180graus

Rebelião em presídio - 02/01/2017 às 15h34

60 mortos em presídio: ‘tinha uma caçamba cheia de pedaços de corpos'






comserv
Antonio das Neves - Peritos Associados

O juiz da Vara de Execuções Criminais do Amazonas, Luís Carlos Valois, comemorava o primeiro dia de 2017 em casa, com a família, quando foi chamado para intervir junto a detentos em um motim no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), em Manaus. Depois de aproximadamente 10 horas, com o término da rebelião, ele se deparou com o saldo aterrador do que havia sido aquela noite no interior do presídio: uma caçamba cheia de braços, pernas e corpos sem cabeça. Muitos deles estavam carbonizados.

O acerto de contas entre presos, que deu origem à matança, deixou pelo menos 60 mortos. Os reféns, funcionários da unidade, foram libertados com vida. “É difícil assimilar o que aconteceu. Sinceramente, nunca vi nada igual. Eu trabalho com Direitos Humanos. Para mim, as cenas eram dantescas”.

Valois contou ter passado a madrugada do lado de fora do presídio, negociando com os presos por rádio. Mas já tinha ideia da gravidade do que estava acontecendo por causa das imagens que começaram a circular por meio do aplicativo whatsapp. “Quando eu cheguei lá, eles já tinham matado quem tinham de matar. Ali (nos celulares) já se viam muitos corpos mutilados. Algo que não tem como não impressionar”.

Ele lembra que no início da negociação, a principal preocupação dos presos era com a manutenção da integridade física deles. “Não queriam que a Polícia de Choque entrasse. Eles haviam cortado uma cerca e invadido o espaço dos presos que cumprem pena no regime semiaberto. Pedi para chamar um preso e começamos a conversar para que a situação não ficasse ainda mais grave”, disse.

O juiz conta que a conversa foi avançando com o decorrer da madrugada. Primeiro os presos voltaram para a área do regime fechado e depois atenderam a uma solicitação para que três reféns fossem soltos. Já pela manhã eles acabaram se entregando.

Foi então que Valois se deparou com o horror do que havia acontecido lá dentro. “Quando eu entrei com o secretário, os corpos já começavam a ser retirados pelo rabecão, para o IML. Muitos deles estavam amontoados no chão. Havia uma caçamba, dessas parecida com as que se usam para a retirada de entulho, repleto de braços, pernas, corpos sem cabeça, corpos queimados…”

Consequências
O juiz pondera que uma das preocupações do governo local é a de que essas mortes acabem provocando um revide, entre as facções criminosas rivais responsáveis pelo motim. E que isso, de alguma maneira, possa se espalhar pelo restante do Brasil. “Sempre houve líder de pavilhão, líder de gangues. Mas o Estado foi legitimando essas facções. Elas acabaram se fortalecendo com isso. Agora, não há como negar que elas existam”, afirma.

Valois conta que como juiz conheceu alguns dos presos que foram mortos. E que numa situação dessas, quem morrem são os menos perigosos. “Meu trabalho é zelar pelo direito dos presos. E o Estado não consegue resguardar esses direitos. Eu não sou responsável pela segurança do presídio ou pela rebelião.”

Fonte: Veja.com

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Preratório PM-PI
Terrazzo Poti
Antônio das Neves - Peritos Associados
Últimas Notícias
08h08 Caminhão carregado de barro capota quando ia para Luís Correia 08h04 Moradora de Canto do Buriti registra B.O notificando a falta de médicos e higiene na cidade 08h01 Melhor Secretário: Rejane 12%, Abreu 8% e Dr Chiquim 5% 08h00 Flamengo x Ponte Preta será realizado no Estádio da Gávea no Rio de Janeiro 07h54 Fábrica de cimento de Fronteiras terá até 60 dias para ser reaberta 07h52 Graciele Lacerda compara o seu corpo atual com o de 20 anos atrás; veja foto 07h43 Plenário da Câmara de Vereadores de Jaicós aprova Moção de Pesar pelo falecimento de professora 07h34 Viatura da Eletrobras capota e tem carro totalmente destruído; suspeita de excesso de velocidade 07h30 Salão de beleza é arrombado no bairro Pedrinhas 07h22 Após reunião com estudantes, Pe. Walmir congela preço da passagem de ônibus para estudantes 07h22 Morre Sargento da PM atropelado e agredido em assalto no Norte do PI 07h13 Juiz eleitoral adia audiência do processo que pede cassação do mandato do Padre Walmir 07h02 Com golaços, Brasil vence Paraguai com 3 a 0 e está na Copa 06h54 Sindicato dos Médicos realizará campanha em Picos 06h43 River se prepara para enfrentar Vitória nas quartas da Copa do Nordeste; veja 06h36 Divulgada retificação de Edital do Concurso para Soldado da PM-PI; confira 06h07 Inscrições para OBMEP 2017 terminam nesta sexta (31); saiba como participar 06h01 População registra B.O. por falta de médicos e higiene em hospital do PI 05h41 Policial é espancado e assaltado ao fazer caminhada às margens de BR 05h34 Idoso é agredido a cadeiradas no Norte do PI; autor seria seu próprio sobrinho 05h23 MPF pede que Justiça mantenha presos operadores de Sérgio Cabral 05h22 Michel Temer diz que governo não está interessado em 'medidas populistas' 05h19 CCJ valida assinaturas de projeto popular das dez medidas anticorrupção 05h19 Mãe pede ajuda para filha de três anos não perder a visão; precisa fazer cirurgia 05h18 Médico piauiense vence concurso cultural de fotografia em São Paulo

Elegante é ter você em nossa companhia!
Tintas e Tonners compatíveis com várias marcas
Antônio das Neves - Peritos Associados

Mais Lidas


    Enquete

    Qual foi o melhor carnaval do Piauí em 2017?

    Total de Votos: 1244

    Válida de 2017-03-02 09:43:00.0 a 2017-03-23

    comserv

    180graus no Instagramno Instagram