180graus

Era Secretário em Brasília - 01/04/2014 às 19h31

Operação Lava Jato prende ex-secretário e policial por lavar dinheiro com doleiro

Júlio Luis Urnau é investigado por suspeita de ser "sócio informal" do doleiro Carlos Habib Chater

TELHAS MAFRENSE
MUNICIPIO CONTABILIDADE

Os doleiros investigados na operação Lava Jato também tinham ramificações no governo do Distrito Federal. O ex-secretário adjunto de Transportes do Distrito Federal Júlio Luis Urnau é investigado por suspeita de ser "sócio informal" do doleiro Carlos Habib Chater, na Valortur Câmbio e Turismo, e de ter se beneficiado de operações de lavagem de dinheiro. Não é a primeira vez que ele é alvo de um inquérito policial. Urnau chegou a ser preso em 2011 acusado de receber propina de uma cooperativa de transporte.

Na operação Lava Jato, a Polícia Federal investiga um esquema que movimentou cerca de 10 bilhões de reais em operações de lavagem de dinheiro e evasão de divisas. Há suspeitas de negócios das quadrilhas com a Petrobras e o Ministério da Saúde. Chater é um dos pivôs da investigação, junto com os doleiros Alberto Youssef, Nelma Kodama e Raul Srour. Desde o início do inquérito em meados de 2013, foram detectadas diversas ligações telefônicas que indicam transações financeiras entre Chater e Urnau. O ex-secretário é suspeito de lavagem de dinheiro, mas a Justiça Federal ordenou que seja melhor esclarecida a participação dele no esquema. Urnau foi secretário adjunto de Transportes no governo de José Roberto Arruda.

Outro funcionário do governo do Distrito Federal investigado na Lava Jato é o policial civil Clayton Rinaldi de Oliveira. Ele teve bens bloqueados por ordem da 13ª Vara Federal do Paraná. A polícia constatou que ele obteve dinheiro em espécie com a quadrilha comandada por Chater. Oliveira também fez transações consideradas atípicas pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). De acordo com um relatório de inteligência financeira (RIF), o policial civil movimentou 947.267,00 mil reais de março a outubro de 2011 como pessoa física enquanto sua empresa Rinaldi Consultoria Empresarial girou 6,5 milhões de reais. E empresas ligadas a Chater estão na origem desses recursos. O agente da Polícia Civil recebeu cerca de 935.000,00 reais de um posto de gasolina que pertenceu ao doleiro e 344.500,00 reais de outro posto de combustíveis que ainda pertence a Chater.

Os investigadores suspeitam que o policial civil cometeu crime de lavagem de dinheiro, porque julgaram ser discrepante a movimentação financeira de sua empresa e os seus salários de policial civil.

O doleiro Chater motivou o início das investigações da Lava Jato. Ele foi flagrado inicialmente em uma aparente operação de lavagem de dinheiro de recursos do deputado federal José Janene (PP), que morreu em 2010 e foi um dos acusados no processo do mensalão, esquema de compra de apoio político de parlamentares de PP, PL (atual PR), PTB e PMDB pelo governo Luiz Inácio Lula da Silva. No começo do inquérito da operação Lava Jato, foi detectado que Chater aplicou recursos de Janene na Dunel Indústria e Comércio, empresa da qual o deputado era sócio. As transações foram feitas por duas empresas controladas pelo doleiro, sem indicar que os recursos originalmente pertenciam ao político.

Fonte: Com informações da Veja Online

Publicado Por: Manoel José

Últimas Notícias
14h35 Agricolândia inicia campanha de vacinação contra febre aftosa e brucelose 14h30 Representação do MPMA provoca Auto de Infração contra a Cemar 14h30 José Luís Teixeira Lago Neto pode concorrer ao cargo de governador 14h25 Prefeito Rômulo Aécio se encontra em Teresina com o Candidato ao Senado Federal Elmano Ferrer 14h17 Comarca de São Domingos realiza mutirão de audiências 14h06 Hapvida alcança três milhões de beneficiários 14h03 'CASO SMARTCENTER': acusado é amigo dos proprietários 13h40 Lutadora brasileira, sem patrocínio, faz ensaio para ver se atrai investidor 13h31 Confirmado iPhone 6, versão de ouro e com diamantes sai por R$ 19 mil 13h23 Faculdade Maurício de Nassau abre inscrições para vestibular em J. de Freitas 13h14 Homem se revolta com concessionária, fica nu e joga o carro; assista! 13h03 Prefeitura de Oeiras divulga resultado de concurso público para 230 vagas 13h00 Vice-presidente da Fraternidade Espírita André Luiz dará entrevista na TV Assembleia sobre evento 12h57 2º Salão de Turismo da Rota das Emoções já tem data marcada. Confira! 12h55 UFPI divulga resultado do vestibular a distância nesta segunda (04) 12h55 Banda Confirmada para 2ª Vaquejada Neli Brasil 12h46 Semdec anuncia investimentos de R$ 3 milhões em asfalto, drenagem em THE 12h39 Teresina: Crown inicia os testes com máquinas no Pólo Empresarial Norte 12h37 Confirmado para 29 de agosto “Desejo de Menina” em Miguel Leão 12h35 Alegrete terá banda marcial 12h32 Teresina recebe mais uma indústria e novas oportunidades de emprego 12h30 Divertido, ‘Guardiões da Galáxia’ supera as expectativas; confira o vídeo 12h29 Sebrae convoca empresas para o 2º Salão de Turismo da Rota das Emoções 12h28 Prefeito Capote reúne-se com Pastores evangélicos 12h26 Desembargador mantém decisão de exonerar servidores comissionados