180graus

Situação do local é crítica - 19/05/2017 às 08h25

Maternidade 'Evangelina Rosa' traz risco para vida dos bebês, diz CRM

Irregularidades continuam colocando em risco a vida de bebês e profissionais

comserv
Você no controle do Processo
Venha para o Hotel Delta em Parnaíba





Se não bastasse os inúmeros salários atrasados dos técnicos de enfermagem da Maternidade Dona Evangelina Rosa, o local também está cheio de irregularidades, como constatou o Conselho Regional de Medicina do Piauí. O órgão fez uma fiscalização e as irregularidades continuam colocando em risco a vida de bebês e profissionais denunciam que trabalham no limite.

O CRM fez a fiscalização após receber denúncias de médicos que trabalham na maternidade e a realizou em várias dependências. Entre os principais problemas apontados estão a superlotação, inclusive, de pacientes sem complicações graves, que poderiam ser atendidas em maternidades de bairro da capital Teresina.

O motivo, segundo denúncias de plantonistas, é resultante de falhas junto à Central de Regulação do Estado, bem como pela falta de estrutura de hospitais e maternidades de bairros e de outros municípios que, em sua grande maioria, não conta com banco de sangue, pediatras, obstetras, anestesistas 24 horas e nem com laboratório próprio.

“Nós médicos e demais equipes de saúde estamos trabalhando no limite e sem estrutura adequada”, denunciou uma plantonista. Por conta de tantas irregularidades, o CRM-PI, que preside o Fórum Interinstitucional Permanente de Saúde, realizou na plenária do conselho uma reunião do fórum, onde foram convocados vários secretários de Estado, como o de Saúde, Administração, Fazenda, o presidente da FMS, Silvio Mendes, e diretores e gestores da MDER e de maternidades de bairros, além da diretoria da Central de Regulação do Estado, em busca de soluções prática, principalmente para acabar com a superlotação e a falta de condições de trabalho e de estrutura na MDER.

18581660_644514442419986_8615771146232748991_n.jpg

Pelo CRM-PI, a fiscalização contou com a presidente Drª Mírian Palha Dias Parente, com o vice-presidente Dr. Dagoberto Barros da Silveira e o médico fiscal Dr. Francisco Marivaldo, além da presença do Ministério Público Estadual, por meio da promotora Drª Karla Daniela Carvalho. Logo na entrada do hospital, a equipe de fiscalização ouviu relato de uma parturiente do município de Regeneração, que estava há 12 horas sem atendimento e não passou por regulação ou encaminhamento para avaliação do seu estado de saúde. Para o CRM-PI, é uma situação irregular e constrangedora para a paciente, inclusive com grande risco de infecção.

Os problemas mais graves foram encontrados nas alas do centro cirúrgico, onde faltam profissionais especializados suficientes para atender a grande demanda de partos cesarianas, bem como de locais adequados para recém nascidos, que precisam continuar internados e até passar por cirurgias, como prematuros ou nascidos com má formação genética. Segundo alguns médicos presentes no plantão, caso as pacientes fossem reguladas corretamente, haveria menos superlotação e mais condições de trabalho.

18555850_644515665753197_407038303643444161_n.jpg

Segundo denúncias, a Central de Regulação encaminha pacientes em trabalho de parto e como justificativa informa, muitas vezes, que a razão do encaminhamento é falta de vagas em outras unidades de saúde.

O caos maior foi registrado no Centro Obstétrico Superior, onde os recém-nascidos graves mantinham-se internado dentro de salas cirúrgicas, onde eram realizados vários partos, apenas durante uma manhã de vistorias. Eles deveriam estar internados em ala própria. O grande problema constatado é que não há local apropriado e nem leitos disponíveis.

Outros recém-nascidos estavam internados em condições inadequadas, apenas com a utilização de berço aquecido e hidratação venosa, porém deveriam estar em leito de UTI neonatal e fora do Centro Obstétrico Superior, mas como não há vagas para todos, estão recebendo tratamento no local, de forma improvisada.

