180graus

PÕE EM RISCO - 03/09/2012 às 05h42

TSE abre brecha para 'Ficha Suja' ser candidato este ano

Na quinta-feira (30), os ministros do TSE, por unanimidade, aceitaram um recurso

RESERVA HELICONIA
Osório - Ed. Neuton Oliveira
ZAP ZAP DO BETO
CEV
REVISAO FINAL

Uma recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) põe em risco a aplicação da Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10) para casos de reprovação de contas de políticos e gestores públicos. Na avaliação do coordenador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), o juiz eleitoral Márlon Reis, esse é o dispositivo de maior eficácia das novas regras de inelegibilidade previstas na Lei da Ficha Limpa. E a decisão do TSE o coloca seriamente em risco.

Na quinta-feira (30), os ministros do TSE, por unanimidade, aceitaram recurso do candidato a vereador em Foz do Iguaçu (PR) Valdir de Souza (PMDB). Ele foi inicialmente barrado pela Justiça Eleitoral, já que teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) quando presidiu o Conselho Municipal de Esportes e Recreação da cidade.

Na visão dos ministros, ele não poderia ter sido barrado, pois o acórdão do TCE-PR não determinou devolução de recursos ao erário nem multa como punição. Também não fez menção a prejuízos à Administração Pública em decorrência dos empenhos sem dotação orçamentária. A candidatura do peemedebista foi contestada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Com base na alínea G da Lei da Ficha Limpa, o registro dele foi impugnado e, depois, rejeitado. O trecho da norma diz que ficam inelegíveis por oito anos aqueles que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configurem ato doloso de improbidade administrativa. Para o TSE, o caso de Valdir de Souza não se encaixava no disposto na lei, pelo fato de o TCE não ter lhe imposto punição. Para os ministros do TSE, isso demonstraria não ter havido uma intenção dolosa, de realmente prejudicar o erário.

Erro gravíssimo

Para o coordenador do MCCE, Márlon Reis, o TSE cometeu um “erro gravíssimo”. Na visão dele, que é juiz eleitoral no Maranhão, a corte superior está fazendo uma leitura equivocada do que é dolo em matéria eleitoral, confundindo com matéria penal. “Quando o administrador deixa de praticar uma licitação, ele não é negligente, ele pratica uma omissão dolosa. São lições absolutamente primárias de direito eleitoral que o TSE está ignorando”, analisou.

Para Márlon, a prevalecer a decisão do TSE, boa parte das candidaturas que seriam impugnadas sobreviverão, diminuindo enormemente a eficácia da lei. Por causa disso, o MCCE marcou uma reunião emergencial em Brasília para discutir o assunto para a próxima quarta-feira (5). O coletivo de entidades espera que a posição seja revertida por atitude do próprio TSE após “diálogo com a sociedade”. “O TSE teve muitas vezes que amadurecer esse entendimento, o que é normal nos tribunais. Nós esperamos que, a partir de um diálogo com a sociedade, que o próprio TSE reveja esse entendimento”, disse Reis.

No entanto, caso a corte não reveja o entendimento – o que neste momento parece improvável por ter sido uma decisão unânime – é preciso provocar os ministros judicialmente. Ou seja, o Ministério Público Eleitoral precisa apresentar um recurso contra a postura de quinta-feira. Para Márlon, existe a possibilidade de o caso até parar no Supremo Tribunal Federal (STF).

Publicado Por: Allisson Paixão

WX - Village Leste
VAL PRAEIRO HELICONIA
Curta a nossa fanpage
ZAP ZAP DO BETO
VAL PRAEIRO HELICONIA
THREVO PIATZ
Duas cabeças pensam melhor do que uma
Últimas Notícias
19h19 Mais cedo, 'Conexão Repórter' deste domingo é especial sobre Edir Macedo 19h18 Senadores do PI já confirmaram presença na audiência pública sobre Terceirização 19h02 Wolf Maya elogia Bruna Marquezine em 'I Love Paraisópolis': 'Grande trabalho' 18h36 Amanda reencontra Talita e Rafael na festa de aniversário do ex-BBB: 'Saudade' 18h30 River goleia Parnahyba e é campeão do 1º turno do Piauiense; veja fotos! 18h27 Reunião na zona Sul definiu o início da regularização fundiária na região 18h26 Encontro de Cronistas faz homenagem a ex jogadores de Campo Maior 18h18 Paulo Gustavo fala sobre affair: 'Pode dizer que namoro o Thales. Ele é ótimo' 18h15 ESTELIONATÁRIO procurado em todo país é preso no PI 18h12 Governador autoriza imediata recuperação da PI-115 que liga Campo Maior a Castelo 18h12 JUSTIÇA manda suspender prazo de validade de concurso 18h07 Vasco e Palmeiras vencem partidas e ficam perto de levantar o 'caneco' 18h06 Secretário manda cancelar contrato milionário da Sejus com a Norte Sul 18h01 Show de Mumuzinho em Minas Gerais é interrompido após tiroteio e tumulto 17h55 Parado há sete meses, Vermaelen recebe alta e pode estrear no Barça 17h52 Homem é morto após briga com esposa com a própria arma em Campo Maior 17h35 Brasileiro 'rejeita três últimos pedidos' na Indonésia; saiba mais! 17h15 Com um show das amigas, Fofão se despede da Superliga com título 17h13 Homem é esfaqueado e tem a moto incendiada ao pedir respeito em bar 16h53 Provocador, Centurión afirma: 'Entrei no clima dos clássicos brasileiros' 16h48 Após terremoto, Itamaraty diz que fez contato com 54 brasileiros no Nepal 16h41 Prefeitura faz a selecão de jovens para o programa de negócios da Microsoft 16h35 Brasil precisa adaptar 102 CTs para receber paratletas em 2016 16h27 Câmara realiza audiência pública para discutir falta de drenagem na zona Sul 16h26 Avançam as obras de quadra esportiva em Miguel Leão
Curta a nossa fanpage
ZAP ZAP DO BETO
Duas cabeças pensam melhor do que uma

Mais Lidas

    VAL PRAEIRO HELICONIA

    Enquete

    Para você, no âmbito do Executivo, qual o pior nível de administração?

    Total de Votos: 126

    Válida de 25/04/2015 a 02/05/2015

    ZAP ZAP DO BETO
    THREVO POETIC
    VAL PRAEIRO
    Duas cabeças pensam melhor do que uma
    Curta a nossa fanpage

    180graus no Instagramno Instagram

    WX - Village Leste
    THREVO POETIC
    VAL PRAEIRO HELICONIA