180graus

Ampliando os direitos - 06/06/2013 às 17h14

Comissão aprova a regulamentação da Lei das Domésticas

Texto ainda precisa ser analisado pelos plenários do Senado e da Câmara

CASA DE PRAIA
Kangaço
ARTE CONSTRUÇÕES
Galaxy

A comissão especial do Congresso Nacional que discute a regulamentação da emenda constitucional que amplia os direitos de empregados domésticos aprovou nesta quinta-feira (6) o relatório que regulamenta os sete itens do texto que ficaram em aberto após a promulgação. Para virar lei, o projeto de regulamentação ainda precisa passar pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A aprovação ocorreu mais de dois meses após a promulgação pelo Congresso da emenda que ficou conhecida como PEC das Domésticas. Depois de mais de uma hora do início da sessão, a votação foi anunciada e realizada de forma simbólica (sem contagem dos votos) em menos de um minuto, depois de deputados e senadores apresentarem críticas ao texto do relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O relatório estabelece que empregadores deverão pagar mensalmente contribuição com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 11,2% do total do salário do empregado. Desse valor, 3,2% deverão ser depositados numa conta separada, de modo a garantir que, em caso de demissão sem justa causa, o trabalhador possa ser indenizado com o recebimento de 40% de seu saldo do FGTS.

Os 8% restantes equivalem ao mesmo que é pago pelos empregadores das demais categorias . Também ficou definido 0,8% de contribuição para o seguro por acidente de trabalho e outros 8% para INSS.

A regulamentação define como empregado doméstico aquele que presta serviços de forma contínua, por mais de dois dias na semana, no âmbito residencial e com finalidade não lucrativa. O trabalho fica restrito a maiores de 18 anos, e a carga horário fixada em no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais.

Também fica estabelecida a possibilidade de regime de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, desde que expressa em contrato. Os horários de entrada e saída devem ser, obrigatoriamente, registrados por meio manual ou eletrônico.

Hora-extra
Pelo texto apresentado, fica definido que a hora-extra deverá ser paga com valor no mínimo 50% maior que a hora normal. As horas-extras poderão ser compensadas com folgas ou descontos na jornada diária, mas, caso ao final do mês a empregada acumule mais de 40 horas sem compensação, elas obrigatoriamente deverão ser pagas.
O restante será somado num banco de horas válido por um ano. No projeto, o banco é chamado de "sistema de compensação de horas”.

Férias
A regulamentação também cria a possibilidade de divisão das férias de trabalhadores da categoria em apenas dois períodos. Inicialmente, o texto de Jucá previa que as férias dos domésticos fossem divididas em até três períodos.

A mudança foi solicitada pelos sindicatos e equipara as férias de domésticos ao das demais categorias de trabalhadores urbanos e rurais. Um dos períodos de férias deve ter no mínimo 14 dias. Atualmente, não há regra específica para a divisão das férias que, segundo o Ministério do Trabalho, é fixada a critério do empregador.

Fonte: Com informações do G1

Publicado Por: Fábio Carvalho

Últimas Notícias
02h20 Ansiedade e vida sedentária andam muito próximas, avisa cardiologista 02h01 Ex de Mariah Carey falha em detector de mentiras e admite sexo com Kim Kardashian 01h59 Semana Nacional da Conciliação encerrou nesta quarta-feira (26/11) 01h35 Jovem é alvejado a tiros de pistola ponto 40, em Parnaíba 01h34 Consumo de álcool foi proíbo no campus da Faculdade de medicina da USP 01h32 Prefeitura reinicia a demolição e retirada dos escombros 01h07 Segundo Banco Central juros sobem e crédito desacelera em outubro 00h44 Diaz revela que não pretende acertar perna que Anderson Silva fraturou 00h42 Comercial pronto para disputar o Piauiense de 2015 00h26 Caio Castro explica cabelo platinado: 'Era para personagem, mas não vou aderir' 00h10 MC Ludmilla nega rivalidade com Anitta e diz que não está rica: 'Mas estou tentando' 00h00 Santo Inácio do PI: CNM divulga valor de R$ 248.272,04 do repasse do FPM 23h50 Chapa da situação vence eleição da mesa diretora da Câmara de Campo Maior 23h48 Nova fornecedora promete apostar alto para tirar Nike do Barcelona 23h36 Alunos do Curso Técnico em Desenvolvimento Infantil e Técnico em Serviço Público de Campinas do PI 23h18 Atriz de ‘Pé na cova’ é asfixiada durante tentativa de assalto 23h14 Atlético, campeão da Copa do Brasil e SP é eliminado da Sul-Americana 23h10 Paulistana: Município receberá R$ 496.544,08 do FPM em dezembro de 2014 23h07 Polo Cerâmico da zona norte recebe projeto Arte Natal Poty 22h57 Aprovada a guarda compartilhada de filhos de pais separados no Senado 22h40 Passagem Franca do PI receberá R$ 248.272,04 do FPM previsto para dezembro 2014 22h32 Prefeito Walter e 1ªDama Kelly convida toda a população para confraternizar um belo café da manhã 22h31 Câmara economizará cerca de R$ 10 milhões com o corte de salários 22h25 Festival de Artes e culturas movimenta o CETI João Ferry 22h07 Excedente de produção agrava a situação do setor siderúrgico mundial
CNH

Mais Lidas

    Enquete

    Você confia nas promoções de Black Friday?

    Total de Votos: 65

    Válida de 26/11/2014 a 03/12/2014

    SERCOMPREV
    ARTE CONSTRUÇÕES

    180graus no Instagramno Instagram

    MAFRENSE MÁQUINAS
    Galaxy