18519511_644516095753154_6873764264024194031_n.jpg

Outra falha grave apontada pelo CRM-PI e pelo MPE é que na sala de recuperação pós anestésica, pacientes que deveriam ficar em observação por no máximo duas horas, mas ficam no setor por 12 horas ou mais, por falta de leitos disponíveis nas enfermarias, geralmente superlotadas. Ainda na sala de recuperação pós anestésica, nem todos os leitos possuem monitores cardíacos, nem oxímetro de pulso, o que é obrigatório pelas normas de saúde. Uma das salas do centro cirúrgico estava sem ar condicionado e o piso e paredes contêm rachaduras, acumulando lixo e poeira, que podem causar infecções.

Na lavanderia da MDER, o CRM-PI flagrou funcionários trabalhando em condições insalubres e ruídos acima do permitido pela legislação trabalhista. Entre as irregularidades, falta de equipamentos de proteção individual, tais como máscaras específicas, luvas, vestimentas e botas de trabalho. A diretoria da maternidade será notificada e receberá prazo para cumprir as normas sanitárias de saúde.

18519696_644515545753209_8076466038342323928_n.jpg

18519766_644516032419827_3013087537875642381_n.jpg

18527621_644516215753142_4491791286741943455_n.jpg

18556200_644516115753152_2498638469959852383_n.jpg

18581853_644516269086470_281296659919717273_n.jpg

18582001_644515959086501_3125935423219758784_n.jpg

18447643_644515842419846_5534595431114995031_n.jpg

18486401_644515499086547_8275516018819244255_n.jpg

18519422_644515702419860_6016070129085100512_n.jpg

Fonte: CRM-PI

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Informática p/ Concurso
Informática para concursos
Matemática Básica
Matemática e Raciocínio Lógico
Casa do Cartucho
Últimas Notícias
23h43 Prefeitura municipal através da secretaria de obras do município realizando serviço em vias públicas 23h39 Corrupção no IDEPI: sobrepreço em obra da Caxé era de R$ 500 mil; veja 23h35 OAB vai tentar derrubar o aumento no preço de combustíveis 23h10 Reunião Banco do Nordeste parceria com a Prefeitura Municipal e Sindicato dos Trabalhadores Rurais 22h57 W.Dias segura a boa aprovação em cidades importantes 22h50 Atendimento medico para as famílias da zona rural do Município de Pedro Laurentino 22h40 Grande Macha para Jesus realizado pelas Igrejas Evangélicas de Pedro Laurentino 22h00 Academia Eugênio realiza 2ª edição do 'Eu treino' em Campo Maior; veja 21h44 Atleta Patoense é Classificada para Final do JEMs 20h06 Simplício Mendes realizou o maior Campeonato de Campo da região 19h00 Lei que cria o Conselho Estadual dos Direitos da População LGBTT é sancionada 19h00 A Cardiologista Dra Ana Alice estará atendendo no Laboratório de Análise Clínicas de S. Mendes 18h04 Festa de Sant'Ana 2017: recorde de público no Corredor da Folia 18h03 Feijão, riqueza do Gurguéia 17h59 SAAE recupera sistemas de abastecimento de água do Bairro Santana e Bairro Mutirão 17h52 Congresso vai analisar MP que cria plano de demissão voluntária para servidores 17h49 Lei para compensar desoneração de ICMS será tema de debate no Senado 17h25 FMS convoca novos classificados em seleção para Acadêmicos de Medicina 17h15 Prefeitura entrega equipamentos para Escolas da Rede Municipal de Ensino 17h11 Justiça determina a reintegração de posse da fazenda de Ciro Nogueira 17h06 Água Branca ganha filial da Clinica COIFE ODONTO 17h01 Ministério da Saúde oferecerá um novo tratamento contra hepatite C; detalhes! 16h55 "A geração brasileira atual vai morrer sem conhecer outro líder e outro estadista como Lula" 16h42 Fundespi e FGV fazem visita técnica no Albertão; parceria privada é ideia 16h38 Lançamento do Livro que conta a História de Alto Longá, Ocorreu hoje.

Matemática Básica
Informática para concurso
Podium

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Raciocínio Lógico
    Podium
    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional