, exige dedicação e entrega.

Se você dispor de algumas horas durante a semana para se dedicar à dança, logo vai perceber os benefícios, assim como eu.

Depois da Dança do Ventre, minha autoestima e autoconfiança se elevaram e passei a me sentir mais mulher.

Aprendi a me entregar de verdade numa relação sexual, sem vergonha ou medo.

Sem dúvida, uma mulher que está segura de si, dos seus desejos e de bem com sua imagem tem maior facilidade de lidar com o seu corpo e saber o que mais lhe dá prazer.

E isso, quando se trata de uma relação a dois, é fundamental.

Figurino e Roupas

Além da própria dança, o figurino também tem seu papel.

As roupas de dança do ventre além de encantadoras são fundamentais, pois cada modalidade tem um tipo de vestimenta que a caracteriza.

Figurinos que evidenciam as curvas femininas, adicionando um ar misterioso e sedutor, deixam a dançarina ainda mais cativante.

Se sentir atraente e desejada

Já pensou em poder surpreender seu parceiro(a) com uma dança à luz de velas, para esquentar o clima?

Por experiência, isso realmente funciona! Não apenas eleva a excitação, como também aproxima o casal.

E ai, ficou com vontade de aprender a dança do ventre? Procure por um estúdio de dança com profissionais qualificados e tenha certeza que vai valer a pena o esforço.

Afinal, que mulher não gosta de se sentir atraente e desejada?

Espero que a dança do ventre lhe traga todos os benefícios que eu tive. Ela com certeza mudou a minha vida para melhor!

Fonte: Sexo sem dúvida

Tire suas dúvidas - 22/03/2017 às 15h22

Qual o tamanho do pênis que mais agrada as mulheres?

comserv
Antonio das Neves - Peritos Associados

Existe uma crença popular, principalmente entre os homens, de que pênis grande dá mais prazer à mulher.

Essa crença está relacionada à falta de conhecimento que as pessoas têm com relação às dimensões normais do pênis e da vagina.

Outros fatores que colaboram são revistas e filmes pornográficos que mostram homens com pênis enormes e associam o tamanho do pênis à virilidade masculina e ao prazer e satisfação sexual da mulher.

Há também a influência dos amigos que contam piadas e vantagens sobre o tamanho do pênis e até alguns homens que comparam o tamanho do pênis dos seus filhos pequenos com o dos seus coleguinhas.

O tamanho médio do pênis

Vale esclarecer que a maioria dos pênis, quando eretos, medem entre 11 e 16 cm, sendo a média de 14 cm.

O tamanho médio do pênis adulto em flacidez varia entre 6 a 9 cm, podendo ainda ser um pouco menor, dependendo de fatores, tais como frio ou qualquer outra situação que possa influenciar no tamanho.

A profundidade da maioria das vaginas

Por outro lado, a profundidade da maioria das vaginas varia de 09 a 12 cm, ou seja, um pênis muito grande não leva vantagem nenhuma quando o assunto é o prazer e a satisfação sexual feminina, pelo contrário, pode até machucar a parceira.

Quando o homem tem um pênis avantajado, seu órgão geralmente toca o colo do útero da mulher durante a relação sexual e para que ela não sinta dor, muitas vezes o casal precisa adaptar as posições na hora do coito.

Vale ressaltar que na vagina a área mais sensível aos estímulos eróticos, fica localizada entre os primeiros três centímetros do introito vaginal (entrada).

Então, para que um pênis tamanho GG?

Além do mais, as estruturas anatômicas femininas são diferentes das masculinas, a mulher precisa de mais tempo para alcançar a congestão pélvica necessária para a excitação e a lubrificação.

Então, meu amigo, cuide da qualidade da relação no dia a dia, isso conta muito para a mulher na hora do sexo.

Quer agradar? Invista na gentileza, nas carícias sensuais e na sedução.

Procure saber como ela gosta de receber os estímulos e permita-se também desfrutar das sensações.

