180graus

Assiduidade dos parlamentares - 21/09/2015 às 09h40

Câmara economiza R$ 2,3 milhões de reais com multas a deputados faltosos

Cerco resultou em recorde de votações em 2015: a ausência em plenário pode custar caro aos deputados

Hotel Delta - Semana Santa
Tintas e Tonners compatíveis com várias marcas
comserv
Islamar-Semana Santa
Terrazzo Poti





Com um ritmo frenético de votações, a Câmara dos Deputados atingiu no primeiro semestre deste ano índices recordes de produtividade, com 98 projetos aprovados em mais de 200 sessões realizadas. E a assiduidade dos parlamentares em plenário tem uma explicação: uma medida imposta por Eduardo Cunha (PMDB-RJ) logo ao assumir a presidência da Casa fez com que os deputados sentissem no bolso o peso da ausência. Segundo dados da Coordenação de Pagamento de Pessoal da Câmara, obtidos pelo site de VEJA por meio da Lei de Acesso à Informação, o corte nos salários do gazeteiros já resultou numa economia de 2,38 milhões de reais na folha de pagamento entre março e agosto.

Primeira canetada de Cunha, o ato número 1 da Mesa Diretora acabou com uma espécie de farra dos deputados faltosos: até fevereiro deste ano, qualquer ausência poderia ser justificada como obrigação político-partidária, sem a exigência de comprovante das tarefas que o parlamentar cumpria durante a votação. Agora, apenas podem perder as deliberações sem nenhum ônus no contracheque aqueles que estiverem de licença para tratamento de saúde ou em missão oficial.

O valor de desconto por faltas é variado. O cálculo depende do número de sessões deliberativas realizadas no mês e das votações que ocorrem em cada uma dessas sessões, chegando-se a um valor mensal por voto. Exemplo: em julho, foram realizadas dezoito reuniões deliberativas, mas apenas no dia 9 votou-se matéria em plenário. Os que perderam essa votação tiveram 1.172 reais descontados do salário. Se houvesse a análise de mais de um projeto no dia, o valor de cada votação seria proporcional ao volume de propostas finalizadas. Ou seja, se tivessem sido votados três projetos, o voto em cada um deles custaria 390 reais.

Mesmo diante da rigidez imposta por Cunha, boa parte do salário de 33.763 reais dos parlamentares está assegurada: pelas regras da Casa, apenas 62,5% da remuneração estão suscetíveis a cortes na folha de pagamento - o valor restante é fixo, ainda que o deputado não compareça sequer a uma votação.

O endurecimento nas regras para a ausência dos deputados tem garantido ao presidente Eduardo Cunha alto quórum, mesmo nas votações que se arrastam durante a madrugada - e que costumavam cair justamente pela falta de deputados presentes. "Nunca faltei a nenhuma votação. Eu vivo do meu salário de político, não sou empresário. Um dia pode sair caro", diz o líder do PSD, deputado Rogério Rosso (DF). Em um agrado aos que ficam até o final das sessões, Cunha costuma abater as faltas conforme as demais votações do dia.

Lua de mel salgada - O deputado José Priante (PMDB-PA) foi recordista em faltas às votações em junho: perdeu 39 delas, o que lhe custou 13.716 reais. O motivo: estava em lua de mel. "Eu casei neste mês. Mas tudo bem, esse é o correto. Faltou, tem de pagar", disse.

Já o deputado Edmar Arruda (PSC-PR) destaca-se pela quantidade de faltas nas votações ao longo do ano: 72 ausências, o equivalente a 25.000 reais a menos no salário em 2015. Ele alega problemas de saúde na família. "Não me incomodo com o desconto, acho justo. A gente também tem de dar o exemplo. Se um trabalhador falta, ele também perde um dia de remuneração", afirmou. Arruda ponderou, no entanto, que em alguns casos poderia haver maior flexibilização: "Na última quinta-feira estava em audiência com dois ministros na Comissão de Orçamento e não pude comparecer no plenário. Nesse caso, parece que todo esse meu trabalho não tem valor".

Embora tenha provocado uma mudança de rotina na Câmara e longas filas de reclamação na Diretoria da Casa, a medida está longe de significar uma vida dura aos parlamentares. Eles seguem como uma série de mordomias, como auxílios-moradias, verbas para alimentação, viagens, hospedagem e pagamento de funcionários, e ainda ajudas de custo no início e no término do mandato. Além disso, seguem livres de comparecer à Casa às segundas e às sextas-feiras - sem qualquer penalização financeira. Realidade bem distante dos trabalhadores brasileiros.

Fonte: Com informações da Veja

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Terrazzo Poti
Preratório PM-PI
Antônio das Neves - Peritos Associados
Últimas Notícias
23h54 Parnahyba ganha o turno e faz a festa no Lindolfo Monteiro 21h03 Inauguração do comercio WR em Água Branca 20h39 Parnahyba derrota Altos e conquista o 1º turno do Campeonato Piauiense 17h32 OAB-PI vai ajuizar ação em defesa dos rios Poti e Parnaíba 17h11 Dia do Teatro e do Circo será comemorado no 4 de Setembro 17h05 Brasileiros preferem depilação completa, é o que revela pesquisa 17h02 Com foco no título estadual, atleta crê numa nova etapa para o Flamengo-PI 17h01 Internet fixa com limite: consumidor deve ficar atento às ofertas e planos 17h00 Violinista que dá aulas de música de graça faz campanha por sede maior 15h34 Posição do juiz Antônio Nollêto em julgamento vem incendiando debate 15h01 Esperantina: Celulares, pilhas e até drogas são arremessados em prisão 15h01 CGU apura 'sumiço' de R$ 1,3 milhão para o SAMU de THE 13h57 Kléber Montezuma recebia da UESPI e da Secretaria de Educação da PMT 13h53 Ex-secretário de Campo Maior representa empresa Tellus 13h26 Justiça acata denúncia e acusados de assassinar Dandara são presos 13h10 River inicia venda de ingressos para jogo contra o Vitória-BA no Lindolfo 13h04 Chile, China e Egito fazem o anuncio de retomada da importação de carne 12h44 Endividada, Odebrecht busca reconhecimento de acordo de leniência 12h02 Filha de Regina Casé mostra barrigão de grávida nas redes sociais 11h44 Bruna Marquezine vai passar tempo com Neymar na Europa, segundo jornal 10h59 Acidente Grave na BR-135 10h46 Loteamento Vale do Amanhecer 10h39 Policiais Militares da Cidade de São Francisco do Maranhão Recuperam Motocicleta Roubada 10h36 Disney é processada por plágio em Zootopia 10h25 De abril a junho, o PT vive momentos de eleição para toda sua direção. Dos municípios ao Brasil

Elegante é ter você em nossa companhia!
Tintas e Tonners compatíveis com várias marcas
Antônio das Neves - Peritos Associados

Mais Lidas


    Enquete

    Qual foi o melhor carnaval do Piauí em 2017?

    Total de Votos: 1244

    Válida de 2017-03-02 09:43:00.0 a 2017-03-23

    comserv

    180graus no Instagramno Instagram