180graus

Queixas sobre material coletiv - 13/01/2014 às 07h33

Pais reclamam da lista de materiais das escolas particulares; abusos e altos valores

Em uma lista, pedia-se uma cola de 1 litro, na outra, a mãe deveria comprar duas colas brancas.

comserv
Você no controle do Processo
Maria Brasileira - Limpeza e cuidados





A bacharel em direito Raíres Cunha trocou os filhos de escola este ano. No momento da matrícula, pagou uma taxa estipulada pela escola para a aquisição de materiais, como caixa de giz, pincel e cola. Quando veio a lista de material individual, uma surpresa: lá estavam elencados materiais bem parecidos. Em uma lista, pedia-se uma cola de 1 litro, na outra, a mãe deveria comprar duas colas brancas.

No Distrito Federal, mais de 200 pais procuraram a Associação de Pais de Alunos das Instituições de Ensino (Aspa-DF) para reclamar de possíveis abusos e tirar dúvidas sobre listas de materiais escolares. As queixas são principalmente sobre a exigência de material coletivo, o que é proibido por lei, e a não especificação do uso dos produtos solicitados. A entidade recebeu reclamações também de pais de outros estados.

“Acho um absurdo. Se eles pedem um valor para comprar material de uso coletivo das crianças, por que a gente tem que comprar mais material ainda?”, reclama Raíres. “Aqui [aponta a lista coletiva] diz que a gente paga um pincel. Na outra [individual], pedem outro pincel”.

Tudo isso pesa no bolso. O presidente da Aspa-DF, Luis Claudio Megiorin, calcula que todo o material solicitado no início do ano letivo e durante o ano, como os extras, representam um acréscimo de 15% a 20% no gasto anual das famílias com a mensalidade escolar.

Sancionada no ano passado, a Lei 12.886/13 prevê o direito de comprar apenas o que o próprio filho vai consumir, individualmente ou coletivamente. O texto diz: “Será nula cláusula contratual que obrigue o contratante ao pagamento adicional ou ao fornecimento de qualquer material escolar de uso coletivo dos estudantes ou da instituição”.

A presidenta da Federação Nacional das Escolas Particulares (Fenep), Amábiles Pacios, informa que o material coletivo a que se refere a lei é o de uso de expediente, como material de limpeza, papel higiênico e sabonete. Itens como cartolinas, giz de cera e pincéis podem ser pedidos pela escola, para uso do aluno em sala de aula. Mas, para esses materiais, o centro de ensino deve especificar a finalidade de cada um.

“Os pais devem comprar aquilo que for usado pedagogicamente em uma construção coletiva. Esse material volta para o pai em forma de trabalho das crianças”, diz Amábile, acrescentando que os pais com dúvida devem procurar as instituições, que estão à disposição para explicar sobre o uso dos materiais. Ela esclarece que não existe uma única regra e “as escolas têm autonomia para desenvolver propostas pedagógicas e solicitar o material para que ela seja desenvolvida”.

Na semana passada, o Procon-DF constatou que o plano de execução não está sendo apresentado aos pais por algumas instituições. A Operação Passa Régua fiscalizou 13 escolas, sendo que nove foram autuadas por apresentar irregularidades como a falta desse plano.

O Procon-DF recomenda que os pais exijam o plano de execução das escolas e fiquem atentos quanto às exigências da lista. Qualquer dúvida, devem procurar a instituição e registrar a queixa. A Aspa-DF orienta os pais a etiquetar todo o material comprado e deixado na escola. Ao final do ano, eles devem solicitar às escolas a devolução de pincéis, lápis de cor e do que não for completamente consumido ao longo do ano. “Isso pode ser guardado e usado no ano seguinte”, ressalta Megiorin.

Fonte: Agência Brasil

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Matemática e Raciocínio Lógico no Podium
Teresina 165 anos
Matemática Básica
Quer mudar de vida?
Assist. Administrativo UFMA
Aux. Administrativo UFMA
Casa do Cartucho
Últimas Notícias
13h54 Picos: PRF-PI aborta roubo de carga na BR-316, mas suspeitos escapam 13h36 Embarcação com 70 pessoas afunda no Pará; sete corpos são resgatados 13h14 Governo do PI apresenta Plano Estadual de Prevenção Suicídio 13h13 Vocalista do Faith No More chegou a perder sentidos após acidente 13h09 Cantor Leonardo malha com cacho de banana e viraliza na web 13h02 Vereador Beto das Vilas solicita pavimentação para o bairro Ubatuba 12h58 Polícia prende dois suspeitos de matar travesti a facadas no Piauí 12h48 MP firmará parceria para cumprimento do Plano Nacional de Educação no PI 12h43 Anitta passa a gerenciar carreira de ex-'Rebelde' e anuncia aos fãs 12h41 PF cumpre mandados judiciais em nova fase da Operação Lava Jato 12h39 Prêmio da Mega-Sena nesta quarta-feira pode chegar a R$ 32 milhões 12h33 'Se essa rua fosse minha' homenageia 110 personalidades de THE 12h26 Estudantes do ensino fundamental participam de avaliação do PNAIC em Miguel Alves 12h07 Modernização: Processos na Prefeitura de Teresina passam a ser eletrônicos 12h03 Jogador Neymar celebra seis anos de Davi Lucca com festinha em Barcelona 11h58 Justiça mantém no ar vídeo em que Regina Sousa foi chamada de 'anta' 11h57 'Festival da Cajuína' reúne produtores de todo o estado nesta quinta-feira (24) 11h49 Operação apreende mais de 100 kg de drogas em Teresina 11h48 Trump entra na 'defensiva' e culpa imprensa pela atual divisão do país 11h48 Detentos tentam fazer novo 'motim' na Casa de Custódia; PM controlou 11h47 Obra do ginásio poliesportivo do bairro Junco ficou apenas na promessa 11h41 Após perseguição PRF recupera veículo roubado em Picos 11h33 Em Brasília, Firmino busca recursos para secretarias e drenagem do Centro 11h25 Futebol masculino do Brasil é eliminado da Universíade ao perder para Itália 11h23 Jogos Cidade de Teresina valorizam atletas da capital

Assist Administrativo UFMA
Matemática Básica
Aux. Administrativo UFMA

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Ajude!
    Podium - Professor Atualidades
    Assist. Administrativo UFMA

    180graus no Instagramno Instagram

    Aux. Administrativo UFMA