180graus

Propina de 800mil Euros - 14/10/2013 às 11h10

Suíça pega propina de 800 mil Euros no caso Alston

Recursos foram depositados na conta de um ex-diretor da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos

180 - Vende-se Hilux
Coren- Enfermagem
Dr. Raimundo Junior
180 & Gracom - Maratona
Coren Enfermagem
Cofen- Enfermagem
Cev- Maio
Phocus Galerie
IEMP - Prof. Ana Cristina
Alves e Alves- (Dr. Daniel)





Autoridades da Suíça comprovaram por documentos ao Ministério Público que um ex-diretor da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) recebeu 800 mil euros como propina da Alstom em conta.

Segundo furo de reportagem do jornalista Fausto Macedo, do Estadão (leia aqui), o dinheiro foi depositado entre 1997 e 1998 - durante o primeiro mandato de Mário Covas.

Os investigadores suíços se dizem convencidos de que trata-se de verba do esquema de corrupção montado pela multinacional francesa para favorecer cartel em um contrato de reforma de trens da companhia.

O caso do propinoduto teria sido mantido nas gestões tucanas de José Serra e Geraldo Alckmin, de acordo com denúncia da Siemens, multinacional alemã, que fechou acordo de leniência com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE).

Acordo Milionário

Na Suíça, a Alstom pagou à Justiça US$ 43,5 milhões para suspender o processo no qual era acusada de corrupção e lavagem de dinheiro no Brasil. No decorrer do processo, executivos confessaram ter distribuído propinas de US$ 6,5 milhões a gente da administração estadual de São Paulo, em troca de um contrato de US$ 45 milhões para a expansão do metro, entre 1998 e 2001.

Nos Estados Unidos, em abril deste ano, um executivo da Alstom foi condenado à prisão por corromper funcionários públicos. Na Zâmbia, a multi teve de devolver US$ 9,5 milhões e ser punida com três anos de exclusão de licitações do Banco Mundial.

No Brasil? Nenhuma punição até agora. Na ocasião do fato narrado, o ex-primeiro-genro David Zilberstjan, darling no governo Fernando Henrique, foi secretário de Energia entre 1995 e 1998, no governo Mario Covas. Sucedeu-o, ainda em 1998, o atual vereador Andrea Matarazzo, braço direito do ex-governador José Serra. O secretário de Transportes era Mauro Arce, homem de confiança dos tucanos, que permaneceu no cargo por três governos seguidos.

Uma intermediação teria sido feita, segundo acusações formais da Alstom na Suíça, pelo sociólogo e empresário Claudio Luiz Petrechen Mendes, ex-secretario-adjunto de Robson Marinho, por sua vez ex-presidente da Assembleia, ex-conselheiro do TCU e atual deputado federal. Fundador do PSDB e covista de carteirinha. O governo da Suíça declarou que Marinho guardara US$ 3 milhões em seus bancos, sob suspeita de ter praticado lavagem de dinheiro.

Quebra de sigilo dos réus

A justiça de SP eterminou a quebra do sigilo bancário e fiscal de 11 pessoas, incluindo do vereador Andrea Matarazzo, que participou da arrecadação do caixa dois da campanha à reeleição do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em 1998, e ajudou a levantar cerca de US$ 20 milhões junto à Alstom.

A quebra do sigilo autorizada pela Justiça abrange o período entre 1997 a 2000. O furo de reportagem é do jornalista Fausto Macedo, do Estado de S. Paulo. As pessoas atingidas pela decisão judicial são: Andrea Matarazzo (atual vereador do PSDB e ex-secretário de energia), Eduardo José Bernini, Henrique Fingerman, Jean Marie Marcel Jackie Lannelongue, Jean Pierre Charles Antoine Coulardon, Jonio Kahan Foigel, José Geraldo Villas Boas, Romeu Pinto Júnior, Sabino Indelicato, Thierry Charles Lopez de Arias e Jorge Fagali Neto, (ex-presidente do Metrô).

Em 6 de agosto deste ano, o 247 publicou a informação de que Matarazzo já havia sido indiciado pela Polícia Federal (leia aqui). No dia 13 de agosto, outra reportagem apontou que R$ 3 milhões levantados junto à Alstom foram direcionados para o caixa dois da campanha à reeleição do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso – o que, à época, chegou até a ser denunciado por Folha e Veja (leia aqui).

No entanto, apesar de todos os indícios, Matarazzo e o comando do PSDB em São Paulo vinham sendo poupados. Com a determinação de quebra do sigilo bancário e fiscal dos envolvidos, rompe-se o cerco, muito embora ainda exista certa cautela. O G1, por exemplo, noticia a quebra do sigilo de 11 pessoas. O que importa, no entanto, é a presença de Andrea Matarazzo no time. Lá, ele não é apenas um entre onze.

Fonte: Com informações de brasil247

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


UNIMED DIA DAS MÃES
Phocus Galerie
Carvalho e Oliveira (Wildson de Almeida)
Terno e Cia
180 & Gracom - Maratona
Alves e Alves (Dr. Daniel)
vaga pesquisadores
Panificadora Canindé
Marquinhos do Pará
Casa do Cartucho
Últimas Notícias
11h01 Crea divulgará relatório de vistorias feitas nas pousadas do litoral do PI 10h49 Inscrições para 'Mais Médicos' seguem abertas até dia 1º de junho; saiba mais! 10h46 Crianças de Miguel Leão melhoram comportamento participando de Serviço de Convivência do CRAS 10h40 Carro com Whindersson Nunes bate em mureta em rodovia de São Paulo 10h37 Guardiola quer quase um time inteiro para começar os trabalhos no City 10h28 ONU Mulheres pede 'tolerância zero' após caso de estupro no PI e RJ 10h25 Localizção de Morro Cabeça no Tempo-PI 10h23 Pedro Corrêa faz relato contundente de envolvimento de Lula no petrolão 10h16 MEC define o cronograma do Sisu e Prouni 2016/2;acesse aqui os editais 10h09 Armazém Paraíba/Beneditinos veja as ofertas da semana que a loja preparou pra você 10h07 Manchester United anuncia contratação de Mourinho como treinador 10h04 Homem tem mão quase decepada após levar facada numa discussão em Cocal 09h54 Festival de Inverno: primeira noite termina em Bossa Nova 09h50 'Corpus Christi': PRF registra 3 mortes e carro a 176 Km/h 09h49 1ª noite do 'Festival de Inverno' tem encontro de Elba e Geraldo Azevedo 09h45 Rock Metal contagia público do festival de Inverno 09h45 TRE-PI entregará 99 mil títulos em THE diante das mudanças na zona eleitoral 09h41 Flagra: vídeo mostra como estradas da região sul do PI são recuperadas 09h40 Banda Retrô conquista amantes do flash back na primeira noite do Festiva de inverno 09h33 Dicas de marketing digital para todos os empreendedores 09h17 Servidor do estado terá que abrir conta especifica no BB para receber o salário 09h15 Ovodoação aumenta as chances da gravidez 09h11 Crise deixa quase 3 milhões de pessoas sem seguro-desemprego 09h06 Tiririca evita falar de política no 'Programa do Jô' e é criticado na web 09h03 INTZ busca neste sábado titulo inédito da etapa brasileira de SMITE

Terno e Cia
Phocus Galerie
Dr. Raimundo Junior
Alves e Alves (Dr. Daniel)
Conplan
Dr. Wildson de Almeida

Mais Lidas


    Enquete

    Cai o primeiro ministro do novo governo em apenas 12 dias. Na sua opinião, Michel Temer consegue terminar seu mandato?

    Total de Votos: 144

    Válida de 24/05/2016 a 31/05/2016

    180 & Gracom - Maratona
    vaga pesquisadores
    Phocus Galerie - Eventos
    Casa do cartucho
    ZikaZero
    Profº Márcio Lima - Dia da Mudança
    Dr. Raimundo Junior
    Terno e Cia
    Dr. Diogo Caldas(Escritório de advocacia)
    Alves e Alves (Dr. Daniel)

    180graus no Instagramno Instagram

    sunset
    Panificadora Canindé