180graus

Ampliando os direitos - 06/06/2013 às 17h14

Comissão aprova a regulamentação da Lei das Domésticas

Texto ainda precisa ser analisado pelos plenários do Senado e da Câmara

VAGA VENDAS
TELHAS MAFRENSE
MUNICIPIO CONTABILIDADE

A comissão especial do Congresso Nacional que discute a regulamentação da emenda constitucional que amplia os direitos de empregados domésticos aprovou nesta quinta-feira (6) o relatório que regulamenta os sete itens do texto que ficaram em aberto após a promulgação. Para virar lei, o projeto de regulamentação ainda precisa passar pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A aprovação ocorreu mais de dois meses após a promulgação pelo Congresso da emenda que ficou conhecida como PEC das Domésticas. Depois de mais de uma hora do início da sessão, a votação foi anunciada e realizada de forma simbólica (sem contagem dos votos) em menos de um minuto, depois de deputados e senadores apresentarem críticas ao texto do relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O relatório estabelece que empregadores deverão pagar mensalmente contribuição com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 11,2% do total do salário do empregado. Desse valor, 3,2% deverão ser depositados numa conta separada, de modo a garantir que, em caso de demissão sem justa causa, o trabalhador possa ser indenizado com o recebimento de 40% de seu saldo do FGTS.

Os 8% restantes equivalem ao mesmo que é pago pelos empregadores das demais categorias . Também ficou definido 0,8% de contribuição para o seguro por acidente de trabalho e outros 8% para INSS.

A regulamentação define como empregado doméstico aquele que presta serviços de forma contínua, por mais de dois dias na semana, no âmbito residencial e com finalidade não lucrativa. O trabalho fica restrito a maiores de 18 anos, e a carga horário fixada em no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais.

Também fica estabelecida a possibilidade de regime de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, desde que expressa em contrato. Os horários de entrada e saída devem ser, obrigatoriamente, registrados por meio manual ou eletrônico.

Hora-extra
Pelo texto apresentado, fica definido que a hora-extra deverá ser paga com valor no mínimo 50% maior que a hora normal. As horas-extras poderão ser compensadas com folgas ou descontos na jornada diária, mas, caso ao final do mês a empregada acumule mais de 40 horas sem compensação, elas obrigatoriamente deverão ser pagas.
O restante será somado num banco de horas válido por um ano. No projeto, o banco é chamado de "sistema de compensação de horas”.

Férias
A regulamentação também cria a possibilidade de divisão das férias de trabalhadores da categoria em apenas dois períodos. Inicialmente, o texto de Jucá previa que as férias dos domésticos fossem divididas em até três períodos.

A mudança foi solicitada pelos sindicatos e equipara as férias de domésticos ao das demais categorias de trabalhadores urbanos e rurais. Um dos períodos de férias deve ter no mínimo 14 dias. Atualmente, não há regra específica para a divisão das férias que, segundo o Ministério do Trabalho, é fixada a critério do empregador.

Fonte: Com informações do G1

Publicado Por: Fábio Carvalho

Últimas Notícias
01h47 Dono do 'Bahamas Night Club' é confirmado na Fazenda 7, diz jornal 01h46 Tatá Werneck explica fim de romance de oito anos: 'Ele vai morar no exterior' 01h01 Bruna Linzmeyer adianta que continuará com cabelo colorido após fim da novela 00h33 Sesapi traça plano estadual de atenção Oncológica 00h31 Fraternidade Espírita André Luiz comemorará, a partir do dia 1º de agosto, seu 32º aniversário 00h19 Em junho, juro bancário de pessoa física é o maior em mais de 3 anos 00h04 Bandidos estão assaltando visitantes no Parque Zoobotânico de Teresina 00h03 Brasil inaugura primeira fábrica de mosquitos da dengue transgênicos 23h55 Esmam oferece 1.025 vagas para novos cursos em parceria com o Senac 23h52 Projeto da Federação de Futebol vai trabalhar a base do futebol piauiense 23h35 Suspensão de expediente e prazos na Vara do Trabalho de Pinheiro nesta quinta-feira (31) 23h30 Sindicatos pedem que Tribunal de Justiça do Piauí faça concurso para 700 vagas 23h15 Sedel realiza congressos técnicos dos JEMs nesta quarta (30) 23h05 Ex-jogador do Sampaio tem pedido de penhora negado pela Justiça 22h55 SES promove capacitação de conselheiros de estaduais de Saúde 22h35 Instituições prestam contas sobre aplicação de recursos doados pela Justiça 22h23 Escola Municipal Cicero Lopes de Sousa é referência na educação 22h15 DPE/MA doa material de higiene para Asilo de Mendicidade 22h05 Policia prende estuprador em Buriti Bravo 21h55 Professores recebem aperfeiçoamento em docência na socioeducação 21h51 Governadora Roseana Sarney visita Região dos Cocais nesta quarta (30) 21h46 Atriz Thaila Ayala bate boca com internauta no Instagram 21h40 Mais magro, agora André Marques fica loiro e posta foto em rede social 21h35 Seduc inicia mobilização para alfabetizar 100 mil maranhenses 21h21 Para 93% dos policiais, corrupção dificulta trabalho
Curso in company
ControlX
ControlX

Enquete

Qual dessas cinco atrações turísticas você acha que é hoje o principal cartão postal do Piauí?

Total de Votos: 1

Válida de 30/07/2014 a 06/08/2014

Mais lidas

    CONSTRUTORA HIDROS
    IRRITEC
    TELHAS MAFRENSE

    180graus no Instagramno Instagram