180graus

E a polêmica continua - 17/02/2017 às 12h51

Psol recorre de decisão do STF que manteve nomeação de Moreira Franco

Para o Psol, o objetivo real da nomeação seria livrar Moreira Franco de eventuais investigações

Você no controle do Processo
Podium - Aulas Exclusivas
Podium PC-MA





O Psol entrou nesta sexta-feira (17) com um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do ministro Celso de Mello em que ele manteve Moreira Franco no cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República.

Na última terça-feira (14), Mello negou um pedido de liminar feito pelo partido de oposição ao governo para que o STF barrasse a nomeação. Um dia depois, o ministro afirmou que, se houvesse recurso, deveria levar o caso ao plenário da Corte. Não há prazo para que isso seja feito.

Para o Psol, o objetivo real da nomeação seria livrar Moreira Franco de eventuais investigações da Lava Jato na primeira instância da Justiça Federal em Curitiba, após ter sido citado na delação premiada de um ex-executivo da Odebrecht. Isso porque ministros só podem ser indiciados e investigados pelo STF.

Ao negar a liminar, Mello entendeu que a mera nomeação de alguém para o cargo de ministro de Estado não pode ser encarada como um fato de obstrução da Justiça e destacou que a prerrogativa de foro privilegiado é uma consequência da nomeação.

Agravo
No recurso apresentado nesta sexta-feira (17), um agravo regimental, o Psol argumenta que Celso de Mello analisou o desvio de finalidade da nomeação, mas não considerou o que teria sido um desvio de moralidade na Administração Pública ligado à posse de Moreira Franco.

A Advocacia-Geral da União (AGU) defende a nomeação de Moreira Franco e afirma que o envolvimento dele com a Lava Jato são “ilações”, uma vez que a delação premiada em que Moreira Franco teria sido citado encontra-se em segredo de Justiça e não pesa contra ele nenhuma investigação no âmbito da operação.

O Psol cita também o posicionamento do ministro do Supremo Luiz Roberto Barroso que ontem (17) encaminhou ao plenário do STF uma proposta de redução do foro por prerrogativa de função através de uma reinterpretação da Constituição.

Em um despacho enviado aos colegas de Corte, Barroso argumentou que o foro privilegiado, conforme descrito na Constituição, diria respeito somente a atos cometidos enquanto no exercício do cargo. “O foro por prerrogativa é causa frequente de impunidade”, afirmou o ministro.

(Com informações da Agência Brasil)

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Podium PC-MA
Podium PMPI
Terrazzo Poti
Últimas Notícias
13h20 Deputado Estadual Firmino Paulo marca presença no aniversário de 25º de Lagoa Alegre 12h53 Deputado Ziza Carvalho participa das comemorações do aniversário de Lagoa do Barro do PI 12h17 Dois jogos sofreram mudanças para a 3ª rodada do Brasileirão Série A; veja 12h15 Idoso fica gravemente ferido após ser atropelado em faixa de pedestre 12h09 Flamengo encerra a preparação para a primeira partida da decisão do Carioca 12h05 Dia 29 de Abril, aniversário de Colônia do Gurguéia 11h48 Cantor e compositor Belchior morre aos 70 anos; causa é desconhecida 11h39 Venezuela:Papa quer o fim da violência e pede respeito aos direitos humanos 11h33 Prefeitura organiza várias tendas com serviços gratuitos ao povo de Fartura do Piauí 11h23 Viatura da PRF perde o controle em curva e cai em barranco na BR-343 11h18 Gilmar Mendes solta o empresário Eike Batista mas ficará em prisão domiciliar 11h15 Conheça o melhor hotel da região de Fartura do Piauí, Hotel da Teresa 11h08 Nintendo cancelou a produção do console ‘NES Classic Edition’ 11h00 THE: PT define neste domingo 2º turno da eleição para presidente de diretório 10h56 Zac Efron e Dwayne Johnson participarão do filme ‘Baywatch’ 10h54 Ladrões arrombam e fazem limpa em igreja evangélica de município do PI 10h51 Pousada Casa Nova em União trás muito mais conforto e qualidade para seus clientes 10h47 Capcom promete lançar 'grande game' até março de 2018; veja os prováveis 10h41 Prefeitura vai gastar mais de R$800 mil com pneus e serviços de 'alinhamento' 10h28 Tornados em estado do Texas deixam cinco pessoas mortas e várias feridas 10h27 Nota de Pesar da Prefeitura Municipal de Pimenteiras 10h24 Poder Legislativo Municipal: Nota de Pesar 10h21 Chefe da Agespisa de Pimenteiras morre em acidente 10h15 Wellington Dias inaugura em município no interior do PI, escola padrão 'FNDE' 10h04 Prefeitura de Cocal compra mais R$ 100 mil em medicamentos para atender população

Podium - Aulas exclusivas

Mais Lidas


    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 909

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    180graus no Instagramno Instagram