180graus

PÕE EM RISCO - 03/09/2012 às 05h42

TSE abre brecha para 'Ficha Suja' ser candidato este ano

Na quinta-feira (30), os ministros do TSE, por unanimidade, aceitaram um recurso

Kangaco
Casa do Cartucho
Vestibular

Uma recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) põe em risco a aplicação da Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10) para casos de reprovação de contas de políticos e gestores públicos. Na avaliação do coordenador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), o juiz eleitoral Márlon Reis, esse é o dispositivo de maior eficácia das novas regras de inelegibilidade previstas na Lei da Ficha Limpa. E a decisão do TSE o coloca seriamente em risco.

Na quinta-feira (30), os ministros do TSE, por unanimidade, aceitaram recurso do candidato a vereador em Foz do Iguaçu (PR) Valdir de Souza (PMDB). Ele foi inicialmente barrado pela Justiça Eleitoral, já que teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) quando presidiu o Conselho Municipal de Esportes e Recreação da cidade.

Na visão dos ministros, ele não poderia ter sido barrado, pois o acórdão do TCE-PR não determinou devolução de recursos ao erário nem multa como punição. Também não fez menção a prejuízos à Administração Pública em decorrência dos empenhos sem dotação orçamentária. A candidatura do peemedebista foi contestada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Com base na alínea G da Lei da Ficha Limpa, o registro dele foi impugnado e, depois, rejeitado. O trecho da norma diz que ficam inelegíveis por oito anos aqueles que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configurem ato doloso de improbidade administrativa. Para o TSE, o caso de Valdir de Souza não se encaixava no disposto na lei, pelo fato de o TCE não ter lhe imposto punição. Para os ministros do TSE, isso demonstraria não ter havido uma intenção dolosa, de realmente prejudicar o erário.

Erro gravíssimo

Para o coordenador do MCCE, Márlon Reis, o TSE cometeu um “erro gravíssimo”. Na visão dele, que é juiz eleitoral no Maranhão, a corte superior está fazendo uma leitura equivocada do que é dolo em matéria eleitoral, confundindo com matéria penal. “Quando o administrador deixa de praticar uma licitação, ele não é negligente, ele pratica uma omissão dolosa. São lições absolutamente primárias de direito eleitoral que o TSE está ignorando”, analisou.

Para Márlon, a prevalecer a decisão do TSE, boa parte das candidaturas que seriam impugnadas sobreviverão, diminuindo enormemente a eficácia da lei. Por causa disso, o MCCE marcou uma reunião emergencial em Brasília para discutir o assunto para a próxima quarta-feira (5). O coletivo de entidades espera que a posição seja revertida por atitude do próprio TSE após “diálogo com a sociedade”. “O TSE teve muitas vezes que amadurecer esse entendimento, o que é normal nos tribunais. Nós esperamos que, a partir de um diálogo com a sociedade, que o próprio TSE reveja esse entendimento”, disse Reis.

No entanto, caso a corte não reveja o entendimento – o que neste momento parece improvável por ter sido uma decisão unânime – é preciso provocar os ministros judicialmente. Ou seja, o Ministério Público Eleitoral precisa apresentar um recurso contra a postura de quinta-feira. Para Márlon, existe a possibilidade de o caso até parar no Supremo Tribunal Federal (STF).

Publicado Por: Allisson Paixão

Últimas Notícias
12h19 Veja cinco motivos para não dizer que é perfeccionista durante a entrevista 12h17 Caminhão tomba na PI 143 em Jacobina do Piauí 12h12 Marcelo Tavares denuncia licitação abusiva e pede convocação de secretário da Sejap 12h07 Unidade Móvel do Viva Cidadão chega ao Maiobão 12h02 SBEC Realiza reunião para discutir O IV Congresso Brasileiro De Estudos Sobre O Cangaço 12h00 Chega no PI o corpo do jovem que foi assassinado em um bar no Pará 11h50 Micro-ônibus capota com 12 pessoas quando vinha de Cabeceiras para Teresina 11h49 Prefeito Capote garante participação de Barras em Feira de Empreendedorismo do SEBRAE 11h48 Micro-ônibus capota e deixa vítimas com ferimentos; foram para o HUT 11h32 Sefaz- PI lança edital para Analista do Tesouro e Auditor Fiscal; confira 11h29 Município de Ribamar recebe etapa do projeto “Pró-Catadores” 11h27 Justiça em Cururupu determina que PM reforce fiscalização de trânsito na comarca 11h27 Peso e medidas dos Hipertensos e Diabéticos no Bairro Bela Vista 11h09 Prefeito Capote dará festa aos professores 10h59 Outubro rosa na cidade de Miguel Alves reuniu dezenas de mulheres 10h58 Jennifer Lopez supera Britney Spears em contrato de US$ 350 mil por show 10h55 Amarante começa a conhecer um novo artista - Francisco Nunes é o artista revelação 10h54 SEBRAE ministra curso sobre licitação em Avelino Lopes 10h52 Aulas de capoeira auxiliam na educação de crianças e jovens de Agricolândia 10h45 Sheila Mello dorme juntinho com a filha no berço e posta foto em rede social 10h45 Justa homenagem ao presidente da Hapvida 10h37 Filho de Eike Batista, Olin Batista está namorando modelo de Santa Catarina 10h36 Fernanda Lima também rejeita convite para comandar o novo 'Vídeo Show' 10h35 Produção do 'BBB15' começa a sondar participantes das edições anteriores 10h35 Votação sobre contratação de OSCIP para gerir a saúde de Teresina é adiada
TRE

Enquete

Na sua opinião, dos novos deputados estaduais eleitos, qual realizará o melhor trabalho?

Total de Votos: 401

Válida de 21/10/2014 a 28/10/2014

Mais lidas

    180graus no Instagramno Instagram