180graus

Dados divulgados pelo CNJ - 15/01/2014 às 09h29

CNJ mostra que número de presos no Brasil aumentou para 584 mil em 2013

Aumento foi 6,56% desde dezembro de 2012, quando o número de presos era de 548 mil

Podium - Professor Newton Neto
comserv
Alugue quitinete em Luis Correia
MEU BLOG
Negócios ou lazer em Parnaíba?
MEU BLOG





No ano passado, 36 mil homens e mulheres engrossaram a população carcerária brasileira, que atingiu, em dezembro de 2013, o total de 584 mil detentos, segundo o Departamento Penitenciário Nacional (Depen), do Ministério da Justiça. O aumento foi 6,56% desde dezembro de 2012, quando o número de presos era de 548 mil.

Já em relação aos últimos cinco anos, o aumento foi de 29,42% a partir de 2008, quando o Brasil tinha 451.219 presos. Desde então, 132.781 pessoas ingressaram no sistema carcerário nacional.

O novo contingente de presos no país foi divulgado no último dia 10, em matéria publicada no site do Ministério da Justiça sobre os diferentes tipos de unidades prisionais. O texto, porém, não traz a atualização do número de vagas nas unidades prisionais. Na página do ministério na internet, o último dado disponível é de dezembro de 2012, quando havia apenas 310.687 vagas para um total de 548 mil presos. Ou seja, um déficit de 237.313 vagas.

Ainda segundo os dados de 2012, quase metade da população carcerária (48,9%) era de condenados e acusados por crimes contra o patrimônio, como furto, roubo, extorsão, receptação e estelionato. Outros 25,21% estavam presos por tráfico de drogas.

Por outro lado, apenas 11,81% se encontravam presos, em 2012, pelos chamados crimes contra a pessoa, como homicídio, sequestro e cárcere privado. Isso em um país onde a taxa de homicídios é de 29 por 100 mil habitantes, muito superior à média mundial, de 8,8 por 100 mil, segundo a Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (Enasp), executada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) e o Ministério da Justiça.

ONU- Relatório do Grupo de Trabalho sobre Detenção Arbitrária (GTDA) da Organização das Nações Unidas (ONU), que visitou o Brasil em março de 2013, atesta que o uso excessivo da prisão é uma das principais causas da superpopulação carcerária do país. Segundo o documento, isso ocorre em função da baixa aplicação, pelo Poder Judiciário, de medidas cautelares substitutivas à prisão, previstas na Lei 12.403, em vigor desde julho de 2011.

“Apesar de a emenda ao Código de Processo Penal em 2011 permitir a aplicação de medidas alternativas à detenção, o Grupo de Trabalho observou que não houve redução substancial no uso da detenção desde a introdução da emenda”, diz o relatório do GTDA.

“Nos casos em que medidas como fianças são aplicáveis, detentos não têm condições de arcar com a quantia necessária. O Grupo de Trabalho tomou conhecimento de que a privação de liberdade era imposta mesmo em situações em que o delito era considerado de menor gravidade, como furtos não violentos ou o não pagamento de pensão alimentícia, o que desperta sérias preocupações quanto à aplicação do princípio de proporcionalidade”, critica o documento.

O GTDA também apontou como causa da superpopulação carcerária a lentidão na tramitação dos processos, o que leva muitas pessoas a ficarem presas por tempo superior ao necessário. “O Grupo de Trabalho foi recorrentemente informado que o acúmulo de casos nos tribunais causa atrasos substanciais e sérios para os julgamentos. Apelos a tribunais superiores também demoram um longo período para serem apreciados”, avaliou o GTDA.

O relatório também enumerou iniciativas consideradas importantes para a prevenção e o combate às prisões ilegais. O Mutirão Carcerário do CNJ, por exemplo, é citado no seguinte trecho: "O Grupo de Trabalho observou ainda a existência de boas práticas que possuem o potencial de ser reforçadas, com vistas à maior proteção do direito de não ser privado de liberdade arbitrariamente. Incluem-se aí instituições já existentes, como o Mutirão do Conselho Nacional de Justiça, que visita prisões e auxiliou, em anos anteriores, na libertação de vários detentos que estavam ilegalmente presos. Mutirões independentes similares poderão ser úteis na proteção contra detenção arbitrária se forem estabelecidos em nível estadual".

Fonte: Com informações da Assessoria

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


podium
Terno e Cia
MEU BLOG
Marquinhos do Pará
podium
Últimas Notícias
18h01 Intenção de consumo das famílias cai 1,7% em janeiro de 2017, segundo CNC 18h01 Após separação de Fátima Bernardes, conheça novo affair de William Bonner 17h50 Balcão do Trabalhador inicia workshops de orientação 17h41 Assinaturas do Minha Casa Minha Vida iniciam nesta quarta-feira (18/01); veja 17h37 Polícia Federal prende suspeitos de enviar drogas pelos Correios para Europa e Ásia 17h35 River-PI confirma jogos da Copa do Nordeste para o 'Lindolfo Monteiro' 17h31 Record demite apresentador que chamou Ludmilla de ‘macaca’ 17h23 Primeira Faxina nos Bairros de 2017 recolheu 106 toneladas de lixo em Teresina 17h19 Turmas Recursais do TJ-PI pautam 55 processos para julgamento em Oeiras 17h19 Tribunal de Contas apura os decretos 'emergenciais' de prefeituras do Piauí 17h18 Venda-se terreno com ótima localização, piscina, banheiro e área de apoio. Confira! 17h13 Enem: provas poderão ser aplicadas em apenas um dia em 2017 17h13 Teresina entra no mapa de vacinação contra a febre amarela e FMS recomenda vacina para os viajantes 17h03 Anac reajusta tarifas de embarque em aeroportos; veja os valores 17h02 Escola de Governo abre inscrições para os cursos de Inglês e Espanhol para servidores do Estado 17h01 Decisão de autorizar Forças Armadas em presídios é uma ousadia, diz Temer 16h57 'BBB17': Globo começa a divulgar os nome dos participantes para o reality 16h54 Escoltados pela PF, vereadores tomam posse e voltam para a cadeia 16h53 Polícia prende suspeito de arrombar e furtar residências no interior do Piauí 16h50 THE: Homem é morto com tiro na cabeça na Santa Teresa 16h46 Serra da Capivara: gestão compartilhada deve garantir alento financeiro 16h37 Programa ID Jovem oferece descontos em viagens e eventos culturais para jovens de baixa renda 16h33 Polícia britânica identifica 526 vítimas de pedofilia no futebol em investigação 16h30 Ralph Lauren vestirá Melania Trump para a posse de Donald Trump; veja 16h02 Amigo pediu o seu carro emprestado e foi multado? Detran diz como proceder

Laurice - Projetos
MEU BLOG
Hospede-se no Islamar
Podium - Professor Newton Neto
Terno e Cia

Mais Lidas

    Podium - Professor Newton Neto

    Enquete

    Você concorda com a decisão da Prefeitura de Teresina em não bancar os desfiles das escolas de Samba?

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-01-09 14:36:00.0 a 2017-01-16

    comserv
    Casa do cartucho
    Podium - Professor Newton Neto
    Negócios ou lazer em Parnaíba

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professor Newton Neto
    Negócios ou lazer em Parnaíba