180graus

Após decisão em ação do Piauí - 12/11/2016 às 11h51

Repatriação: 18 estados que podem receber parte da multa, diz ministra

A ministra Rosa Weber acatou o pedido feito em conjunto pelos governadores

Maria Brasileira - Limpeza e cuidados
Semana da Enfermagem
Você no controle do Processo
Venha para o Hotel Delta em Parnaíba
Cadastre-se





A decisão provisória do Supremo Tribunal Federal (STF) que determina que o governo federal pague aos estados do Piauí e Pernambuco o valor das multas cobradas com a Lei da Repatriação (destinada à regularização de ativos do exterior não declarados à Receita Federal) foi estendida para mais 16 unidades federativas – Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Santa Catarina, Roraima, Pará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Tocantins. A ministra Rosa Weber acatou o pedido feito em conjunto pelos governadores que querem uma fatia maior dos recursos arrecadados pela União.

Os estados e municípios já recebem parte do percentual de 15% de Imposto de Renda (IR) pago por contribuintes que, em troca de anistia, declararam os valores mantidos em contas no exterior. O valor da distribuição, feita de acordo com critérios definidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU), alcançou R$ 4,02 bilhões (21,5% dos R$ 46,8 bilhões arrecadados). Mas governadores já haviam sinalizado que iriam em busca de parcela da multa.

Além do Imposto de Renda, a regularização dos recursos exige pagamento de 15% em multa. O argumento das administrações estaduais é o de que a partilha desse recurso está prevista tanto na Constituição como no Artigo 163 do Código Tributário Nacional. A decisão da ministra Rosa Weber ainda depende de um aval do plenário do STF.

Prorrogação
Paralelamente à possível mudança nas regras da partilha, o Senado já estuda um novo projeto de lei para reabrir o prazo de repatriação de ativos, encerrado em 31 de outubro. Inicialmente, a proposta apresentada pelo presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), é de um prazo que de até 90 dias a partir da sanção da matéria. Mas esse limite será discutido com a Câmara para que haja consenso.

rosaweber.jpeg

A principal diferença, principalmente do ponto de vista dos governos, é que nessa segunda oportunidade de regularização, as alíquotas cobradas em troca da anistia serão maiores. Tanto a parcela cobrada sobre o IR quanto sobre a multa passariam de 15% para 17,5% cada, somando 35% de taxação total sobre o recurso a ser regularizado.

Governadores que têm acompanhado a negociação em torno do novo prazo querem que o impasse sobre as multas seja solucionado já na tramitação do projeto. Esta semana, o governador de Goiás, Marconi Perillo, pediu apoio do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e chegou a afirmar, depois do encontro, que há um compromisso da pasta em garantir a partilha da multa no novo programa de repatriação. A decisão do STF pode contribuir para o pleito dos estados.

Fonte: Agência Brasil

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Teresina Participativa
Vem pro Podium
Vem pro Podium
PM TO - Vem pro Podium!
Cadastre-se
Vem pro Podium
PM BA - Vem pro Podium!
Últimas Notícias
22h48 Em comemoração ao dia 18 de maio foi realizada caminhada e palestra 22h06 Homem é preso acusado de estuprar a própria filha de apenas 12 anos 21h53 Primeiro Esquenta da Escola São João Batista 21h49 Ação da Campanha Maio Amarelo 21h43 O Sonho da Casa Própria está Chegando em São João dos Patos 20h22 Cocal participa de oficina sobre a Planificação da Atenção à Saúde 19h08 Prefeito entrega cestas Básicas de alimentos arrecadados durante os jogos do Campeonato Municipal 18h57 Confira fotos do 1º dia de EXPOEIRAS com Aviões do Forró 17h49 Empresário denuncia direcionamento em licitação no Piauí 17h38 Janot pede ao STF autorização para ouvir Michel Temer em depoimento 17h27 Menina arrastada por leão-marinho foi infectada por bactéria mortal 17h17 Finalista pela Copa do Brasil, técnico 'Papoca' valoriza o Flamengo sub-20 17h13 Senadores Gleisi e Lindberg reafirmam necessidade do Brasil trilhar pelo caminho das Diretas Já 17h10 Jogos escolares: campeões de atletismo são exemplos em suas escolas 17h06 W.Dias acompanha Padilha, Gleisi e Lindbergh Farias em visita ao CEIR 17h02 MEC faz parceria para oferecer cursos técnicos online 17h01 Atendimento a vítimas de arma de fogo e branca aumenta mais de 30% no HUT 17h00 Poste de energia prestes a cair, preocupa barrenses 17h00 Chuvas devem continuar para o município de Barras e região 17h00 Fiéis se preparam para cumprir Agenda Paroquial em Batalha 16h52 Ex-delegado de Castelo do Piauí pode ser indicado para assumir a futura pasta da Segurança Pública 16h48 Vereadora solicita emenda para assegurar recursos para São João em Jaicós 16h48 Alguns bairros na cidade de Campo Maior ficarão sem energia elétrica neste sábado 16h41 Caminhão atropela pedestres e por pouco não cai de ponte em Parnaíba 16h39 Festa das mães é realizada na cidade de Patos do Piauí

Teresina Participativa
Vem pro Podium
Vem pro Podium

Mais Lidas

    Podium - Professores Dir. Constitucional

    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 913

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    Suas ideias podem melhorar Teresina
    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional