180graus

''Distritão” - 25/05/2015 às 20h50

Plenário da Câmara vai analisar reforma política a partir desta terça-feira

Caso o “distritão” consiga o apoio de 308 deputados, o Plenário passará para o próximo tema

Vem pro Podium
Venha para o Hotel Delta em Parnaíba
Vem pro Podium!
Maria Brasileira - Limpeza e cuidados
Cadastre-se
Vem pro Podium!
Você no controle do Processo
Semana da Enfermagem





O Plenário da Câmara dos Deputados dedicará todas as sessões deliberativas desta semana - de terça-feira (26/05) a quinta-feira (28/05) - para a discussão e votação da reforma política (PECs 182/07 e outras). Hoje uma reunião de líderes partidários, às 18 horas, no gabinete da Presidência, vai definir os procedimentos para a votação da matéria, que deverá ser analisada por partes.

Segundo o presidente da Câmara, Eduardo Cunha, os temas poderão seguir a seguinte ordem: sistema eleitoral; financiamento de campanhas; proibição ou não da reeleição; duração dos mandatos de cargos eletivos; coincidência de mandatos; cota de 30% para as mulheres; fim da coligação proporcional; e cláusula de barreira.

Se prevalecer essa ordem, o Plenário analisará primeiro o chamado “distritão”, modelo que acaba com o atual sistema proporcional para eleição de deputados e vereadores e determina a eleição dos mais votados pelo sistema majoritário.

Caso o “distritão” consiga o apoio de 308 deputados, o Plenário passará para o próximo tema, o financiamento. Do contrário, o Plenário discutirá uma outra opção de sistema, o distrital misto, em que parte das vagas será preenchida pelo sistema proporcional e o restante pelo sistema majoritário. Se esse tema perder, será analisado então o sistema de listas partidárias. E se os três modelos forem rejeitados, mantém-se o atual.

O texto dependerá de emendas aglutinativas que poderão ser apresentadas ao longo da votação. Essas emendas surgem do aproveitamento de emendas apresentadas ao texto original e parte ou não do texto, resultando em nova redação que contenha relação com as emendas usadas como suporte.

Votação na comissão
A votação da PEC 182/07 na comissão especial está marcada para segunda-feira, às 14 horas. Se a votação não ocorrer com celeridade, até a manhã de terça-feira, existe ainda a possibilidade de o presidente da Câmara avocar a matéria para votação diretamente no Plenário.

Mandatos
De acordo com o parecer do relator da reforma política, deputado Marcelo Castro (PMDB-PI), todos os mandatos terão a duração de cinco anos, contra os quatro atuais. Pela proposta, os cinco anos valeriam ainda para os senadores a partir de 2027. O aumento do mandato está vinculado à ideia do fim da reeleição, exceto para os mandatos dos Legislativos municipais, estaduais, distrital e federal.

Para a transição do tempo de mandato coincidir com as eleições gerais unificadas em um único ano, os senadores eleitos em 2018 terão mandatos de nove anos. Atualmente, eles têm mandatos de oito anos.

Conforme o substitutivo do relator, o presidente da República, os governadores e os deputados eleitos em 2018 terão mandatos de quatro anos. Já os prefeitos e vereadores eleitos em 2016 terão mandatos de seis anos. Assim, pela proposta, a partir de 2022, todos os mandatos passarão a ser de cinco anos, com exceção dos senadores, para os quais a regra valerá a partir da eleição seguinte.

Cláusula de desempenho
Quanto à cláusula de desempenho, o relator prevê uma transição nas duas próximas eleições – 2018 e 2022.

Pelo texto, somente a partir de 2027 valerá por inteiro a cláusula de desempenho partidário, pela qual só terão direito a recursos do Fundo Partidário e acesso gratuito ao rádio e à televisão os partidos com representação no Congresso Nacional que obtiverem no mínimo 2% dos votos apurados, distribuídos em pelo menos 1/3 dos estados, com, no mínimo, 1% do total em cada um deles.

Em 2018, terão acesso a recursos do Fundo Partidário e acesso gratuito ao rádio e à TV os partidos com representação no Congresso.

Em 2022, só terão direito a recursos do Fundo Partidário e acesso gratuito ao rádio e à TV os partidos com representação no Congresso que obtiverem, no mínimo, 1% dos votos apurados.

Congresso
Para as 19 horas desta terça, está marcada sessão do Congresso Nacional para analisar cinco vetos presidenciais a projetos de lei. Entre os vetos que devem ser votados está o dispositivo relacionado à lei que restringe a fusão de partidos (13.107/15).

Congresso analisa vetos ao Orçamento, ao novo CPC e à fusão de partidos
O trecho vetado da lei concedia prazo de 30 dias para os parlamentares mudarem para um partido criado por meio de fusão, sem a punição de perda do mandato. A presidente Dilma Rousseff argumentou que o texto daria aos partidos resultantes de fusão o mesmo caráter de partidos novos.

Fonte: Com informações da Camara Federal

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Vem pro Podium!
Vem pro Podium
Teresina Participativa
Vem pro Podium
Cadastre-se
Vem pro Podium!
PM TO - Vem pro Podium!
Vem pro Podium
PM BA - Vem pro Podium!
Últimas Notícias
18h48 Mulher tem a vida transformada em um inferno por denúncia anônima de tráfico de drogas 18h35 Continua as homenagens as Mães em toda a rede Municipal de Educação 18h21 A cada 45 minutos, uma pessoa se suicida no Brasil, dizem especialistas 18h17 Senado poderá votar na terça-feira PEC do foro privilegiado e seis MPs 18h07 Mais de 80 casais celebram união em casamento comunitário do Ação Global 18h04 Defesa diz que Aécio nunca usou bloqueador de celulares encontrado pela PF 17h58 Sessão de ‘Mulher-Maravilha’ só para mulheres causa controvérsia 17h50 Saída para a crise no país exige nome legitimado pelo povo, defende W.Dias 17h33 Espaço aéreo: conheça as regras para drones, aeromodelos e balões 17h29 Maçonaria brasileira se organiza em torno do progressismo e pede renuncia de Michel Temer 17h16 Prefeitura de Pio IX emite nota técnica sobre surto de meningite 17h05 Firmino Filho tranquiliza seguidores após ser internado: 'Enfim, em casa' 17h04 Empossados a nova diretoria do PT de Miguel Alves 17h03 Caçamba tomba após perder o freio e motorista morre no Norte do Piauí 17h02 20 concursos oferecem salários de até R$ 21,3 mil em várias regiões do Brasil 17h01 Homem morre ao ter cabeça esmagada por uma carreta na BR 230 em Floriano 16h43 Pai e filho caem de moto e morrem atropelados por ônibus 16h34 Semam distribui mudas no Parque da Cidadania durante o Ação Global 16h04 Anatel deverá bloquear os celulares que não tenham certificação;confira 15h19 Confira cinco boas razões para deixar o sexo fora de água 15h14 Descubra com que idade a mulher sente mais prazer no sexo 14h47 Novo poster da série Castlevania faz homenagem ao game 14h45 The Rock transformaria Game of Thrones em filme de comédia 14h39 O coordenador de Comunicação numa entrevista com Devan Eugênio no Eugênio Show 14h35 Famosos arrasam nos looks para a festa de 15 anos de ex-Chiquititas

Vem pro Podium
Vem pro Podium!
Teresina Participativa
Vem pro Podium
Vem pro Podium!

Mais Lidas

    Podium - Professores Dir. Constitucional

    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 913

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    Suas ideias podem melhorar Teresina
    Vem pro Podium!
    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional