180graus

Dados divulgados pelo CNJ - 15/01/2014 às 09h29

CNJ mostra que número de presos no Brasil aumentou para 584 mil em 2013

Aumento foi 6,56% desde dezembro de 2012, quando o número de presos era de 548 mil

UNIMED DIA COOPERAR
180 - Advogados
Dr. Igor Martins





No ano passado, 36 mil homens e mulheres engrossaram a população carcerária brasileira, que atingiu, em dezembro de 2013, o total de 584 mil detentos, segundo o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça. O aumento foi 6,56% desde dezembro de 2012, quando o número de presos era de 548 mil.

Já em relação aos últimos cinco anos, o aumento foi de 29,42% a partir de 2008, quando o Brasil tinha 451.219 presos. Desde então, 132.781 pessoas ingressaram no sistema carcerário nacional.

O novo contingente de presos no país foi divulgado no último dia 10, em matéria publicada no site do Ministério da Justiça sobre os diferentes tipos de unidades prisionais. O texto, porém, não traz a atualização do número de vagas nas unidades prisionais. Na página do ministério na internet, o último dado disponível é de dezembro de 2012, quando havia apenas 310.687 vagas para um total de 548 mil presos. Ou seja, um déficit de 237.313 vagas.

Ainda segundo os dados de 2012, quase metade da população carcerária (48,9%) era de condenados e acusados por crimes contra o patrimônio, como furto, roubo, extorsão, receptação e estelionato. Outros 25,21% estavam presos por tráfico de drogas.

Por outro lado, apenas 11,81% se encontravam presos, em 2012, pelos chamados crimes contra a pessoa, como homicídio, sequestro e cárcere privado. Isso em um país onde a taxa de homicídios é de 29 por 100 mil habitantes, muito superior à média mundial, de 8,8 por 100 mil, segundo a Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), executada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e o Ministério da Justiça.

ONU- Relatório do Grupo de Trabalho sobre Detenção Arbitrária (GTDA) da Organização das Nações Unidas (ONU), que visitou o Brasil em março de 2013, atesta que o uso excessivo da prisão é uma das principais causas da superpopulação carcerária do país. Segundo o documento, isso ocorre em função da baixa aplicação, pelo Poder Judiciário, de medidas cautelares substitutivas à prisão, previstas na Lei 12.403, em vigor desde julho de 2011.

“Apesar de a emenda ao Código de Processo Penal em 2011 permitir a aplicação de medidas alternativas à detenção, o Grupo de Trabalho observou que não houve redução substancial no uso da detenção desde a introdução da emenda”, diz o relatório do GTDA.

“Nos casos em que medidas como fianças são aplicáveis, detentos não têm condições de arcar com a quantia necessária. O Grupo de Trabalho tomou conhecimento de que a privação de liberdade era imposta mesmo em situações em que o delito era considerado de menor gravidade, como furtos não violentos ou o não pagamento de pensão alimentícia, o que desperta sérias preocupações quanto à aplicação do princípio de proporcionalidade”, critica o documento.

O GTDA também apontou como causa da superpopulação carcerária a lentidão na tramitação dos processos, o que leva muitas pessoas a ficarem presas por tempo superior ao necessário. “O Grupo de Trabalho foi recorrentemente informado que o acúmulo de casos nos tribunais causa atrasos substanciais e sérios para os julgamentos. Apelos a tribunais superiores também demoram um longo período para serem apreciados”, avaliou o GTDA.

O relatório também enumerou iniciativas consideradas importantes para a prevenção e o combate às prisões ilegais. O Mutirão Carcerário do CNJ, por exemplo, é citado no seguinte trecho: "O Grupo de Trabalho observou ainda a existência de boas práticas que possuem o potencial de ser reforçadas, com vistas à maior proteção do direito de não ser privado de liberdade arbitrariamente. Incluem-se aí instituições já existentes, como o Mutirão do Conselho Nacional de Justiça, que visita prisões e auxiliou, em anos anteriores, na libertação de vários detentos que estavam ilegalmente presos. Mutirões independentes similares poderão ser úteis na proteção contra detenção arbitrária se forem estabelecidos em nível estadual".

Fonte: Com informações da Assessoria

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


UNIMED DIA COOPERAR
Dr. Igor Martins
UNIMED - DIGA 33
UNIMED DIA COOPERAR
Últimas Notícias
21h58 O radialista Moisés Pereira anuncia sua pré-candidatura a prefeito de Picos 21h54 Ignez Silva é empossada vereadora pelo Partido Verde em Vila Nova do Piauí; veja fotos 21h41 FESTEJO DA LOCALIDADE PROJETO LAGOA NOVA , MUNICÍPIO DE CURRALINHOS 2016 19h21 Prefeitura divulga grade oficial da 29º Festa do Vaqueiro de São Francisco do Piauí 18h14 Nota Piauiense realizou o 10º sorteio e divulga ganhador de R$ 50 mil e 20 mil 18h10 Delegacia prende acusado de furtos, roubos e até sequestros em Teresina 18h05 Secretário de Fazenda alerta para risco no pagamento do 13º salário no estado 17h58 Rede realiza super saldão de eletro, bazar e têxtil, com descontos de até 70% 17h56 I Encontro Setorial do PTB de Teresina debaterá sobre a Guarda Municipal 17h55 Ricardo Bandeira propõe lei que cria o Programa de Educação no Trânsito 17h53 Em Campo Maior tem Serviço de Proteção a Mulher 17h51 Abaixo-assinado solicita que museu faça homenagem para Júnior Araújo 17h41 'ROLETA RUSSA' é o novo curta-metragem que promete representar o PI 17h18 Dr.Helder Eugênio recebe secretário Ziza e gestores da 'Embrapa' no 180 16h54 Fiéis participam da missa de encerramento dos festejos de São Pedro na localidade saco 16h49 Emoção na formatura do ex-cortador de cana que virou médico 16h44 Justiça bloqueia bens da prefeita de Uruçuí após cervejada 16h21 Depressão atinge mais de 10% dos brasileiros desempregados, diz IBGE 16h10 Prefeitura de Oeiras expande alcance do projeto 'Suco com Atitude' 16h09 Com nova lei de Minas e Energia, Piauí pode ser beneficiado 15h58 CEE/PI concede autorização de funcionamento das escolas da rede municipal de João Costa 15h44 Confira a programação do IV Festival de Quadrilhas Juninas de Coivaras 15h42 CCJ analisará veto parcial do Governo para o 'plano' de cargos do Judiciário 15h39 Prefeitura entrega reforma e ampliação de UBS na zona rural de Miguel Alves 15h38 6 passos para ter orgasmos múltiplos: aprenda

180 - Advogados
Contratamos designer gráfico

Mais Lidas


    Enquete

    Escândalos de corrupção têm sido cada vez mais frequentes no noticiário. Pagamentos de propina à nível nacional envolvem até políticos do Piauí. Você acha que ainda tem jeito pro Brasil?

    Total de Votos: 241

    Válida de 16/06/2016 a 23/06/2016

    180 - Advogados
    180 - Advogados

    180graus no Instagramno Instagram

    sunset