180graus

Homofóbico igualzinho ao pai - 30/06/2011 às 01h10

Filho de Bolsonaro fala no Twitter: 'Chupa viadada'; entenda a briga

'Viva a Liberdade de Expressão. Parabéns Brasil', escreveu, comemorando salvação do pai

Infatec
kangaço
Habitar
Gerente Eficiente
Sercomprev
Ideal Box
Multcont
Vidraco
CEV
FSA

"CHuUuuupa Viadada" (sic). Assim o vereador do Rio Carlos Bolsonaro (PP) comemorou nesta quarta-feira, pelo microblog Twitter, o arquivamento da representação contra seu pai, o deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ), no Conselho de Ética da Câmara.

A representação contra Bolsonaro, de autoria do PSOL, dizia que ele foi racista ao responder uma pergunta feita pela cantora Preta Gil, durante o programa "CQC", da TV Band, em março.

Ao ser questionado qual seria a reação dele se seu filho se apaixonasse por uma negra, o parlamentar respondeu: "Preta, não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco e meus filhos foram muito bem educados. E não viveram em ambiente como lamentavelmente é o teu".

"CHuUuuupa Viadada. Bolsonaro absolvido!!!! Viva a Liberdade d Expressão. Parabéns Brasil! [sic]", afirmou Carlos Bolsonaro em seu perfil no Twitter.

O parlamentar postou diversos outros comentários, rebatendo as críticas que recebeu dos internautas: "Desejar minha morte é o menor dos elogios q tenho lido no twitter. Rs! Pregam a Liberdade d Expressão, só a deles, a minha ñ. Ditadura Gay!"; "Atenção Boiolas, p/ infelicidade d vcs, eu sou hétero!".

REJEITADO
Por 10 votos a 7, o Conselho de Ética da Câmara rejeitou hoje a representação contra Jair Bolsonaro. A maioria dos integrantes do colegiado entendeu que o deputado tem o direito de expressar a sua opinião e portanto votou contra o relatório de Sérgio Brito (PSC-BA), que pedia a abertura do processo. Durante a sessão, Bolsonaro trocou acusações com Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Chico Alencar (PSOL-RJ).

Wyllys disse que Bolsonaro tinha que limpar sua boca para lhe dirigir a palavra. "Tenho orgulho de ser chamado de veado por outro veado. E o sr. tem que lavar a boca, pois sou homossexual com "h" maiúsculo, de homem, coisa que o sr. não é", afirmou. Os gays chegaram a dizer: "Filho de homofóbico, homofóbico é".

Wyllys disse que Bolsonaro usou da homofobia, que não é crime, para justificar o crime de racismo.

Além da fala no "CQC", outro fato citado na representação foi a briga entre Bolsonaro e a senadora Marinor Brito (PSOL-PA), na Comissão de Direitos Humanos do Senado.

Após a retirada do projeto que criminaliza a homofobia da pauta de votação, enquanto a relatora da proposta, Marta Suplicy (PT-SP), concedia entrevista à imprensa, Bolsonaro exibiu um panfleto contra a ampliação dos direitos dos homossexuais, o que irritou Marinor, que chegou a bater na mão do deputado.

Marinor tentou impedir que Bolsonaro exibisse o panfleto e o chamou de homofóbico, o que acabou resultando em discussão.

Jean Wyllys deixou o Conselho logo após a polêmica, mas Chico e Bolsonaro chegaram a trocar ofensas. O representado chamou o colega do PSOL de "mentiroso, imoral". "Vou tirar você [Chico] do armário", disse Bolsonaro.

"Tá nervoso é? Isso é diversionismo", respondeu Chico Alencar.

Sérgio Brito, relator do caso, se disse surpreso e lamentou o fato de a atitude de Bolsonaro poder continuar a mesma, sem nenhum tipo de punição.

Publicado Por: Allisson Paixão

Últimas Notícias
01h04 Kate Middleton banca a DJ na Austrália e Príncipe William grafita muro. Atitude! 00h51 Demitido, Adriano curte feriadão no Complexo do Alemão 00h33 Brasileiro Luiz Besouro volta ao UFC enfrentando o americano Sean Spencer 00h14 Flamengo fecha com zagueiro conhecido como 'Novo Dedé' 00h04 Goleiro do Piauí 'voa' para pegar pênalti de atacante do River; veja a foto 23h56 Sem vontade política, Brasil recicla apenas 3% do lixo urbano 23h55 Timon inicia vacinação contra H1N1 23h35 Banco do Nordeste tem R$ 2,5 milhões para patrocínio de projetos em 2014 23h32 Preço das passagens aéreas aumentaram por causa do combustível 23h15 Laboratório do perdão será tema do culto nesta sexta-feira (25) 23h12 Câmara aprova projeto que regulamenta as guardas municipais 23h07 River vence o Piauí e escapa de ser eliminado do returno do Piauiense 23h05 TJMA mantém condenação de boate que desrespeitou normas do ECA 22h55 Parceria entre TJMA Faculdade CEST garante descontos a servidores 22h40 Município de Jerumenha receberá pá carregadeira na APPM 22h35 Uema concede título de Dr. Honoris Causa ao filólogo Antônio Martins 22h25 Silvio Santos faz primeiro 'selfie' público com Marília Gabriela: 'Patrão' 22h18 SANTA INÊS - Campanha Conte até 10 nas Escolas será lançada no dia 25 22h09 ESMAM abre inscrições para novo curso na área de licitações 22h09 O dinheiro acabou e o mês ainda não? Se liga nessas dicas pra driblar o problema 22h06 Ainda insegurança, Sabrina Sato demora e causa dor de cabeça na Record 22h05 Inflação e gastos de início de ano puxam aumento de cheques sem fundos 22h03 Sequestrador liberta criança de dez anos que não parava de cantar música gospel 22h03 Alunos denunciam que escola pública distribui merenda escolar com larvas 22h01 Site brasileiro faz 'vaquinha' para mulheres colocarem silicone
Gerente Eficiente
Gerente Eficiente

Enquete

Você teme que, com o Marco Civil da Internet, passem a controlar mais as pessoas pelo que elas publicam, por exemplo, nas redes sociais?

Total de Votos: 0

Válida de 24/04/2014 a 01/05/2014

Mais lidas

    Galaxy
    Coelho Fortes Dourado
    Babylandia
    BlueShark

    180graus no Instagramno Instagram

    Gerente Eficiente