180graus

Segurança é um descaso no PI - 05/12/2013 às 06h55

UOL destaca gasto de R$ 870 mil em tornozeleiras; só 30 detentos usam






Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

O portal UOL divulgou na manhã desta quinta-feira (05/12) uma matéria que retrata sobre a situação do sistema prisional do Piauí. O foco da notícia está no fato do governo do estado gastar cerca de R$ 1 milhão de reais pela utilização de tornozeleiras eletrônicas, enquanto apenas 30 presos fazem uso do equipamento.

A Controladoria Geral do Estado questiona os valores pagos. Segundo a Secretaria de Justiça, o valor de uma única tornozeleira, R$ 580,00 abrange uma gama de outros benefícios, entre eles, a mobília, internet, sistemas de segurança, entre outros.

MATÉRIA DIVULGADA PELA UOL:
O Estado do Piauí está gastando seis vezes mais o que se gasta normalmente com a ressocialização de presos. Em três meses de uso de tornozeleiras eletrônicas em reeducandos do Estado, com a implantação do sistema de monitoramento eletrônico de área, foram gastos R$ 870 mil --R$ 290 mil por mês. Os valores foram contestados pela CGE (Controladoria Geral do Estado), que recomendou a suspensão dos pagamentos devido a suspeita de superfaturamento.

Estimativas da Sejus (Secretaria de Estado da Justiça) apontam que a média gasta para manter um preso em uma unidade prisional do Piauí é de R$ 1.500. Já o valor médio gasto por reeducandos com tornozeleiras está em R$ 9.666 -- sendo que 30 deles estão com tornozeleiras. O valor é quase 17 vezes mais do anunciado pela Sejus, que seria R$ 580 em média por preso.

Em setembro, a Sejus anunciou que 500 equipamentos estavam à disposição da Justiça para readequação de penas de internos do sistema prisional do Piauí, e assim, diminuir a lotação dos presídios piauienses. Porém, os equipamentos foram locados e a Sejus está pagando pelos equipamentos que não estão em uso.

"A Secretaria devia estar pagando pelo valor de equipamento em uso e não pela quantidade disponibilizada. É inadmissível pagar por algo que não está em uso. É dinheiro desperdiçado. Como é que alugam 500 tornozeleiras de uma vez se não existe um planejamento para 500 presos usarem os equipamentos de uma vez, inicialmente?", questionou o presidente do Sinpoljuspi (Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí), Vilobaldo Carvalho.

Os valores pagos com a locação das tornozeleiras e monitoramento dos presos foram questionados pela CGE. Segundo a controladoria, o contrato firmado entre a Sejus e a empresa UE Brasil Tecnologias Ltda - ME foi celebrado de forma emergencial, ou seja, sem processo de licitação e por meio de carta convite, e passou a vigorar em 12 de abril de 2013 com término em 12 de outubro de 2013, porém, neste período, nenhum preso havia usado tornozeleira. O primeiro equipamento foi colocado em um preso no dia 17 de setembro.

A CGE suspeitou de irregularidades no pagamento do aluguel de tornozeleiras depois que constatou que a empresa UE Brasil Tecnologia Ltda – ME venceu um pregão eletrônico realizado pelo Estado do Rio Grande do Sul para fornecimento de equipamento idêntico, pelo valor de R$ 260 por tornozeleira.

A CGE recomendou também alteração do contrato de locação das tornozeleiras para identificar os valores pagos referentes a equipamentos e de prestação de serviços para que a Sejus pague apenas os valores dos equipamentos usados. "A alteração contratual deverá, também, estabelecer que a propriedade dos equipamentos utilizados para implantação do sistema de monitoramento dos apenados passe, ao final do contrato, para o Estado do Piauí, uma vez que o referido contrato não prevê essa possibilidade."

Falhas no sistema
O sindicato criticou a implantação de tornozeleiras eletrônicas, pois para a entidade, os reeducandos são monitorados pela polícia apenas por área e não socialmente, assim podem cometer delitos dentro da área que estão dispostos. "Esses presos que estão indo para as ruas podem voltar a cometer delitos, pois eles não estão sendo monitorados sobre o que estão fazendo e com quem estão convivendo. Eles podem fazer toda logística de um crime dentro de casa, livre do monitoramento que é feito dentro de uma unidade prisional", explicou.

O primeiro preso a ganhar uma tornozeleira eletrônica no Piauí conseguiu, em menos de dois dias, tirar o equipamento e sair livremente pelas ruas de Teresina.

