Av. Leônidas Melo, Nº 612, Piçarra - Teresina-PI 64015-120 - Email: redacao@180graus.com
Allisson Paixão
Editor Chefe
(89)9984-2767
allissonpaixao@gmail.com
Fábio Carvalho
Editor-Assistente
(89)9984-2851
fabiocarvalho1@hotmail.com
Nataniel Lima
Assistente Redação
(86) 8167 9325
nataniel180graus@gmail.com

Vacinação segue até dia 31/07 - 21/07/2013 às 07h35

Dose contra febre aftosa custa R$ 1,50 e carne não pode ser vendida sem nota

Vacina vai até dia 31/07 e prestação de contas até o dia 15/08

A região Sul do Piauí é uma das principais na área da pecuária. Estimativas aproximadas da Adapi dão conta que há cerca de 55 mil cabeças de gado em Parnaguá e Corrente, 25 mil em Cristalândia do Piauí, 23 mil em Sebastião Barros, 18 mil em Gilbués, 15 mil em Santa Filomena do Piauí e Monte alegre do Piauí, 9 mil em Barreiras do Piauí e 5 mil em São Gonçalo do Gurgueia, que são as cidades que compõe o extremo Sul do estado do Piauí.

De acordo com Moises Pinhão, técnico agrário da Adapi, em Barreiras do Piauí (760 Km ao Sul do Piauí) esse gado deve ser vacinado contra a febre aftosa até 31 de julho. “Quem não vacinar até essa data terá até 15 de agosto para prestar conta e trazer a nota fiscal da compra da vacina, caso contrário vai ter que arcar com multa que varia de acordo com o tamanho do rebanho”, afirma o técnico ao 180graus.

Segundo Moises Pinhão, a dose da vacina para cada cabeça de gado custa R$ 1,50 e a certificação é realizada quando o dono do rebanho vai até o escritório local da Adapi, levando o certificado de vacinação.

Perguntado se há prejuízo ao dono do rebanho ao comprar a vacina, o técnico foi enfático. “Prejuízo há se ele não vacinar, pois além de pagar a multa, que é maior que o montante pago na compra das doses, ainda não poderá comercializar a carne do animal”, completa.

DSCF3529.JPG

DSCF3531.JPG

DSCF3533.JPG

 

aftosa.jpg

 

Publicado Por: Alex Gomes

Voltar para a Versão Normal »