180graus

Em depoimento a Moro - 21/04/2017 às 08h16

Ex-presidente da OAS diz que Lula pediu para destruir provas da Lava Jato

Em nota, a defesa do ex-presidente Lula declarou que Léo Pinheiro contou uma 'versão acordada'

Teresina Participativa
Maria Brasileira - Limpeza e cuidados
Você no controle do Processo





Imagem: Reprodução/vídeo

Imagem: Reprodução/vídeo

O ex-presidente da empreiteira OAS Léo Pinheiro disse nesta quinta-feira (20), em depoimento ao juiz federal Sérgio Moro, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu para destruir provas que pudessem fazer referência ao suposto pagamento de propina ao PT. A oitiva do empreiteiro foi feita na ação penal sobre a compra de um apartamento triplex no Guarujá (SP) pelo ex-presidente, fato investigado na Operação Lava Jato. Pinheiro está negociando acordo de delação premiada, mas os termos ainda não foram fechados com a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Ao narrar um suposto encontro com Lula, Pinheiro disse que foi perguntado pelo ex-presidente se o empreiteiro havia feito algum pagamento ao ex-tesoureiro do PT João Vaccari no exterior. Na ocasião, Lula teria pedido que destruísse qualquer registro dos pagamentos.

"Eu tive um encontro com o presidente, onde o presidente textualmente fez a seguinte pergunta: 'Léo, você fez algum pagamento a João Vaccari no exterior?' Eu disse, não, presidente, eu nunca fiz pagamento a essas contas que nós temos com o Vaccari no exterior. 'Como é que você está procedendo os pagamentos para o PT através do João Vaccari? Você tem algum registro de algum encontro de contas de alguma coisa feita com o João Vaccari com vocês? Se tiver, destrua'", teria dito Lula, segundo disse Pinheiro a Moro.

No depoimento, Pinheiro disse que foi orientado pela direção da empreiteira, durante a construção do edifício, que o imóvel era destinado para a família de Lula e confirmou que o triplex nunca foi colocado à venda pela OAS.

Defesa
Em nota, a defesa do ex-presidente Lula declarou que Léo Pinheiro contou uma " versão acordada com o MPF [Ministério Público Federal]" para que o seu acordo de delação premiada seja aceito pela força-tarefa da Lava Jato.

"A versão fabricada de Pinheiro foi a ponto de criar um diálogo - não presenciado por ninguém - no qual Lula teria dado a fantasiosa e absurda orientação de destruição de provas sobre contribuições de campanha, tema que o próprio depoente reconheceu não ser objeto das conversas que mantinha com o ex-presidente. É uma tese esdrúxula que já foi veiculada até em um e-mail falso encaminhado ao Instituto Lula que, a despeito de ter sido apresentada ao juízo, não mereceu nenhuma providência", argumentam os advogados.

De acordo com a defesa, Léo Pinheiro negou durante a oitiva ter entregue as chaves do triplex e negou que o imóvel tenha sido usado pelo ex-presidente ou por um de seus familiares.

"Perguntado sobre diversos aspectos dos três contratos que foram firmados entre a OAS e a Petrobras e que teriam relação com a suposta entrega do apartamento a Lula, Pinheiro não soube responder. Deixou claro estar ali narrando uma história pré-definida com o MPF e incompatível com a verdade dos fatos", concluiu a defesa.

A pergunta que motivou as repostas de Léo Pinheiro foi feita pelo próprio advogado de defesa de Lula, Cristiano Zanin. O defensor queria saber se o empreiteiro tinha se reunido alguma vez com Lula.

(Com informações da Agência Brasil)

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Podium PMPI
Teresina Participativa
Terrazzo Poti
Últimas Notícias
19h11 THE: Homem morre afogado no Parque 'Lagoas do Norte' 18h38 Homem é preso pela 2º vez ao se masturbar em rua de cidade do Piauí 18h23 Projeto de combate ao mosquito da dengue em Água Branca é destaque em Brasília 18h12 Em Campo Maior, ônibus com estudantes desce aterro em estrada vicinal 18h07 Em Alegrete, segundo dia de festividades é iniciado com o I Torneio Municipal de Sinuca 18h00 Taty Girl convida a todos para participar de show em Madeiro, dia 01/05 17h58 Prefeito está entre os 20 apostadores que ganharam R$ 101 milhões na Mega Sena 17h38 Prefeito de Campinas do Piauí prestigia evento na APPM, em Teresina 17h38 Dr. Heli participa de seminário sobre previdência, na APPM, em Teresina 17h36 Ashley Graham diz que 'as mulheres não devem temer as celulites' : veja 17h35 Regina Sousa diz que reforma permite agora a escravidão legalizada no país 17h27 Prefeito Alcione Barbosa prestigia evento em Teresina 17h26 Loja do Armazém Paraíba é assaltada em Corrente 17h21 Novo medicamento para pacientes com HIV será testado em Manaus 17h20 Em boa fase,Fred não é descartado por Tite na Seleção do Brasil, diz o auxiliar 17h15 Prefeita Ceiça Dias prestigia evento sobre Previdência na APPM 17h15 Em Teresina, prefeito Ângelo Pereira participa de seminário sobre o regime próprio de previdência 17h12 Adolescente posta vídeo esquentando porquinho-da-índia em microondas e revolta internautas 17h11 Agenilson Teixeira participa de seminário sobre o regime próprio de previdência, em Teresina 17h05 Prefeito de Joca Marques participa de seminário em Teresina 17h05 Seminário na APPM conta com a presença do prefeito Junior Carvalho 17h03 Secult divulga as bandas selecionadas para o projeto Boca da Noite na capital 17h02 Prefeito de Aroeira do Itaim participa de seminário em Teresina 16h58 Recuperar título de Cidade Verde vai devolver a autoestima, diz professor 16h50 Teresina investe mais de R$ 1,8 milhão em asfalto na zona Leste; veja as vias

Teresina Participativa

Mais Lidas


    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 855

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    Teresina Participativa
    Teresina Participativa

    180graus no Instagramno Instagram