Aposte nos de origem vegetal · 03/03/2015 - 14h02

Leite integral prejudica a dieta: Conheça os leites ideais para sua saúde!

Leite integral prejudica a dieta: Conheça os leites ideais para sua saúde!


Compartilhar Tweet 1



Por ser o primeiro alimento da vida do ser humano, se tem a ideia de que o leite é imprescindível no dia a dia das pessoas. Mas, a partir do momento em que a criança deixa de mamar, é preciso tomar cuidado com o tipo de leite que passará a ingerir. Na maioria das vezes, a escolha é pelo tipo integral, mas este é, justamente, uma das piores opções pra saúde.

Em 2011, a Harvard School of Public Health retirou os laticínios de seu guia de recomendações pra alimentação diária e, desde 2000, cientistas de Harvard e da Universidade da Califórnia estudam a influência de componentes do leite e de seus derivados no crescimento de células cancerígenas. Uma das principais conclusões dessas pesquisas é a de que a ingestão de grandes quantidades de laticínios pode aumentar o risco de câncer de próstata e de câncer no ovário.

A médica nutróloga Alice Amaral, especialista em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia, não aprova o consumo de leite bovino e indica aos seus pacientes o leite de origem vegetal. “Estudos mostram que o leite de vaca causa uma série de problemas para a saúde, como alergias, infecções, obesidade, diabetes, infarto, desequilíbrio hormonal, entre outras doenças. Enquanto os leites vegetais são livres de lactose, caseína e gorduras ruins, fazendo bem para pele e para o cérebro, além de serem deliciosos”, observa.

Pra suprir a necessidade diária de nutrientes e vitaminas, como o cálcio, Alice indica as bebidas com base em grãos e frutas: “Os leites vegetais são naturais, frescos, nutritivos, fontes de fibras, cálcio, vitaminas e minerais.” As opções são muitas e a médica explica que cada pessoa deve avaliar bem as suas opções, com a ajuda de um especialista. ”As alternativas são indicadas individualmente. Existe um exame de sangue para pesquisar Intolerância Alimentar (IgG Alimentar), que nos diz se podemos ou não ingerir determinado alimento. Com isso, podemos indicar o que é ideal para cada pessoa”, ressalta.

Confira abaixo uma lista de alguns tipos de leites vegetais e seus benefícios:

- Leite de soja
Apesar de conhecido, o leite de soja não é indicado. A soja contém ácido fítico, o que gera deficiência de cálcio, magnésio, ferro, cobre e zinco. A soja também inibe a digestão das proteínas e a transformação de T4 em T3, que são hormônios tireoidianos, causando tireopatias.

- Leite de arroz integral
É muito menos calórico que o leite de vaca, rico em cálcio, vitaminas A, D e ferro.
A digestão se torna fácil, pois é livre de alergênicos, colesterol e lactose. É um poderoso detoxificante do organismo. Suas proteínas, vitamina B1 e niacina, possuem a função de transformação das proteínas e carboidratos em energia no organismo.

- Leite de amêndoas
Tem mais vitaminas que os leites de vaca e arroz. Rico em Ômega 3, proteínas, vitamina E, magnésio, selênio, ferro, cálcio, fósforo. Poderoso antioxidante que auxilia no combate ao câncer e envelhecimento precoce.

- Leite de girassol
Rico em ômegas 3, 6 e 9; possui os antioxidantes selênio e vitamina E, prevenindo câncer e envelhecimento precoce. Também é rico em vitaminas do complexo B, potássio e magnésio, sendo indicado para prevenção de doenças neurodegenerativas.

- Leite de coco
O coco é um alimento rico em vitaminas, minerais e eletrólitos. Auxilia na perda de peso, é antiviral, antibacteriano, antimicrobiano e antifúngico. O leite de coco mantém todas as propriedades da água, do fruto e da gordura, trazendo inúmeros benefícios à saúde.

- Leite de gergelim
Fonte de proteínas e com grande concentração de fibras. Rico em cálcio, fósforo, ferro, vitaminas do complexo B e proteínas. Excelente para os músculos, para o funcionamento do cérebro e essencial para a formação das células sanguíneas.

- Leite de Castanhas do Pará (agora chamada de Castanha do Brasil)
É rico em selênio, poderoso antioxidante preventivo de câncer. Auxilia na perda de peso e previne doenças cardíacas.


Fonte: Com informações da revista Glamour