180graus

Estão avaliando a situação - 01/05/2017 às 10h01

Empresas não têm data para iniciar cobrança por despacho de bagagem

As companhias informaram que ainda estão avaliando a situação e que não há definição

Você no controle do Processo
comserv
Maria Brasileira - Limpeza e cuidados





Imagem: Reprodução

Imagem: Reprodução

Após decisão que liberou, desde a sexta-feira (28) a cobrança extra no despacho de bagagem, ainda não há definição das companhias aéreas de quando as novas regras serão colocadas em prática. Na sexta, o juiz Alcides Saldanha Lima, da 10ª Vara Federal, no Ceará, derrubou a liminar que suspendia a cobrança, autorizando as companhias aéreas a vender passagens com a cobrança extra pela pela bagagem.

As companhias informaram que ainda estão avaliando a situação e que não há definição de quando a medida será posta em prática. A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), órgão que regulamenta o setor, informou que para passagens compradas anteriormente valem as regras do contrato, especialmente a de franquia de bagagem, mesmo que o voo ocorra após essa data.

A assessoria de imprensa da Gol disse à Agência Brasil que, por enquanto, “nada muda”. A empresa informou que vai “reavaliar internamente” a situação. “Assim que houver uma decisão comunicará os seus clientes. As regras de despacho de bagagem por enquanto continuam as mesmas."

A assessoria da Latam informou que a companhia “segue a legislação do setor” e que não há ainda informação de quando colocará em prática a cobrança pelo despacho extra.

A Avianca informou à Agência Brasil que a companhia segue a mesma decisão desde quando a nova regra passaria a vigorar, em 14 de março: de não cobrar por despacho de bagagens. A empresa disse que vai “estudar essa questão mais profundamente durante os próximos meses, a fim de criar produtos tarifários customizados para melhor atender às necessidades dos diferentes perfis de clientes.”

A empresa considera ainda que a resolução da Anac que liberou a cobrança extra por bagagem beneficia “os passageiros, pois aproximam as práticas do setor aos padrões internacionais e estimularão o acesso de cada vez mais pessoas ao transporte aéreo.”

A Azul informou que segue o posicionamento da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear) e que ainda não há definição de quando iniciará a cobrança por bagagem extra. Em nota divulgada ontem (29) a associação disse que a cassação da liminar “é um avanço que vai beneficiar os consumidores e alinhar o Brasil a práticas internacionais há muito tempo consolidadas”.

De acordo com a entidade, a liminar proibia as empresas aéreas brasileiras de criarem classes tarifarias diferenciadas para os passageiros que transportam ou não bagagens e que o custo pelo transporte de bagagem acabava sendo diluído nos preços dos bilhetes de todos os passageiros, independente se ele viaja apenas com bagagem de mão ou se despacha mais de uma mala.

“Com a aplicação da norma estabelecida pela Anac, e assim como ocorre em todos os mercados importantes do mundo, as empresas nacionais poderão oferecer aos seus passageiros a possibilidade de adquirir bilhetes com preço equivalentes ao tipo de bagagem que transporta. Assim, o passageiros que viaja sem bagagem pagará menos e o passageiro que despacha bagagens pagará apenas por aquilo que transporta”, diz a nota da Abear.

As novas regras estava previstas para começar a valer em 14 de março, mas uma liminar da Justiça Federal de São Paulo concedida no dia 13 do mesmo mês suspendeu a cobrança. Pelas regras as empresas aéreas estão autorizadas a cobrar taxas adicionais pelas bagagens despachadas em voos nacionais e internacionais. O limite de peso da bagagem de mão também aumentou, passando de cinco para 10 quilos.

Em nota divulgada no sábado, a Anac disse que com a queda da liminar as empresas aéreas poderão praticar a venda de passagens com diferentes franquias de bagagem despachada ou até mesmo sem a franquia para passageiros que optarem por não utilizar o serviço: "a Anac entende que isso trará mais transparência, competitividade e benefício ao usuário do transporte aéreo.”

Para a agência reguladora, a oferta de passagens “com diferentes perfis torna o mercado ainda mais competitivo e, consequentemente, traz a possibilidade de passagens mais atraentes e adequadas aos interesses dos consumidores."

(Com informações da Agência Brasil)

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Agente PRF
Matemática Básica
Matemática e Raciocínio Lógico no Podium
Quer mudar de vida?
Informática p/ concursos
Informática Cespe/UNB
Aulão beneficente para carreira administrativa
Casa do Cartucho
Agente PF
Últimas Notícias
09h00 Curso de Capacitação para Evangelizadores 03h27 Monalysa traz coroa de Miss Brasil pela 1ª vez para o Piauí 02h43 Rejane Dias visita obras e faz doações para APAE de São João do Piauí 02h15 Copa Piauí: River e Piauí empatam em 2 x 2 no Lindolfo Monteiro 01h35 Monalysa Alcântara chega ao Top 5 do concurso Miss Brasil 2017; siga! 23h33 Prefeitura de Cocal promove curso “Como Conduzir Negociações Eficazes” 21h28 Assistência Social de Água Branca reinicia atividades do Projeto Nascer Saudável 21h03 "Firmino Filho coloca a Câmara de joelhos, se Doria receber o título será uma imposição do prefeito" 20h48 Estado Islâmico assume autoria de ataque que deixou feridos na Rússia 20h19 'Radar' diz que Dilma foi convidada para concorrer ao Senado pelo Piauí 20h14 Caçadores suspeitos de matar vigia de parque são detidos 20h02 Orquestra Sinfônica fará apresentação no 'Parque da Cidadania' domingo, 20 20h01 Guarda Municipal de Teresina encontra menor de idade desaparecida; detalhes 19h39 Serra da Capivara: Ministro divulga nota de pesar por morte de vigilante 19h31 Incêndio atinge residência e destrói carro que estava na garagem; fotos 19h31 TJ-PI deve realizar cerca de 500 audiências durante esforço concentrado 19h18 Simone Castro participa do Criança Esperança direto do Rio de Janeiro 19h05 Prefeitura de Pedro Laurentino divulga as atrações do festejo do Bom Jesus 18h54 Gilmar Mendes derruba decisão de juiz e manda soltar Jacob Barata 18h13 Ex-prefeito no PI é condenado e fica sem direitos políticos por cinco anos 18h09 Lei no Piauí proíbe corte de água e energia antes de feriado e final de semana 18h00 Começou ontem o Sétimo festival da Melancia em Alto Longá. 17h58 MP alerta para porte indiscriminado de armas brancas na cidade de Parnaíba 17h26 Advogadas lançam livro no TJ-PI sobre inquietações do universo feminino 17h05 Monalysa disputa hoje o Miss Brasil 2017 e pode fazer história pelo Piauí

Carreira administrativa
Informática p/ concursos
Matemática Básica

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Raciocício Lógico
    Cespe/UNB
    Cespe/UNB
    Podium - Professor Atualidades
    Vem pro Podium!

    180graus no Instagramno Instagram