180graus

Era Secretário em Brasília - 01/04/2014 às 19h31

Operação Lava Jato prende ex-secretário e policial por lavar dinheiro com doleiro

Júlio Luis Urnau é investigado por suspeita de ser "sócio informal" do doleiro Carlos Habib Chater

Casa na praia
ROSMANNY
Conserv
COLEGIO CEV
GUIA DOS PARLAMENTARES II
BRVOX VAGA





Os doleiros investigados na operação Lava Jato também tinham ramificações no governo do Distrito Federal. O ex-secretário adjunto de Transportes do Distrito Federal Júlio Luis Urnau é investigado por suspeita de ser "sócio informal" do doleiro Carlos Habib Chater, na Valortur Câmbio e Turismo, e de ter se beneficiado de operações de lavagem de dinheiro. Não é a primeira vez que ele é alvo de um inquérito policial. Urnau chegou a ser preso em 2011 acusado de receber propina de uma cooperativa de transporte.

Na operação Lava Jato, a Polícia Federal investiga um esquema que movimentou cerca de 10 bilhões de reais em operações de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Há suspeitas de negócios das quadrilhas com a Petrobras e o Ministério da Saúde. Chater é um dos pivôs da investigação, junto com os doleiros Alberto Youssef, Nelma Kodama e Raul Srour. Desde o início do inquérito em meados de 2013, foram detectadas diversas ligações telefônicas que indicam transações financeiras entre Chater e Urnau. O ex-secretário é suspeito de lavagem de dinheiro, mas a Justiça Federal ordenou que seja melhor esclarecida a participação dele no esquema. Urnau foi secretário adjunto de Transportes no governo de José Roberto Arruda.

Outro funcionário do governo do Distrito Federal investigado na Lava Jato é o policial civil Clayton Rinaldi de Oliveira. Ele teve bens bloqueados por ordem da 13ª Vara Federal do Paraná. A polícia constatou que ele obteve dinheiro em espécie com a quadrilha comandada por Chater. Oliveira também fez transações consideradas atípicas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). De acordo com um relatório de inteligência financeira (RIF), o policial civil movimentou 947.267,00 mil reais de março a outubro de 2011 como pessoa física enquanto sua empresa Rinaldi Consultoria Empresarial girou 6,5 milhões de reais. E empresas ligadas a Chater estão na origem desses recursos. O agente da Polícia Civil recebeu cerca de 935.000,00 reais de um posto de gasolina que pertenceu ao doleiro e 344.500,00 reais de outro posto de combustíveis que ainda pertence a Chater.

Os investigadores suspeitam que o policial civil cometeu crime de lavagem de dinheiro, porque julgaram ser discrepante a movimentação financeira de sua empresa e os seus salários de policial civil.

O doleiro Chater motivou o início das investigações da Lava Jato. Ele foi flagrado inicialmente em uma aparente operação de lavagem de dinheiro de recursos do deputado federal José Janene (PP), que morreu em 2010 e foi um dos acusados no processo do mensalão, esquema de compra de apoio político de parlamentares de PP, PL (atual PR), PTB e PMDB pelo governo Luiz Inácio Lula da Silva. No começo do inquérito da operação Lava Jato, foi detectado que Chater aplicou recursos de Janene na Dunel Indústria e Comércio, empresa da qual o deputado era sócio. As transações foram feitas por duas empresas controladas pelo doleiro, sem indicar que os recursos originalmente pertenciam ao político.

Fonte: Com informações da Veja Online

Publicado Por: Manoel José

Últimas Notícias
22h14 Apple vende recorde de 74,5 milhões de iPhones; negócio dobra no Brasil 22h03 PM prende suspeito de liderar tráfico de drogas em cidade do interior do PI 21h51 Campomaiorense foge de presídio levando arma de agente penitenciário 21h51 Carnaval de Campo Maior vai gerar mais de 200 epmpregos 21h48 Com 58% dos votos, Francieli deixa casa do BBB 15; foi alvo de complô 21h46 Já? George Clooney e Amal Alamuddin estariam se separando 21h29 Susana Vieira assume namoro com Sandro Pedroso: 'Começamos tudo de novo' 21h28 Equipes do Enduro-Rally Piocerá chegam em Pedro II 21h19 Coluna Eliano do Povo 21h00 Bruna Marquezine surpreende ao revelar curiosidade: 'Chupei dedo até 12 anos' 20h51 Oportunidade em Ribamar: A Prefeitura divulgou edital para seletivo 20h50 Aneel convoca distribuidoras e quer plano contra queda de energia 20h19 Thammy Miranda sobre retirada dos seios: ‘melhor do que eu imaginava' 20h05 Receita libera amanhã consulta a lote residual do IR e pagará R$ 941 milhões 19h53 Equipes do Enduro-Rally Piocerá chegam em Pedro II 19h45 'Celebraria outro', diz bispo católico após suspensão por fazer casamento gay 19h23 Teria coragem? Zoológico oferece massagem com cobras para visitantes nas Filipinas 19h20 Julgamento de ação contra os dois ex-governadores será na próxima semana 19h12 Mandacaru motiva o fortalecimento de modelos de produção familiar 19h08 Carol Nakamura posta foto romântica em rede social e faz desabafo 18h51 Conheça o polonês que reaprendeu a jogar handebol após perder um olho 18h36 Campo Largo do Piauí: Vila Cavalos recebe novo sistema de abastecimento d'água 18h33 Ricaço compra Santíssima Trindade dos carrões de luxo por R$ 11 mi 18h31 Murray ignora caldeirão, dá aula a sensação australiana e vai à semifinal 18h31 Secretaria de Educação de Itaueira reforma escolas para o ano letivo de 2015
CURSO DE INGLES
CNH

Mais Lidas

    Enquete

    O que você achou do congelamento do preço da passagem para estudantes em Teresina?

    Total de Votos: 197

    Válida de 26/01/2015 a 02/02/2015

    180graus no Instagramno Instagram