180graus

É preciso alimentação saudável - 17/02/2017 às 17h05

Atividades físicas não ajudam na perda de peso, diz estudo

comserv

Exercícios físicos, sem o acompanhamento de uma dieta equilibrada, não são suficientes para ajudar as pessoas a perder ou, até mesmo, a manter peso. É o que revela o estudo publicado recentemente no jornal PeerJ. Foram examinadas mais de 1.900 pessoas nos Estados Unidos, Gana, África do Sul, Jamaica e nas ilhas Seychelles, no Oceano Índico. Os participantes foram induzidos a usar dispositivos rastreadores por uma semana para medir quanto tempo passavam praticando exercícios.

Os dados coletados foram utilizados para descobrir se as pessoas cumpririam as diretrizes recomendadas pelo serviço público de saúde norte-americano, que sugerem, pelo menos, duas horas e meia de exercícios físicos, por semana, em ritmo moderado. Também foram testados peso, altura e massa corporal dos participantes no início do estudo, após um ano e novamente ao completar dois anos.

A princípio, os participantes de Gana, em média, pesavam menos, e os norte-americanos pesavam mais. O peso médio de homens e mulheres de Gana era 63kg, enquanto o de homens e mulheres dos Estados Unidos era 92kg. Ao final do levantamento, os pesquisadores descobriram que aqueles que atingiram a meta de atividade física recomendada tinham maior tendência em ganhar peso do que aqueles que não haviam seguido.

Porém, esse resultado não se aplica somente aos norte-americanos. Os pesquisadores observaram o mesmo padrão em pessoas de cada um dos cinco países analisados. Os novos resultados vieram para confrontar a ideia de que a obesidade, já epidêmica nos Estados Unidos, é causada pela falta de atividade física.

Fonte: Veja.abril

Central de consultas online - 17/02/2017 às 14h50

Entra em funcionamento a nova central de regulação de consultas e exames pelo SUS

Já está em funcionamento a nova central para a regulação de consultas especializadas e exames complexos através do Sistema Único de Saúde - SUS. Segundo presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, Sílvio Mendes, o objetivo é organizar o atendimento de forma isenta e ágil.

A nova Central é online e coordena o fluxo de todas as Unidades de Saúde de Teresina, como também integra 223 municípios de todo o Piauí e 27 municípios do estado do Maranhão. Em um acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SESAPI), a central trabalha com um sistema moderno de identificação por IP, que designa o acesso para apenas uma máquina com servidores cadastrados por unidade, evitando assim a marcação por terceiros.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 13h30. “O usuário terá suas consultas e exames marcados diretamente pelas unidades, e já sairá com o dia, a hora e o nome do especialista que atenderá a sua necessidade de saúde”, informa o presidente.

Desta forma, os pacientes são submetidos a uma fila única e regulada por esta central, que irá distribuir de forma mais ágil as vagas do SUS em unidades de saúde públicas, filantrópicas e privadas na capital. “Se trata de uma central mais eficiente e mais segura, para evitar fraudes e atender o maior número de pessoas no melhor espaço de tempo”, explica Sílvio Mendes.

Ainda segundo o presidente, o SUS tem um potencial muito grande e muitas pessoas não sabem como ter acesso a ele. “Queremos que a população entenda como funciona e tenha cada vez mais acesso de forma muito mais eficiente” diz Sílvio Mendes.

Fonte: Com informações da Prefeitura de Teresina

Publicado no Diário Oficial - 17/02/2017 às 11h01

Governo libera R$ 13,8 milhões para vacinação contra febre amarela

comserv

O Ministério da Saúde liberou hoje (17/02) R$ 13,8 milhões para intensificar a vacinação contra febre amarela na população de cinco estados. A portaria estabelecendo o repasse foi publicada no Diário Oficial da União.

Os estados contemplados são: Bahia, com R$ 394.206,95; Espírito Santo, R$ 1.679.188,70; Minas Gerais, R$ 8.905.638,32; Rio de Janeiro, R$ 921.970,26; e São Paulo, R$ 1.929.081,68.

Os recursos foram definidos a partir da estimativa da população a ser vacinada em cada localidade e serão transferidos para os fundos de saúde dos estados e municípios, em parcela única.

Segundo o Ministério da Saúde, a verba liberada hoje faz parte dos R$ 40 milhões que serão destinados às cidades mais afetadas pela febre amarela no país. A pasta também adiantará mais R$ 26,3 milhões que representam 40% dos recursos de vigilância em saúde. Os valores deverão ser aplicados em ações de prevenção na área de vigilância para a febre amarela.

Na última terça-feira (14), o governo federal também disponibilizou R$ 7,4 milhões para a assistência a pacientes com febre amarela em Minas Gerais, para cobrir despesas emergenciais por três meses.

Número de casos

O Ministério da Saúde atualizou as informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde sobre a situação da febre amarela no país. Até ontem (16), foram confirmados 253 casos da doença. Ao todo, foram notificados 1.246 casos suspeitos, sendo que 885 permanecem em investigação e 108 foram descartados.

Dos 199 óbitos notificados, 88 foram confirmados para febre amarela, 108 ainda são investigados e três foram descartados. Os estados de Minas Gerais, Espírito Santo e São Paulo confirmaram casos da doença. Bahia, Tocantins e Rio Grande do Norte continuam com casos em investigação.

Desde o início deste ano, o Ministério da Saúde enviou 12,7 milhões de doses extras da vacina contra febre amarela aos estados que estão registrando casos suspeitos da doença e àqueles que fazem divisa com áreas que tenham notificado casos.

Fonte: Agência Brasil

Cerca de 1300 estabelecimentos - 16/02/2017 às 13h59

Hospitais e clínicas de Teresina terão botão do pânico para evitar violência

comserv

Os hospitais e clínicas de Teresina agora vão contar com o botão do pânico em seus estabelecimentos. A medida visa evitar registros de assaltos e ocorrências de violência que tem sido comuns nestes locais. O botão estará ligado ao Comando Geral da Polícia Militar e no momento em que ele for acionado terá agilidade no atendimento.

Teresina conta hoje com cerca de 1.300 estabelecimentos de saúde, a maioria localizados no Polo de Saúde da capital, próximo ao Hospital Getúlio Vargas, que abrange os bairros Centro, Centro Sul, Cabral e Ilhotas. Segundo o presidente do Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde e Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Piauí (Sindhospi), Jefferson Campelo, os relatos de violência chegam todos os dias nos hospitais, clínicas e laboratórios.

“A situação chegou a um ponto insustentável. Então estamos nos articulando para que em pouco tempo possamos implementar o botão do pânico nos estabelecimentos de saúde. Estamos discutindo estratégias para solucionar o problema da segurança e inibir novas ações”, disse o presidente. Jefferson Campelo destacou ainda a importância estratégica do Polo de Saúde para a economia da capital e para o turismo.

“Precisamos adotar medidas de segurança para a população. Essa região é estratégica e o fluxo que recebemos faz com que a população da capital dobre, pois muitas pessoas de outras cidades e estados buscam o nosso serviço que é referência. Infelizmente a fragilidade na segurança pode incidir na perda desse público”, enfatizou o presidente.

Fonte: AsCom

Fenômeno biológico controlável - 12/02/2017 às 19h38

Genes de células-tronco conseguem rejuvenescer animal idoso

comserv

As células-tronco, além de poderem se diferenciar em qualquer tipo de células, exibem outra propriedade marcante: a capacidade de permanecerem jovens. Para compreender como isso ocorre é necessário entender que a estrutura dos cromossomos, que contêm os genes, sofre alterações com o decorrer do tempo, ou seja, assim como acontece com a nossa pele ou cabelos, os cromossomos também envelhecem.

Este envelhecimento é devido, em boa parte, a modificações do material cromossômico que é remodelado, das proteínas nas quais o DNA se encontra enrolado (essas proteínas são as histonas) e dos próprios genes que recebem radical metila que modificam seu potencial de expressão.

Estas modificações não acontecem na estrutura dos genes propriamente ditos, isto é, não são mutações. Conforme a alteração que ocorra numa determinada região do cromossomo, o DNA estará enrolado de forma mais justa ou mais frouxa, dificultando ou facilitando a atividade dos genes. Portanto, essas modificações que vão se acumulando ao longo da vida, tecnicamente denominadas como marcas ou modificações epigenéticas, têm a capacidade de modificar a eficiência do trabalho dos nossos genes.

Há mais de duas décadas se sabe que as marcas epigenéticas têm um papel relevante no envelhecimento. O que foi descoberto mais recentemente, é que a reativação de quatro genes que estão ativos apenas em células embrionárias é capaz de erradicar as marcas epigenéticas de células envelhecidas transformando-as em células jovens.

Em 2011, Laure Lapasset do Instituto de Genomica funcional de Montpellier reproduziu este experimento utilizando células humanas provenientes de indivíduos centenários, demonstrando que a ativação destes genes também rejuvenescia células humanas de qualquer idade. Até aqui, são experimentos feitos em células no laboratório.

Para verificar se a ativação controlada destes genes teria um efeito rejuvenescedor em um ser vivo inteiro, Izpisua Belmonte e colaboradores do Instituto Salk da Califórnia utilizaram camundongos portadores de Progeria.

A Progeria é uma doença rara, que também existe em seres humanos, caracterizado por um envelhecimento precoce e acelerado. Humanos quando acometidos por Progeria falecem de doença cardiovascular antes dos 20 anos de idade. O que os pesquisadores verificaram é que a ativação destes genes teve o efeito de retardar o envelhecimento destes animais aumentando seu tempo de vida em 33%.

Como, à medida que envelhecemos, nossa capacidade de reparar os tecidos declinam, os pesquisadores testaram a técnica em animais saudáveis de meia idade nos quais as células beta, responsáveis pela produção de insulina, haviam sido removidas e também em animais com lesão muscular provocada por veneno de cobra. Novamente, os pesquisadores demonstraram que a ativação desse conjunto de genes embrionários provocou uma melhor recuperação dos distúrbios metabólicos e uma recuperação mais rápida do tecido muscular.

Deste modo, essa pesquisa publicada na prestigiosa revista Cell no dia 15 de dezembro de 2016, estabelece uma prova de conceito pela qual, a ativação controlada de genes embrionários, levando à erradicação parcial das marcas epigenéticas pode provocar o rejuvenescimento de pelo menos, alguns órgão e tecidos.

É importante, contudo, lembrar que a erradicação das marcas epigenéticas pode reverter as células às suas características embrionárias e modificar sua capacidade reprodutiva, aumentando a possibilidade de ocorrência de tumores, notadamente os teratomas.

Apesar de estarem longe de poderem ser aplicadas como tratamento em seres humanos, estas pesquisas provam de maneira contundente que o envelhecimento não é um fenômeno necessariamente irreversível, mas sim um fenômeno biológico controlável. Pesquisas sobre os mecanismos de regulação do envelhecimento é que nos trarão as informações para que no futuro possamos realizar o sonho de prolongar a vida com qualidade.

Fonte: Letra de Médico / Veja.com / Por Freddy Goldberg Eliaschewitz

Carregando, por favor aguarde...
podium
Últimas Notícias
01h15 A Loga da ENGIPEC de Simplício Mendes esta com grandes promoções em tintas 00h07 Zé Pereira de São Pedro do Piauí leva centenas de folões as ruas da cidade 21h47 Flamengo vence o Piauí pelo placar de 3 a 0 e assume a ponta da tabela 21h11 Mengão vence o Piauí e assume a liderança do Piauiense 17h31 Homem é morto a facadas após desentendimento em bar 17h16 Proibição de cobrança de bagagens ainda depende de votação na Câmara 17h10 Teste seletivo para estagiários do TJ-PI ocorre com tranquilidade em 5 cidades 17h10 Pinturas rupestres seriam registros de megafauna, defende pesquisador 17h01 SAMU registrou 54 atendimentos durante o Corso na Raul Lopes 16h28 Ex-líder do PT diz que sigla precisa admitir corrupção e pedir desculpas 16h16 Ministério Público do Piauí vai abrir investigação contra Andressa Leão 16h08 Conferência nos EUA terá palestras de Dilma e Moro no mesmo dia 16h03 Cápsula Dragon, da SpaceX, é lançada rumo à estação espacial 15h54 Em Codó-MA, ônibus que seguia de Teresina para o MT incendeia; vídeo 15h38 Gabarito da seleção de estagiários do TJ-PI deve sair já nesta segunda, 20/02 13h28 Em 2018, ex-governador acredita no desgaste do PT a favor da oposição 12h56 Assista: Dragon Ball Z ganha curta-metragem sombrio no Youtube 12h40 Série: The Walking Dead terá novo horário de exibição na Fox 12h35 Filme do anime Gantz tem a sua estreia na Netflix neste sábado (18) 11h36 "O Corso de Teresina segue se reinventando", diz Iracema Portella 11h17 Corso 2017 contou com 357 agentes na limpeza da Avenida 11h07 Eleição da lista tríplice para defensor público geral será nesta segunda 10h56 Hugh Jackman bebe 'pingado' em São Paulo e se arrisca no português 10h54 Ciro não desiste da Sesapi e está determinado a garantir respeito ao PP 10h38 Globo vai 'ressuscitar' vilã Nazaré e terá trindade do mal em nova novela