180graus

''Distritão” - 25/05/2015 às 20h50

Plenário da Câmara vai analisar reforma política a partir desta terça-feira

Caso o “distritão” consiga o apoio de 308 deputados, o Plenário passará para o próximo tema

Você no controle do Processo
Venha para o Hotel Delta em Parnaíba





O Plenário da Câmara dos Deputados dedicará todas as sessões deliberativas desta semana - de terça-feira (26/05) a quinta-feira (28/05) - para a discussão e votação da reforma política (PECs 182/07 e outras). Hoje uma reunião de líderes partidários, às 18 horas, no gabinete da Presidência, vai definir os procedimentos para a votação da matéria, que deverá ser analisada por partes.

Segundo o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os temas poderão seguir a seguinte ordem: sistema eleitoral; financiamento de campanhas; proibição ou não da reeleição; duração dos mandatos de cargos eletivos; coincidência de mandatos; cota de 30% para as mulheres; fim da coligação proporcional; e cláusula de barreira.

Se prevalecer essa ordem, o Plenário analisará primeiro o chamado “distritão”, modelo que acaba com o atual sistema proporcional para eleição de deputados e vereadores e determina a eleição dos mais votados pelo sistema majoritário.

Caso o “distritão” consiga o apoio de 308 deputados, o Plenário passará para o próximo tema, o financiamento. Do contrário, o Plenário discutirá uma outra opção de sistema, o distrital misto, em que parte das vagas será preenchida pelo sistema proporcional e o restante pelo sistema majoritário. Se esse tema perder, será analisado então o sistema de listas partidárias. E se os três modelos forem rejeitados, mantém-se o atual.

O texto dependerá de emendas aglutinativas que poderão ser apresentadas ao longo da votação. Essas emendas surgem do aproveitamento de emendas apresentadas ao texto original e parte ou não do texto, resultando em nova redação que contenha relação com as emendas usadas como suporte.

Votação na comissão
A votação da PEC 182/07 na comissão especial está marcada para segunda-feira, às 14 horas. Se a votação não ocorrer com celeridade, até a manhã de terça-feira, existe ainda a possibilidade de o presidente da Câmara avocar a matéria para votação diretamente no Plenário.

Mandatos
De acordo com o parecer do relator da reforma política, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), todos os mandatos terão a duração de cinco anos, contra os quatro atuais. Pela proposta, os cinco anos valeriam ainda para os senadores a partir de 2027. O aumento do mandato está vinculado à ideia do fim da reeleição, exceto para os mandatos dos Legislativos municipais, estaduais, distrital e federal.

Para a transição do tempo de mandato coincidir com as eleições gerais unificadas em um único ano, os senadores eleitos em 2018 terão mandatos de nove anos. Atualmente, eles têm mandatos de oito anos.

Conforme o substitutivo do relator, o presidente da República, os governadores e os deputados eleitos em 2018 terão mandatos de quatro anos. Já os prefeitos e vereadores eleitos em 2016 terão mandatos de seis anos. Assim, pela proposta, a partir de 2022, todos os mandatos passarão a ser de cinco anos, com exceção dos senadores, para os quais a regra valerá a partir da eleição seguinte.

Cláusula de desempenho
Quanto à cláusula de desempenho, o relator prevê uma transição nas duas próximas eleições – 2018 e 2022.

Pelo texto, somente a partir de 2027 valerá por inteiro a cláusula de desempenho partidário, pela qual só terão direito a recursos do Fundo Partidário e acesso gratuito ao rádio e à televisão os partidos com representação no Congresso Nacional que obtiverem no mínimo 2% dos votos apurados, distribuídos em pelo menos 1/3 dos estados, com, no mínimo, 1% do total em cada um deles.

Em 2018, terão acesso a recursos do Fundo Partidário e acesso gratuito ao rádio e à TV os partidos com representação no Congresso.

Em 2022, só terão direito a recursos do Fundo Partidário e acesso gratuito ao rádio e à TV os partidos com representação no Congresso que obtiverem, no mínimo, 1% dos votos apurados.

Congresso
Para as 19 horas desta terça, está marcada sessão do Congresso Nacional para analisar cinco vetos presidenciais a projetos de lei. Entre os vetos que devem ser votados está o dispositivo relacionado à lei que restringe a fusão de partidos (13.107/15).

Congresso analisa vetos ao Orçamento, ao novo CPC e à fusão de partidos
O trecho vetado da lei concedia prazo de 30 dias para os parlamentares mudarem para um partido criado por meio de fusão, sem a punição de perda do mandato. A presidente Dilma Rousseff argumentou que o texto daria aos partidos resultantes de fusão o mesmo caráter de partidos novos.

Fonte: Com informações da Camara Federal

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Informática p/ Concurso
Matemática Básica
Mestrado | Vem pro Podium
Informática para concursos
Matemática e Raciocínio Lógico
Vem pro Podium
Últimas Notícias
21h22 Pedreiro despenca de torre em construção e morre no litoral do PI 19h21 Idoso cai de bicicleta e morre ao ser atropelado por caminhão em Piripiri 19h07 A Equipe futsal de Eliseu Martins participa do torneio de férias na cidade do Rio Grande do Piauí 19h02 Em Alto Longá, Vivo lança 4G e mantém liderança no mercado nacional 17h50 Polícia Federal já pode retomar emissão de passaportes 17h46 Provas para candidatos surdos do Enem já estão sendo produzidas 17h42 Capacitação para profissionais de atendimento socioassistencial em Floriano 17h42 Em rodovia no Ceará, placa sinaliza o perigo: 'poste a 100 metros' 17h39 Prefeitura realiza manutenção em praça para adequá-la para Festival Cultural 17h36 Ônibus pega fogo na BR-343 e fica completamente destruído 17h34 Teresina tem quase mil leitos em rede de hospedagem, aponta IBGE 17h32 Aparelho deverá coibir poluição sonora nos festejos em Demerval Lobão 17h21 Município de Demerval Lobão recebeu decibelímetro para ser usado nos festejos 17h13 Prefeitura de Caracol faz seletivo com 97 vagas 17h12 Ana Maria Braga confunde casca de madeira com barata gigante e agita a web 17h09 Miss Piauí sonha em abrir um salão especializado em cabelo cacheado 17h09 Prefeitura e secretaria de Simões promovem baile dos idosos 17h03 Domingos Mourão vai receber 1.500 m de asfalto urbano nas vias da cidade 17h01 Fies abre 75 mil vagas para o segundo semestre; inscrições iniciam terça (25) 16h52 Juliana Paes bate cabelo e recria vídeo que bombou na web; Confira vídeo 16h49 Bandas nacionais vão movimentar a Festa da Melancia em Jatobá do Piauí 16h40 PRF apreende maconha escondida na carroceria de veículo no interior do PI 16h31 Município de Lagoinha do PI receberá obras de pavimentação asfáltica 16h30 1ª etapa do C. Brasileiro de Basquete 3x3 está sendo disputada em Brasília 16h17 Ministro cochila várias vezes durante discurso de Temer em Conferência

Informática para concurso
Matemática Básica
Podium
Mestrado | Vem pro Podium!

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Raciocínio Lógico
    Polícia Civil
    Podium - Professor Atualidades
    Podium
    Polícia Civil

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional