180graus

Trabalhavam com os pais - 05/06/2011 às 12h07

Flagrado o trabalho infantil na zona rural de Parnaíba

De acordo com a Superintendência, no ano passado foram encontradas 159 crianças nessas condições

Kangaço
COLEGIO CEV
Vestibular
MUNICIPIO CONTABILIDADE
Kangaco
Artcores

A Superintendência Regional de Trabalho encontrou oito crianças em situação de trabalho infantil na zona rural de Parnaíba, no litoral do Estado. A vistoria foi realizada na última semana, depois de denúncias. As crianças trabalhavam junto com os pais numa plantação de acerola. O auditor fiscal do Núcleo de Apoio à Fiscalização do Trabalho Infantil da Superintendência, Rubervam Du Nascimento, afirmou que um relatório está sendo elaborado e será encaminhado ao Ministério Público e ao gestor do município para quem tomem as providências legais.

"As mães levam as crianças para a colheita, pois assim elas conseguem ganhar um pouco mais, já que pela lata de acerola elas recebem R$ 0,25", disse. As crianças encontradas têm entre 10 e 13 anos de idade e atuam na plantação do projeto Platôs de Parnaíba. Segundo o auditor, através do relatório é requerida a implantação do PETI (Programa de Erradi-cação do Trabalho Infantil) na região. "Apesar de algumas crianças estudarem, o rendimento escolar delas está abaixo do esperado", complementa.

De acordo com dados da Superintendência, só no ano passado foram encontradas 159 crianças e adolescentes em situação irregular no Piauí, caracterizando a prática de trabalho infantil. Rubervam explica que por aqui o trabalho infantil está presente principalmente na agricultura familiar. Mas, o trabalho infantil doméstico e a exploração sexual com fins lucrativos também ocupam lugar de destaque. "E essas são as formas mais difíceis de combater", destaca. Segundo ele, as fiscalizações têm revelado novos focos do trabalho escravo.

"Em Floriano, encontramos crianças trabalhando em pedreiras, na extração de pedras, que não era uma atividade muito comum", relata. Também nesse caso geralmente as crianças são levadas pelos pais, que nem se dão conta do mal que estão fazendo. "A própria sociedade é quem diz: é melhor trabalhar a estar na rua, usando drogas. Não é bem assim", completa. Essa mesma consciência tem também aqueles que empregam meninas como empregadas domésticas.

A situação é quase sempre a mesma: uma menina vem do interior do Estado para morar na casa de alguém e aqui ela estuda e trabalha como babá de outra criança. Isso sem falar daquelas que acabam fugindo desse mundo e migrando para a prostituição. "No ano passado realizamos uma ação nos shoppings de Teresina e vimos a cena se repetir. Uma criança, geralmente negra, empurrando um carrinho de bebê. A abordagem é muito complicada nesses casos", disse.


Fonte: Jornal Diário Do Povo

Publicado Por: Thalyta Arrais

Últimas Notícias
09h54 Governo apoia e prestigia a 8ª Feira do Livro de São Luís 09h46 Inicia-se neste sábado (01) a I Copa União de Futsal em Campo Largo do Piaui 09h45 Clube Kart da Ilha realiza evento noturno de kart 09h40 Idoso de 73 anos é encontrado morto dentro de casa em Ribamar 09h29 Crianças entram no clima do Halloween para aprender a língua inglesa 09h04 Raonic bombardeia no saque, vence Federer e vai à semifinal em Paris 08h55 Em Imperatriz, Flávio Dino agradece votos e reafirma compromissos com a região 08h54 Hamilton lidera primeiro treino livre nos Estados Unidos; Nasr supera Massa 08h50 Documentários: Brasil tem dois filmes na pré-lista do Oscar 08h46 McDonald's tem mês com piores vendas globais em uma década 08h45 Prefeitura debate plano de resíduos sólidos na OAB/MA 08h45 'O Brasil perdeu o medo do PT', diz Aécio Neves para revista Veja 08h41 Ex-affair de Neymar, Jordane posa nua na madrugada de Paris; fotos! 08h33 Policial tenta separar briga, mas acaba ferido e atinge agressor nos testículos 08h30 GTA participa de Exposição de Segurança em Raposa 08h29 Brasileirão 2014 ficará sem festa da CBF; nem Sportv fará cerimônia 08h26 Zé Filho baixa pacote de contenção de gastos com veículos, telefonia e viagens 08h15 Sindhosp elogia indicação de Marcos Pacheco para Saúde 08h15 Jovem morre com pelo menos três facadas na região Norte do Estado 08h11 Inpi prorroga inscrições para 140 vagas; salário chega a R$ 7.421,60 08h09 Delicada demais para lutar? Ela prova que não após assalto a levar ao MMA 08h08 No PI, juiz do TJ-RJ defende reforma na lei e na mentalidade do Judiciário 08h08 Assassinato: Atleta paulista é morto em churrascaria de Floriano 08h03 Novas multas valem a partir de hoje com reajuste de 900%; veja a tabela 08h01 Sampaio tenta reação na Série B hoje contra a Ponte Preta em SP

Mais lidas

    Enquete

    Qual o maior desafio que a presidente Dilma Rousseff terá em seu novo mandato?

    Total de Votos: 1,007

    Válida de 27/10/2014 a 03/11/2014

    DR ANTONIO CARLOS

    180graus no Instagramno Instagram

    MUNICIPIO CONTABILIDADE