O reeducando Vando Bezerra Gomes, 33, contou que retirou a tornozeleira sem dificuldades porque se sentiu incomodado com o aparelho para dormir. Ele havia sido preso acusado de assalto à mão armada, furto qualificado e arrombamento, e estava ainda na Central de Flagrantes de Teresina quando foi beneficiado com a tornozeleira eletrônica.

Já o reeducando Francisco Robert Mendes, que estava preso na Casa de Custódia, em Teresina, é acusado de cometer assaltos no mesmo dia que saiu da prisão usando a tornozeleira eletrônica. Ele retirou o equipamento e saiu para cometer os delitos no último dia 29. O cinto da tornozeleira foi cortado e abandonado na casa dos pais do reeducando.

Para o sindicato, a implantantação das tornozeleiras eletrônicas não contribuiu para diminuir a superlotação nos sistema prisional do Piauí.

"Não tivemos nenhuma mudança significativa para amenizar a superlotação nos presídios. Se teve o lado positivo, não foi sentido nada até agora com esses presos nas ruas", disse o vice-presidente do Sinpoljuspi, Wellington Rodrigues.

Outro lado
A Sejus justificou que o valor pago por cada tornozeleira -- R$ 580,00 -- que está sendo questionando pela CGE, abrange a mobília e instalação de equipamentos de tecnologia avançada, sistema de internet, instalação de monitores portáteis nos carros da polícia, além de treinamento de pessoal, assistência técnica permanente, que somam o valor de R$ 290 mil mensal.

Sobre a eficácia das tornozeleiras eletrônicas, a Sejus informou que "os presos são monitorados em todo o Estado e na hora da violação, imediatamente a central acusa e a policia é acionada".

A secretaria destacou que apesar do contrato do aluguel das tornozeleiras ter vigorado entre 12 de abril de 2013 com término em 12 de outubro de 2013, a execução dos serviços ocorreu entre os meses de maio e novembro.

Fonte: Com informações do UOL

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


PRF - Vem pro Podium
Vem pro Podium!
PM MA - Vem pro Podium!
Teresina Participativa
Vem pro Podium
PM BA - Vem pro Podium!
PM TO - Vem pro Podium!
Cadastre-se
Últimas Notícias
22h33 Gravação é 'imprestável', diz perito contratado por advogados de Temer 22h09 Janot recorre e volta a pedir ao STF a prisão de Aécio e Rodrigo Loures 22h01 Atentado durante show de Ariana Grande deixa pelo menos 19 mortos 21h26 Agenda social da XVII Assembleia da Academia Piauiense de Mestres Maçons 18h26 Dois casos de violência domestica é registrado em Pimenteiras 18h24 Galácticos estreia goleando no 1º Campeonato Municipal de Futebol em Paes Landim 18h23 105 anos: Ação da Secretaria Municipal de Saúde 18h08 Secretária de Saúde participa do VII congresso do COSENS 18h06 Estado licita projeto estimado em R$ 3,5 milhões para Centro de Eventos 18h04 Elmano Férrer apresenta projeto de Lei para garantir mais rigor em veículos 18h00 Taxista solicita Uber para armar uma 'emboscada' e é atropelado em THE 17h55 Homem sai de hospital antes de receber alta e é vitima de assalto 17h53 Crianças com menos de 1 ano não devem beber suco; saiba motivo! 17h51 Mulher é assassinada a tiros em Dom Expedito Lopes é encontrada as margens de rodovia 17h50 Quanto uma criança pode ver de TV sem ficar obesa? Saiba aqui! 17h50 Reuniões de Firmino com 4 ministros foram canceladas após escândalo 17h48 Polícia Militar foi informada por criadores de abelhas de veiculo de Oeiras 17h47 Prefeito Tomé participa do VII congresso de secretários da saúde 17h44 Caminhão roubado é encontrado depenado no município de Geminiano 17h40 Prefeito Zé Neto participa de congresso da saúde em Teresina 17h39 Celebração religiosa católica reúne dezenas de pessoas em terço 17h32 Prefeito participa do congresso de secretários municipais do PI realizado na Capital 17h32 VII Congresso de Secretários Municipais de Saúde conta com a participação de Jerumenha 17h32 Congresso em Teresina conta com a presença de representante de Bocaina 17h32 Representante de Jaicós marca presença em congresso na capital

Teresina Participativa

Mais Lidas

    Podium - Professores Dir. Constitucional

    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 913

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    Suas ideias podem melhorar Teresina
    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional