180graus

PÕE EM RISCO - 03/09/2012 às 05h42

TSE abre brecha para 'Ficha Suja' ser candidato este ano

Na quinta-feira (30), os ministros do TSE, por unanimidade, aceitaram um recurso

comserv
Você no controle do Processo
Maria Brasileira - Limpeza e cuidados

Uma recente decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) põe em risco a aplicação da Lei da Ficha Limpa (Lei Complementar 135/10) para casos de reprovação de contas de políticos e gestores públicos. Na avaliação do coordenador do Movimento de Combate à Corrupção Eleitoral (MCCE), o juiz eleitoral Márlon Reis, esse é o dispositivo de maior eficácia das novas regras de inelegibilidade previstas na Lei da Ficha Limpa. E a decisão do TSE o coloca seriamente em risco.

Na quinta-feira (30), os ministros do TSE, por unanimidade, aceitaram recurso do candidato a vereador em Foz do Iguaçu (PR) Valdir de Souza (PMDB). Ele foi inicialmente barrado pela Justiça Eleitoral, já que teve suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) quando presidiu o Conselho Municipal de Esportes e Recreação da cidade.

Na visão dos ministros, ele não poderia ter sido barrado, pois o acórdão do TCE-PR não determinou devolução de recursos ao erário nem multa como punição. Também não fez menção a prejuízos à Administração Pública em decorrência dos empenhos sem dotação orçamentária. A candidatura do peemedebista foi contestada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE).

Com base na alínea G da Lei da Ficha Limpa, o registro dele foi impugnado e, depois, rejeitado. O trecho da norma diz que ficam inelegíveis por oito anos aqueles que tiverem suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável que configurem ato doloso de improbidade administrativa. Para o TSE, o caso de Valdir de Souza não se encaixava no disposto na lei, pelo fato de o TCE não ter lhe imposto punição. Para os ministros do TSE, isso demonstraria não ter havido uma intenção dolosa, de realmente prejudicar o erário.

Erro gravíssimo

Para o coordenador do MCCE, Márlon Reis, o TSE cometeu um “erro gravíssimo”. Na visão dele, que é juiz eleitoral no Maranhão, a corte superior está fazendo uma leitura equivocada do que é dolo em matéria eleitoral, confundindo com matéria penal. “Quando o administrador deixa de praticar uma licitação, ele não é negligente, ele pratica uma omissão dolosa. São lições absolutamente primárias de direito eleitoral que o TSE está ignorando”, analisou.

Para Márlon, a prevalecer a decisão do TSE, boa parte das candidaturas que seriam impugnadas sobreviverão, diminuindo enormemente a eficácia da lei. Por causa disso, o MCCE marcou uma reunião emergencial em Brasília para discutir o assunto para a próxima quarta-feira (5). O coletivo de entidades espera que a posição seja revertida por atitude do próprio TSE após “diálogo com a sociedade”. “O TSE teve muitas vezes que amadurecer esse entendimento, o que é normal nos tribunais. Nós esperamos que, a partir de um diálogo com a sociedade, que o próprio TSE reveja esse entendimento”, disse Reis.

No entanto, caso a corte não reveja o entendimento – o que neste momento parece improvável por ter sido uma decisão unânime – é preciso provocar os ministros judicialmente. Ou seja, o Ministério Público Eleitoral precisa apresentar um recurso contra a postura de quinta-feira. Para Márlon, existe a possibilidade de o caso até parar no Supremo Tribunal Federal (STF).

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Matemática e Raciocínio Lógico no Podium
Informática p/ concursos
Agente PRF
Quer mudar de vida?
Matemática Básica
Aulão beneficente para carreira administrativa
Casa do Cartucho
Informática Cespe/UNB
Agente PF
Últimas Notícias
18h25 Campanha Agosto Dourado é realizada em Pimenteiras 18h24 Perícia vai apontar se planta causou a morte de cinco crianças no Piauí 18h22 Continuação 18h20 Secretaria de Assistência Social realiza palestra sobre trânsito 18h18 Quinta, 17 de agosto, na Bahia, começa a viagem do ex-presidente Lula pelo nordeste brasileiro 18h15 Programa Hiperdia realiza atividades em Pimenteiras 18h14 Velocross está confirmado na programação do aniversário de 60 anos de Landri Sales 17h53 Estado Islâmico assume autoria do atentado em Barcelona 17h52 TV Picos é alvo de furto 17h48 Piauiense é destaque na Amazônia por falar vários 'idiomas' da natureza 17h43 Prefeita participa de encontro com prefeitos e governador na APPM 17h40 Prefeito em exercício de Nossa Sra. de Nazaré participou do 'Dialogo Municipalista' 17h31 Santuário lança programação da Festa da Exaltação da Santa Cruz dos Milagres 17h25 Polícia Rodoviária Federal apreende três animais silvestres em Teresina 17h25 Santuário lança programação da Festa da Exaltação da Santa Cruz 17h23 Giovanna Ewbank faz elogio a modelo Gisele Bundchen em evento de moda 17h23 Residencial e Loteamento Vale do Amanhecer 17h23 Fazenda Maravilha com apoio do prefeito realizará Bolão de Vaquejada com premiação de R$ 3 mil 17h18 HBO sofre novo ataque, dessa vez no Twitter e no Facebook 17h11 Decisão do STF sobre impeachment de Temer sai até próxima semana 17h11 Dado Dolabella é preso por não pagar pensão alimentícia 17h10 Formatura tem briga generalizada após 'guaraná' ser servido como espumante 17h09 Prefeito participa de palestras na APPM sobre saúde pública na presença do governador do estado 17h04 Solenidade de Encerramento do Primeiro Curso de Força Tática da 6° Companhia Independente/2017 17h03 Saúde lança edital para a seleção de instrutores; veja os locais de vagas!

Carreira administrativa
Informática p/ concursos
Matemática Básica

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Cespe/UNB
    Raciocício Lógico
    Cespe/UNB
    Vem pro Podium!
    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram