Política

Concorrerá uma vaga no Senado · 14/03/2014 - 09h15

AGORA É OFICIAL: Wilsão sai do Governo e Zé Filho assume

SAIBA COMO SERÁ A TRANSIÇÃO: Wilson Brandão confirma; vice se reúne com equipe


Compartilhar Tweet 1



Não restam mais dúvidas sobre a saída do governador Wilson Martins (PSB) do cargo para concorrer a uma vaga no Senado. E quem garante é o secretário de Governo, Wilson Brandão, considerado braço direito de Wilsão. Ele oficializa a saída, que deve acontecer em 4 de abril, e ainda afirma que irá coordenar a equipe de transição montada pelo vice-governador Zé Filho (PMDB). Garante que a saída é apenas questão de tempo.

Wilson Brandão afirma que o governador já conversou com aliados próximos sobre sua saída do cargo. “O governador nos chamou para conversar e nós vamos participar desse processo de transição. Resta esperar o anuncio da saída dele que deve ser feito até o dia 5 de abril. Isso agora é uma questão de tempo. Com o retorno do vice- governador uma reunião deve ocorrer nos próximos dias”, declarou.

Outro secretário de Wilsão que também confirmou a saída do governador é Átila Lira (PSB), da pasta de Educação. “O governador fez vários encontros com o PSB e disse que irá se afastar e já existe uma equipe de transição trabalhando. Ele falou que o Zé Filho irá entrar e o espaço do PSB deverá ser reduzido”, disse.

Átila afirma que o PSB está se preparando para perder algumas pastas no novo governo do PMDB. Ele nega que irá indicar um nome para substituí-lo na secretaria de Educação. “Não vamos fazer essa indicação. Isso é de competência do novo governador. O PSB não faz esse tipo de exigência”, comentou.

MARCELO DIZ QUE NÃO É MAIS SEGREDO
O deputado Marcelo Castro (PMDB), pré-candidato ao Governo do Estado, também confirmou a saída de Wilson Martins. “Não é mais segredo para ninguém que o governador irá deixar o Governo em abril. Ele será candidato ao Senado na nossa chapa. Tenho dito isso desde aquela reunião na casa dele quando meu nome foi colocado como pré-candidato”, disse.

FALTA APENAS O PRÓPRIO WILSÃO ANUNCIAR
O único a não confirma a saída é o próprio governador, mas tem dado sinais sobre isso ao afirmar que para ser um bom senador é preciso ter experiência no Executivo. Wilsão tem uma agenda extensa de inauguração de obras até abril pelos 224 municípios do Piauí. “Esse não é o momento para falar de saída, mas sim, continuar nosso trabalho de desenvolvimento deste Estado”, declarou. Mas o próprio Wilsão diz que a possibilidade de sair é cada vez maior. Antes ele dizia que era 50% de chances pra não sair.

RETORNO DO VICE ZÉ FILHO ACELERA TRANSIÇÃO
Para completar o clima de saída de WIlsão, o vice-governador Zé Filho (PMDB) chegou na noite desta quinta-feira, após passar por uma bateria de exames em São Paulo (SP). Com problemas de saúde, após a cirurgia que fez na perna, ele ainda está sob observação médica. Mas fez uma reunião, na presença do prefeito de Teresina, que tornou-se seu amigo quando foram deputados estaduais juntos, Firmino Filho (PSDB), com aqueles que devem ser seus secretários após a saída de Wilson Martins. Ele já recebeu o sinal do governador que vai assumir. Entre eles, Freitas Neto, que deve ser seu secretário estadual de Governo, e Deolindo Aguiar, secretário estadual de Comunicação.