180graus

Droga no Piauí - 07/05/2013 às 06h54

THE: TRAFICANTES abusam de crianças em troca de droga

ABSURDO! OFERECEM CRACK ÀS MÃES para conseguir abusar sexualmente das filhas

Casa do Cartucho
Vestibular
Kangaco

Às vésperas do Dia das mães, uma notícia que choca e mostra como e estrutura familiar está desmoronada por conta da droga que invadiu o seio familiar. Traficantes estão fornecendo drogas para mães dependentes químicas para ter acesso e abusarem sexualmente de suas filhas.

De acordo com reportagem do jornal Meio Norte, na edição desta terça-feira (07/05), denúncias estão sendo feito com frequência na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente, nas Varas de Infância e da Juventude e na Defensoria Pública. Um desses casos foi documentado no conjunto habitacional Portal da Esperança, no bairro Nova Theresina, na zona Leste de Teresina.

A juíza da 1ª Vara da Infância e da Juventude de Teresina, Maria Luiza de Moura Mello de Freitas, intimou a dona de casa Deusimeire Alves da Silva, de 31 anos, a comparecer na Justiça porque seu marido, Francisco Rodrigues da Silva solicitou intervenção na situação de sua família uma vez que sua companheira permanece em extrema dependência de álcool, fumo e há suspeita de uso de entorpecentes.

Francisco Rodrigues da Silva informou que as filhas e o enteado S.A., de 16 anos, sofriam violência física da ,mãe e a menina M.C., de oito anos de idade, estava sendo vítima de abuso sexual.

Na queixa apresentada na Defensoria Pública, segundo relatório da defensora pública Daniela Neves Bona, Francisco Rodrigues, que é um vendedor de algodão doce, denunciou a negligência da mulher em relação às cinco crianças que moram em sua casa no Portal da Esperança.

A 1ª Vara da Infância e da Juventude de Teresina analisa a denúncia, porque conforme declaração do pai, Francisco Rodrigues, a menina M.C. estava sendo vítima de abuso sexual.

Na manhã desta segunda-feira (07/05), Deusemeire Alves da Silva disse que foi com o marido, Francisco Rodrigues, denunciar na Delegacia Especializada de Proteção à Criança e do Adolescente que a filha M.C., de oito anos, contou que foi abusada sexualmente por um idoso aposentado e seu genro, que moram no conjunto Portal da Esperança.

Os vizinhos dizem que o genro é um traficante e usuários de drogas, principalmente crack. “Minha filha disse que o idoso e seu genro pegam em suas partes íntimas, ficam usando os dedos nela. Nós fomos denunciar. Eu acredito nela, apesar de ser danada”, afirmou Deusemeire Alves da Silva afirmando que o genro usa pedras de crack e fornece, de graça, bebidas alcoólicas.

A mulher ainda revela. “Eu sou alcoólatra e uso muito fumo Saci, mas eu não uso drogas. Realmente minha filha só vive na casa do idoso e de seu genro, que é casado. Mesmo depois que denunciamos o abuso sexual, ela não sai da casa deles”, afirmou Deusemeire Alves. “Eu vejo o genro pegando uma pedras, eu sei que ele usa, mas não que trafica”, afirmou Deusemeire Alves.

De acordo com o relato do jornal, vizinhos ainda afirmam que por falta de polícia e de instituições de proteção no Portal de Esperança, o tráfico de drogas é praticado em muitas casas. “Drogas, pedofilia e abusos sexuais aqui são comuns, além dos muitos assaltos”, declarou a dona de casa Falopu a dona de casa Maria Rosa.

O matagal invadiu o Portal da Esperança. Na mata, os traficantes e usuários usam crack e depois saem para assaltar as casas que ficam vazias durante o dia porque os donos saem para trabalhar. “Aqui roubam todas as casas. Os assaltantes jogam pedras nas janelas e nos telhados das casas e se ninguém responde ou reclama, eles invadem e roubam o que encontram nas residências. Roubam até geladeiras”, afirmou o eletricista Manuel do Nascimento, que mora no conjunto vizinho, o Nova Theresina.

Ele mostra que os assaltos são muitos e nem o templo da Igreja Pentecostal Deus é Amor resistiu. Funcionou entre os conjuntos Portal da Esperança e Portal da Alegria, mas tete que fechar. A casa foi colocada para à venda.

CRIANÇAS CONTINUAM ABANDONADA
Apesar da denúncia de que foi vítima de abuso sexual por um traficante de drogas, a M.C., de oito anos, vai todos os dias para a casa dele.

