180graus

Ampliando os direitos - 06/06/2013 às 17h14

Comissão aprova a regulamentação da Lei das Domésticas

Texto ainda precisa ser analisado pelos plenários do Senado e da Câmara

LB Fitness
kangaço
CEV

A comissão especial do Congresso Nacional que discute a regulamentação da emenda constitucional que amplia os direitos de empregados domésticos aprovou nesta quinta-feira (6) o relatório que regulamenta os sete itens do texto que ficaram em aberto após a promulgação. Para virar lei, o projeto de regulamentação ainda precisa passar pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A aprovação ocorreu mais de dois meses após a promulgação pelo Congresso da emenda que ficou conhecida como PEC das Domésticas. Depois de mais de uma hora do início da sessão, a votação foi anunciada e realizada de forma simbólica (sem contagem dos votos) em menos de um minuto, depois de deputados e senadores apresentarem críticas ao texto do relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O relatório estabelece que empregadores deverão pagar mensalmente contribuição com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 11,2% do total do salário do empregado. Desse valor, 3,2% deverão ser depositados numa conta separada, de modo a garantir que, em caso de demissão sem justa causa, o trabalhador possa ser indenizado com o recebimento de 40% de seu saldo do FGTS.

Os 8% restantes equivalem ao mesmo que é pago pelos empregadores das demais categorias . Também ficou definido 0,8% de contribuição para o seguro por acidente de trabalho e outros 8% para INSS.

A regulamentação define como empregado doméstico aquele que presta serviços de forma contínua, por mais de dois dias na semana, no âmbito residencial e com finalidade não lucrativa. O trabalho fica restrito a maiores de 18 anos, e a carga horário fixada em no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais.

Também fica estabelecida a possibilidade de regime de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, desde que expressa em contrato. Os horários de entrada e saída devem ser, obrigatoriamente, registrados por meio manual ou eletrônico.

Hora-extra
Pelo texto apresentado, fica definido que a hora-extra deverá ser paga com valor no mínimo 50% maior que a hora normal. As horas-extras poderão ser compensadas com folgas ou descontos na jornada diária, mas, caso ao final do mês a empregada acumule mais de 40 horas sem compensação, elas obrigatoriamente deverão ser pagas.
O restante será somado num banco de horas válido por um ano. No projeto, o banco é chamado de "sistema de compensação de horas”.

Férias
A regulamentação também cria a possibilidade de divisão das férias de trabalhadores da categoria em apenas dois períodos. Inicialmente, o texto de Jucá previa que as férias dos domésticos fossem divididas em até três períodos.

A mudança foi solicitada pelos sindicatos e equipara as férias de domésticos ao das demais categorias de trabalhadores urbanos e rurais. Um dos períodos de férias deve ter no mínimo 14 dias. Atualmente, não há regra específica para a divisão das férias que, segundo o Ministério do Trabalho, é fixada a critério do empregador.

Fonte: Com informações do G1

Publicado Por: Fábio Carvalho

Últimas Notícias
12h25 Candidato Responde: 'Quero tirar o jovem da ociosidade',diz Gessivaldo 12h21 Prefeito Capote consegue 1405 cisternas 12h17 Menino de 8 anos que testa brinquedos em vídeos fatura R$ 3 mi por ano 12h13 Prefeito Walter e 1ªDama Kelly Alencar faz visita a Santa Cruz dos Milagres 12h11 Instituições policiais e TRE definem estratégia de segurança durante o período de eleições 12h09 Beneditinos é contemplado com mais uma ambulância do governo do Estado,veja 12h05 Prefeitos do PSB aderem a campanha de Wellington Dias no litoral do estado 12h03 Parnaíba terá primeira Unidade para Tratamento de Dependentes Químicos 12h02 Grave acidente de moto deixa jovem com rosto desfigurado no PI; imagem 12h00 Em entrevista, candidato Hélio Isaías diz que vai continuar um trabalho voltado para a educação 11h53 Com novos itens, Etios fica mais caro na linha 2015 11h52 Barras 173 anos: Um aniversário imperdível 11h45 PIAUÍ DEIXOU de arrecadar R$ 229 milhões em impostos 11h42 Silas Freire realiza caminhada nos bairros Água Mineral e Buenos Aires 11h39 Lagoa do Piauí: Governador vai a região do Médio Parnaíba. Fotos! 11h37 Vereadora questiona mudanças na Fecoimp e pede mais segurança 11h35 Brasil indica filme com protagonista cego e gay para tentar vaga no Oscar 11h35 Prefeito Zé Resende Entrega um Caminhão Compactador de lixo a população de Boa Hora 11h34 Feira de artesanato em Cajueiro da Praia traz grandes nomes do artesanato piauiense 11h30 I Seminário Municipal de Habitação e Assuntos fundiários 11h25 Mesários de Campo Largo do Piaui que vão trabalhar nas Eleições 2014, participam de treinamento 11h15 Película que blinda o celular e capas 'mágicas' são lançadas na Eletrolar 11h05 Vandalismo deixa São Gonçalo do Gurguéia sem energia elétrica 11h05 Deputada Juliana Moraes e governador Zé Filho reúnem multidão em Altos 11h04 XXXVII Festival da Melancia nos dia 26 a 28 de setembro.
Mesário Voluntário