Política

Último lugar no país · 28/06/2013 - 07h06

TJ julgou apenas 4,81% dos processos envolvendo casos de corrupção no PI

Ranking foi divulgado após Senado aprovar projeto que torna a prática de corrupção em crime hediondo


Compartilhar Tweet 1



Mais uma vez, o TJ/PI-Tribunal de Justiça do Piauí aparece em último lugar no ranking do CNJ-Conselho Nacional de Justiça  no cumprimento da Meta 18, que prevê o julgamento de todos os casos de corrupção no estado. A notícia deixa em alerta o judiciário e a população piauiense já que a principal reivindicação das manifestações dos últimos dias é justamente o combate a corrupção.

Até o momento, apenas 4,81% dos processos que envolvem casos de corrupção no estado foram julgados. Essa semana, o Senado aprovou projeto de lei que torna a corrupção um crime hediondo, resultado da pressão sofrida com as manifestações nas ruas.

O Tribunal Regional Federal da primeira região, que inclui 14 unidades da Federação obteve o segundo pior ranking estabelecido pelo CNJ, com apenas 34,29% dos processos julgados. O presidente do STF-Supremo Tribunal de Justiça, ministro Joaquim Barbosa, irá encaminhar ofício aos presidentes dos tribunais sobre os resultados da Meta 18.

Caso seja constatada negligência por parte dos Tribunais, eles poderão responder a processo disciplinar junto á Corregedoria Nacional de Justiça. A informação é destaque na edição desta sexta-feira (28/06) do Jornal O DIA.