Você verá que o único risco que você vai correr é o de dar e sentir muito mais prazer.

Qual a importância do tamanho do pênis?

Segundo a Psicóloga Terapeuta Sexual Dra. Carolina Freitas, é importante conscientizar que o tamanho do pênis não tem essa relevância que a nossa cultura afirma.

Que esta preocupação, se excessiva, pode trazer medo de desempenho. E ainda, que nenhum procedimento para aumento de pênis é eficaz, inclusive pode trazer problemas quanto ao funcionamento.

O prazer sexual não está no tamanho do pênis e sim no envolvimento.

Assim, é importante saber que o tamanho do pênis não tem relação direta com o desempenho sexual e que o tamanho do pênis sem ereção não determina o tamanho em ereção.

A vagina é elástica, por ser músculo acomoda qualquer tamanho de pênis.

Atitudes que vão lhe ajudar - 22/03/2017 às 15h07

Saiba como controlar a ejaculação e não gozar rápido

Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

Controlar a ejaculação e não gozar rápido é absolutamente possível. Você pode adquirir este controle. Neste post o Dr. Marlon Mattedi, psicólogo terapeuta sexual fala sobre 8 atitudes que vão lhe ajudar, com o objetivo de não gozar rápido, além de quebrar alguns mitos sobre este tema.

Que atire a primeira pedra o homem que nunca gozou rápido, aquele que queria ter segurado um pouco mais a ejaculação e não conseguiu, ou que até demorou para gozar. Alterações no tempo da ejaculação são frequentes entre os homens.

Todo e qualquer homem sexualmente ativo já viveu isso alguma vez na vida.

O lance é que a tendência é exatamente essa: “Os homens com frequência torcem para não gozar rápido e as mulheres torcem para gozar”, existindo por tanto uma incompatibilidade.

Nós homens queremos técnicas para não gozar e mulheres procuram técnicas para gozar. Interessantes isto não?

Aqui vão alguns cuidados que você pode ter na hora do sexo, objetivando não gozar rápido.

Primeiro ponto: Gozar rápido é relativo

Se você demora 5 minutos para gozar e quem está com você demora 10 minutos, para esta pessoa você está gozando rápido. Agora, se você demora os mesmos 5 minutos e quem está com você goza em 3 minutos, para esta você não está gozando rápido, porque ainda sobrou 2 minutos. Ou seja, para uma pessoa você é ejaculador rápido e para outra não.

Por isto, mais importante que o tempo é você entrar em sintonia com a mulher, gozar em tempos próximos seria uma boa pedida. Para isto vão algumas dicas para você tentar segurar um pouco, mas lembre-se de estimular muito a mulher.

Você segurando uns minutos a mais, e ela se excitando um pouco mais, ela terá a tendência a gozar uns minutos mais rápidos, e é onde vocês se encontrarão. Gozando mais ou menos próximos.

Segundo ponto: Esqueça os filmes pornôs

O que você assiste nos filmes pornôs e que dá vontade de copiar é irreal. Os atores que aguentam 40 minutos sem gozar, eles tem uma tendência a não gozar (que pode, ou não, ser um problema sexual também) ou fazem uso de determinadas drogas que suspendem a ejaculação.

Detalhe é que os atores de filmes pornôs na meia idade muitos deles já estão com a sexualidade comprometida, alguns sem ereção e até vários deles com câncer de próstata. O desempenho que você em filmes não é real, é provocado forçadamente.

Mas se você quer não gozar rápido e de forma que não agrida seu organismo, aqui vão algumas dicas:

1) Treine fora da cama

Se você quer ficar bom na cama e não ter uma ejaculação precoce, treine bastante fora. Exercite a partir de hoje, sempre que puder, uma masturbação lenta, sempre devagar, e faça isso durante várias vezes, talvez umas 4 ou 5 semanas de treino já pode dar a você uma noção de melhora.

É difícil precisar um tempo porque a evolução muda de pessoa para pessoa, mas esta é uma boa média.

A medida que for se sentindo mais seguro nesses treinos, aí você pode ir acelerando um pouco o movimento na masturbação, sempre acelerando aos poucos.

Quando se sentir seguro coloque gel lubrificante para simular ainda mais uma penetração e treine aumentar o tempo de estímulo, treinando fora da cama, fora dos momentos de sexo.

Somente com treino fora de campo é que conseguimos fazer um bom jogo quando entramos na partida.

2) Exercite o músculo PC

Esse músculo é como qualquer outro músculo do nosso corpo, mas como está localizado na área da sexualidade poucas pessoas nos ensinam a exercitá-lo. Qualquer músculo exercitado fica mais saudável e mais forte, com este ocorre a mesma coisa.

O Músculo PC quando bem exercitado é como o freio de mão de um carro, emergencialmente você pode utilizado.

Contraindo este músculo quando você sentir vontade de gozar é uma forma de parar o impulso da ejaculação. Mas isto é preciso exercitar também fora da cama, para poder usar quando desejar.

Você pode contrair e relaxar esse músculo com sessões de 3 séries de 10 contrações e relaxamentos. Feita a primeira série de 10 repetições, você dá uma pausa de 1 minuto, mais 10 contrações e relaxamentos, pausa de mais 1 minuto e mais 10 contrações e relaxamentos, feito 1 vez ao dia (não exagere fadigando o músculo, porque este em exagero provoca lesão).

Essa sequencia faça uma vez ao dia e seu músculo já vai estar mais exercitado. Na hora do sexo você pode usar este músculo contraindo para tentar evitar a ejaculação.

Se nesta explicação ficou em dúvida, você pode procurar um(a) Profissional (Terapeuta Sexual) especialista em Sexualidade ou um(a) Fisioterapeuta da Uroginecologia que tanto um quanto o outro lhe ensinarão detalhes do exercício.

3) Evite pensar em desgraça

Se vários artigos lhe ensinam a pensar em imagens, situações, momentos de acidentes, desgraças ou qualquer outra cena desestimulante eu lhe digo: Evite fazer esta técnica.

Quem indica esta técnica não conhece de Sexualidade.

Se você pensar frequentemente em imagens e cenas assim (dentro da Sexologia isto é chamado de estímulos aversivos), você estará induzindo seu cérebro a perder o estímulo da ejaculação, mas em consequência, está dando margem para um outro problema chegar até você: a Impotência Sexual.

Comportamentos assim repetidos fazem o cérebro aprender a perder o estímulo quando estiver sentindo coisas boas na hora do sexo. O que ocorre com o tempo? Mesmo que você não queira, pode o cérebro provocar este desestímulo, mesmo que você não queira.

Há possibilidade de uma Impotência sexual e então um segundo problema aparecer se fizeres frequentemente isto.

4) Escolha posições menos excitantes

Quando for para o sexo, prefira posições que não lhe estimulem muito. Dê preferência a posições que não joguem a sua excitação tão pra cima.

As posições de Quatro, ou ela deitada de barriga para baixo na cama e você por trás são duas das mais estimulantes, em geral, aos homens. Se estas forem as suas preferidas evite inicialmente essas posições. Prefira outras como papai e mamãe, você deitado de costas na cama e ela por cima ou até em pé, claro, se estas a você não for as Top 10.

Se não, faça as que para você forem menos estimulantes. Deixe as mais estimulantes somente para os segundos finais.

5) Utilize preservativo

Para boa parte dos homens utilizar preservativo ajuda. Se você sente que isto a você também contribui, você pode fazer uso de preservativo comum mesmo, ou inclusive alguns desenhados para retardar a ejaculação.

Eles não são a única ferramenta para o controle na hora (usados isoladamente são pouco eficazes), mas somado às outras dicas que você está lendo eles podem trazer benefícios.

6) Faça subir a excitação dela

Novamente afirmo, mulheres tendem a demorar se não são bem excitadas, ou se elas mesmas não sabem o que fazer para se excitar.

Às vezes você pode sim estar sendo rápido para gozar, mas algumas vezes é a mulher que demora também para alcançar o orgasmo.

Então se dedique a fazer a excitação dela subir (para ela se excitar mais você pode usar todas as técnicas descritas no e-book: Como Provocar Orgasmos Femininos) e quando ela estiver bem excitada você vai para a penetração. Tente fazer isso e você verá como o sexo vai mudar.

7) Evite os remédios

Remédios para o controle da ejaculação não são eficazes na grande maioria dos casos. Até porque especificamente para o controle da ejaculação não existe ainda nenhum remédio criado pela ciência.

O que às vezes médicos receitam é um antidepressivo com a intenção de retardar a ejaculação. Porém antidepressivos foram desenhados para a depressão e não para a ejaculação, por este motivo são na sua base ineficazes na grande maioria dos casos.

8) Treino, bastante treino

Este é mais um dos passos importantes. Você precisa treinar fora da cama para ficar bom em cima dela.

Um dos detalhes é masturbação lenta, o outro é aprender a gerar mais prazer a uma mulher para que ela se excite mais rápido, e por fim fazer detalhes citados aqui.

Se mesmo assim não perceber melhora, vale conversar com um Sexólogo, para ver o que mais pode estar interferindo.

Fonte: Sexo sem dúvida

Carregando, por favor aguarde...
Preratório PM-PI
Terrazzo Poti
Antônio das Neves - Peritos Associados
Últimas Notícias
22h11 Dr Helder Eugênio recebe secretário da Sasc, Zé Santana, na sede do 180 21h11 Papa Francisco pede à ONU a 'eliminação total' das armas nucleares 21h01 BrVox/Melhor Federal: Marcelo 9%, Iracema 7% e Silas 7% 20h53 Anvisa aprova novo genérico para tratamento de diabetes 20h47 Prefeitura de Itainópolis: inscrições já abertas para Seletivo; acesse o edital! 20h36 Carolina Kasting comemora a sua 1ª encenação da Paixão de Cristo no PI 20h34 WhatsApp terá limite de 2 minutos para mensagens enviadas serem deletadas 20h31 Rodovida: mortes nas estradas entre o fim do ano e o carnaval chegaram a 973 20h30 Vereadores visitam localidades para implantação do projeto do lixão em Barras 20h28 Secretaria de Saúde intensifica a distribuição de remédios nos Postos de Parnaíba 20h25 Profissionais de saúde participam de curso de especialização do Hospital Sírio Libanês 20h25 Alepi aprova licença para Pablo Santos assumir presidência da FEPISERH 20h17 Alunos e professor do IFPI/Floriano são premiados em feira tecnológica em SP 20h14 Inadimplentes e famílias sem condições de pagar contas crescem no país 20h10 Secretaria de Saúde promove atualização das cadernetas de vacina nas escolas municipais 20h08 Após acordo, fábrica de cimentos Itapissuma será reaberta no município de Fronteiras 20h05 THE: Após consultas, paciente vai sair com exames laboratoriais já realizados 20h03 TCE entra com um agravo regimental contra a liminar do Tribunal de Justiça 19h50 Prefeitura de Jatobá realiza licitação de R$ 1 milhão para comprar peças 19h49 Prefeito de Gilbués propõe consórcio de saúde na região do Gurguéia 19h46 Idosos participam de palestras e atividades em Santo Inácio 19h44 Escola dos Municípios disponibiliza calendário de cursos para o primeiro semestre de 2017 19h34 Alunos da E.M Francisco Alves participam de atividades voltadas à saúde bucal 19h33 Manoel Emídio comemora seu 53º aniversário dia 31 de março 19h28 Prefeitura não responde a pedido de informações dos gastos de Firmino