Na manhã de segunda-feira, às 12h30, M.C., suas irmãs I.R., de cinco anos, H.C., de dois anos, e S.A.S., de 16 anos, estavam com fome e sem nada o que comer, juntos com a mãe, Deusimeire Alves da Silva, de 31 anos.

Deusimeire Alves da Silva disse que o marido Francisco Rodrigues da Silva tinha ido comprar embalagens para o algodão doce e ido trabalhar na casa de um de seus patrões, tinha deixado arroz e feijão, mas não carvão para que os alimentos fossem cozinhados. “Nós ficamos assim sem comer por falta de comida. M.C. se alimentou na escola, para onde vai voltar durante a tarde, I.R. está sem comer, mas ela come na casa da vizinha, e H.C., porque ainda é pequena, toma mamadeira. Eu e S.A.S., vamos ficar sem comer”, afirmou Deusimeire Alves da Silva.

Uma das crianças menores, S.A.S., disse que na casa onde I.R. se alimenta mora um rapaz de 21 anos que manteve relações sexuais com sua irmã de oito anos. “Eu não c... ela. Já explicaram que eu tomo remédios controlados”, afirmou M.R., de 21 anos, que diz ter transtornos mentais e é medicado com remédios de uso controlado.

Dentro da casa da família de Deusimeire Alves da Silva e de Francisco Rodrigues da Silva não tem móveis, além de algumas cadeiras, a TV sempre fica ligada. As bonecas de plásticos estão sem roupas e são riscadas, um pequeno coelho recheado de isopor está praticamente escondido entre as pernas de uma cadeira.

Deusimeire Alves da Silva disse que continua consumindo muitas bebidas alcoólicas e fumo, Segundo ela, a Defensoria Pública tinha prometido interná-la para tratamento contra alcoolismo, mas isso nunca aconteceu. “Prometeram, mas nunca me internaram. Continuo bebendo muito”, afirmou Deusimeire Alves.

Publicado Por: Alex Gomes

Últimas Notícias
22h35 Juristas de renome nacional parabenizam indicação de Secretário da Transparência 22h31 Com alto calor, varejistas registram aumento de 100% nas vendas de ventiladores 22h15 Deputada contesta matéria da TV Band sobre irregularidades em maternidade 22h13 Prefeito de Avelino Lopes encontra-se com governador eleito 22h11 Começando 22h06 Caixa Econômica Federal participará da Semana Nacional de Conciliação 22h05 Título de Cidadão Imperatrizense concedido a Damião Benício foi anulado pela Câmara Municipal 21h56 Em THE: Empresários e estudantes participam da 1ª semana do 'Google' 21h55 Câmara de Imperatriz parabeniza Clayton Noleto por indicação para a Sinfra 21h36 Sampaio derrota o Bragantino-SP e segue de olho no G4 da Série B 21h35 Delegacia da Raposa reduz criminalidade com integração das polícias 21h33 Escola Nossa Senhora Aparecida passa por reforma 21h31 Thiaguinho comemora indicação do “Música boa ao vivo” ao Prêmio Extra 21h24 Jovem é encontrado morto no Mercado da Caramuru em Parnaíba 21h20 Presos de Parnaiba voltam a comer em sacos plásticos, sem talheres 21h19 Após mudança no corpo de Kelly Key, filha da cantora passou a malhar com a mãe 21h15 DPE do Maranhão promove Caminhada do Servidor 21h11 Floriano; Prefeitura recupera cemitérios para o Dia dos Finados 21h09 Secretaria de Infraestrutura realiza Operação Tapa Buracos em Floriano 21h06 Homem assassinado com 4 tiros em THE era de Campo Maior 20h49 Estrela Azul vence São Francisco no campeonato municipal de futebol amador de São Félix 20h30 Seguradora de estágio fará traslado de corpo de estudante alemão que morreu no Brasil 20h15 De biquíni, Patrícia Jordane ex-affair de Neymar posa sexy na praia;Fotos 20h08 Homem morre após cair e ficar preso durante quatro dias dentro de buraco 19h46 Willian Guimarães aborda estágio profissional durante XXII Conferência Nacional
TRE

Enquete

Na sua opinião, dos novos deputados estaduais eleitos, qual realizará o melhor trabalho?

Total de Votos: 208

Válida de 21/10/2014 a 28/10/2014

Mais lidas

    180graus no Instagramno Instagram