180graus

Ampliando os direitos - 06/06/2013 às 17h14

Comissão aprova a regulamentação da Lei das Domésticas

Texto ainda precisa ser analisado pelos plenários do Senado e da Câmara

Phocus Galerie
Shop Festa - Inauguração
SAMBAIBA MODULADOS
DR GERMANO
COELHO FORTE E DOURADO
Laurice - Projetos





A comissão especial do Congresso Nacional que discute a regulamentação da emenda constitucional que amplia os direitos de empregados domésticos aprovou nesta quinta-feira (6) o relatório que regulamenta os sete itens do texto que ficaram em aberto após a promulgação. Para virar lei, o projeto de regulamentação ainda precisa passar pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A aprovação ocorreu mais de dois meses após a promulgação pelo Congresso da emenda que ficou conhecida como PEC das Domésticas. Depois de mais de uma hora do início da sessão, a votação foi anunciada e realizada de forma simbólica (sem contagem dos votos) em menos de um minuto, depois de deputados e senadores apresentarem críticas ao texto do relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O relatório estabelece que empregadores deverão pagar mensalmente contribuição com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 11,2% do total do salário do empregado. Desse valor, 3,2% deverão ser depositados numa conta separada, de modo a garantir que, em caso de demissão sem justa causa, o trabalhador possa ser indenizado com o recebimento de 40% de seu saldo do FGTS.

Os 8% restantes equivalem ao mesmo que é pago pelos empregadores das demais categorias . Também ficou definido 0,8% de contribuição para o seguro por acidente de trabalho e outros 8% para INSS.

A regulamentação define como empregado doméstico aquele que presta serviços de forma contínua, por mais de dois dias na semana, no âmbito residencial e com finalidade não lucrativa. O trabalho fica restrito a maiores de 18 anos, e a carga horário fixada em no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais.

Também fica estabelecida a possibilidade de regime de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, desde que expressa em contrato. Os horários de entrada e saída devem ser, obrigatoriamente, registrados por meio manual ou eletrônico.

Hora-extra
Pelo texto apresentado, fica definido que a hora-extra deverá ser paga com valor no mínimo 50% maior que a hora normal. As horas-extras poderão ser compensadas com folgas ou descontos na jornada diária, mas, caso ao final do mês a empregada acumule mais de 40 horas sem compensação, elas obrigatoriamente deverão ser pagas.
O restante será somado num banco de horas válido por um ano. No projeto, o banco é chamado de "sistema de compensação de horas”.

Férias
A regulamentação também cria a possibilidade de divisão das férias de trabalhadores da categoria em apenas dois períodos. Inicialmente, o texto de Jucá previa que as férias dos domésticos fossem divididas em até três períodos.

A mudança foi solicitada pelos sindicatos e equipara as férias de domésticos ao das demais categorias de trabalhadores urbanos e rurais. Um dos períodos de férias deve ter no mínimo 14 dias. Atualmente, não há regra específica para a divisão das férias que, segundo o Ministério do Trabalho, é fixada a critério do empregador.

Fonte: Com informações do G1

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Phocus Galerie
ISLAMAR
SAMBAIBA MODULADOS
Terno e Cia
Marquinhos do Pará
SAMBAIBA MODULADOS
Últimas Notícias
23h58 River sonolento é humilhado pelo Confiança no Batistão em Aracaju. 23h44 Série "Crônicas de um Espírito Amigo": O Coração do Evangelho 21h38 Três casos de estupro acontece em menos de 24 hrs em Oeiras 21h36 Vereador é morto com tiro no peito ao tentar separar briga 21h16 O que disse o ex-ministro da Fazenda ao ser interpelado por Regina Sousa 18h48 Niède ameaça ir à Unesco denunciar o descaso com a 'Serra da Capivara' 18h42 Vídeo: menina de 10 anos é resgatada após 17h sob os destroços 18h38 ‘Aquarius’ vence prêmio de melhor filme em festival de Amsterdã 18h33 River perde para o Confiança (SE) e continua como lanterna da 'Série C' 18h30 'É durinho e lisinho', diz a candidata pelo Piauí no 'Miss Bumbum'; fotos! 18h04 Mais de 35% dos atletas da Paralimpíada são vítimas de acidentes 18h02 No Brasil, 4% dos alunos do 9º ano já sofreram estupro, diz IBGE 17h54 Brasileira de 33 anos pode ser eleita deputada estadual nos EUA 17h51 Após estupro coletivo,mais dois casos de abuso sexual acontecem em Oeiras 17h32 Eleições: No Piauí, 24% das candidaturas já foram aceitas 17h15 Sorteio da 'Nota Piauiense' acontecerá nesta segunda (29); R$ 250 mil no total 17h13 Ciro não questiona testemunhas no impeachment contra Dilma Rousseff 17h09 Regina Sousa abandona os autos e apela a questões político-partidárias 16h39 Segunda rodada cheia de gols no I interclasse da Escola Municipal de Campo Largo do Piaui 16h38 Lula teria pedido à OAS construção de capela no famoso sítio de Atibaia 15h54 Jovem ginasta viraliza na web após Rio-2016 ao fazer acrobacias 15h54 A advogada que atua contra Dilma Rousseff no processo de impeachment 15h53 Nico Rosberg vence GP agitado da Bélgica, mas Lewis Hamilton é líder 15h51 Fim do mistério: fotos em Preto e Branco são campanha contra o câncer 15h49 Caminhão do Exército com três toneladas maconha é apreendido

Terno e Cia
SAMBAIBA MODULADOS
Laurice - Projetos
Phocus Galerie
ISLAMAR

Mais Lidas

    SUNSET
    DR GERMANO ADV

    Enquete

    O Senado Federal abriu consulta pública sobre projeto de lei que propõe diminuir o número de deputados e senadores. Você concorda com a proposta?

    Total de Votos: 232

    Válida de 23/08/2016 a 30/08/2016

    Shop Festa - Inauguração
    Casa do cartucho
    Silva, Guedes & Barroso
    SAMBAIBA MODULADOS
    Dr. Diogo Caldas(Escritório de advocacia)
    Alves e Alves (Dr. Daniel)
    ISLAMAR

    180graus no Instagramno Instagram

    Panificadora Canindé