Ela e o namorado foram mortos · 18/06/2017 - 20h07

Primo acredita que jovem piauiense tenha sido assassinada por engano

Primo acredita que jovem piauiense tenha sido assassinada por engano


Compartilhar Tweet 1



Em entrevista ao G1/Goiás, o primo da piauiense Mariana Helena Siqueira Matias, que foi assassinada na última sexta-feira (16) em Aparecia de Goiânia (GO), disse acreditar que ela e o namorado possam ter sido mortos por engano. Victor Augusto Siqueira é consultor de vendas, e morava com Mariana.

"Pela forma do crime, você pode abrir leque para tudo. Ela era uma menina muito bonita. Pode ser ciúmes, podem até ter confundido eles", disse ao site.

A mãe de Diogo Alves, a administradora Maria José Alves Nunes, também não entende o que pode ter causado a morte dos jovens, que namoravam há dois anos. "Nunca imaginei que meu filho fosse morrer dessa forma, meu coração está quebrado, destruído. Eles eram pessoas maravilhosas", afirma.

Natural de Bom Jesus (PI), filha de piauienses, Mariana trabalhava em uma loja e tinha pretensão de cursar medicina veterinária ou ciências da computação. Os corpos dos namorados foram enterrados no mesmo jazigo, na noite de sábado (17), no Cemitério Jardim da Paz.

O caso está sendo acompanhado pelo Grupo de Investigação de Homicídios. Ao G1, o delegado Fabrício Flávio Pereira mencionou sobre a suspeita que os criminosos tenham agido de forma premeditada, cortando o pneu do automóvel para obrigar Diogo a parar e trocá-lo.