180graus

Ampliando os direitos - 06/06/2013 às 17h14

Comissão aprova a regulamentação da Lei das Domésticas

Texto ainda precisa ser analisado pelos plenários do Senado e da Câmara

Anilson Feitosa Kangaço
INOCOOP
Inscreva-se
Osório - Ed. Neuton Oliveira
CEV





A comissão especial do Congresso Nacional que discute a regulamentação da emenda constitucional que amplia os direitos de empregados domésticos aprovou nesta quinta-feira (6) o relatório que regulamenta os sete itens do texto que ficaram em aberto após a promulgação. Para virar lei, o projeto de regulamentação ainda precisa passar pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A aprovação ocorreu mais de dois meses após a promulgação pelo Congresso da emenda que ficou conhecida como PEC das Domésticas. Depois de mais de uma hora do início da sessão, a votação foi anunciada e realizada de forma simbólica (sem contagem dos votos) em menos de um minuto, depois de deputados e senadores apresentarem críticas ao texto do relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O relatório estabelece que empregadores deverão pagar mensalmente contribuição com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 11,2% do total do salário do empregado. Desse valor, 3,2% deverão ser depositados numa conta separada, de modo a garantir que, em caso de demissão sem justa causa, o trabalhador possa ser indenizado com o recebimento de 40% de seu saldo do FGTS.

Os 8% restantes equivalem ao mesmo que é pago pelos empregadores das demais categorias . Também ficou definido 0,8% de contribuição para o seguro por acidente de trabalho e outros 8% para INSS.

A regulamentação define como empregado doméstico aquele que presta serviços de forma contínua, por mais de dois dias na semana, no âmbito residencial e com finalidade não lucrativa. O trabalho fica restrito a maiores de 18 anos, e a carga horário fixada em no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais.

Também fica estabelecida a possibilidade de regime de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, desde que expressa em contrato. Os horários de entrada e saída devem ser, obrigatoriamente, registrados por meio manual ou eletrônico.

Hora-extra
Pelo texto apresentado, fica definido que a hora-extra deverá ser paga com valor no mínimo 50% maior que a hora normal. As horas-extras poderão ser compensadas com folgas ou descontos na jornada diária, mas, caso ao final do mês a empregada acumule mais de 40 horas sem compensação, elas obrigatoriamente deverão ser pagas.
O restante será somado num banco de horas válido por um ano. No projeto, o banco é chamado de "sistema de compensação de horas”.

Férias
A regulamentação também cria a possibilidade de divisão das férias de trabalhadores da categoria em apenas dois períodos. Inicialmente, o texto de Jucá previa que as férias dos domésticos fossem divididas em até três períodos.

A mudança foi solicitada pelos sindicatos e equipara as férias de domésticos ao das demais categorias de trabalhadores urbanos e rurais. Um dos períodos de férias deve ter no mínimo 14 dias. Atualmente, não há regra específica para a divisão das férias que, segundo o Ministério do Trabalho, é fixada a critério do empregador.

Fonte: Com informações do G1

Publicado Por: Fábio Carvalho

Curta a nossa fanpage
INOCOOP
VANGUARDA
VAL PRAEIRO HELICONIA
WX - Village Leste
Inscreva-se
VAL PRAEIRO HELICONIA
Duas cabeças pensam melhor do que uma
THREVO PIATZ
Últimas Notícias
21h33 Igual Messi? Geuvânio vomitou em campo após golaço na Vila Belmiro 21h05 'Meu marido desaprova, mas eu não uso calcinha', diz Simony em ensaio 21h04 Luxa cita 'erro covarde' e critica postura de árbitro após gol do Vasco 20h58 Travesti espancada diz que negou agressões de policiais para reduzir pena 20h01 William Bonner posta fotos antigas e recebe elogios: 'Lindo desde sempre' 19h54 Presidente do Lide diz que PT foge do debate 19h40 Mesmo com apoio da torcida, Caiçara perde a chance de ir para final do Estadual 19h35 Antonia Fontenelle fica noiva de Jonathan Costa em festa surpresa de aniversário 19h23 CICLISTA tem cabeça esmagada na zona Sul de Teresina 19h17 Começa nesta terça-feira (21) o festejo de São José Operário 19h13 Câmara vai mudar Lei de Licitações e convida 'petroleiro' para trazer ajuda 19h09 Dia do Livro Infantil é comemorado com Evento artístico cultural em Vila Nova do Piauí 19h05 Nível dos reservatórios do Cantareira continua estável 19h04 Prefeitura Municipal de Vila Nova oferecerá prêmios para população que pagar IPTU em dias 18h57 Confira a programação completa do 23º Aniversário de emancipação política de Alegrete do Piauí 18h54 Fossas embaixo de sala de parto do Hospital de Valença do PI estouram 18h47 Vasco vence Fla e vai à final no RJ; Palmeiras elimina Timão; veja jogos 18h40 Entre vítimas de chacina está torcedor preso em Oruro 18h31 Patricia Poeta fala de novo programa e nega briga com William Bonner: 'Amigos' 18h21 Grave acidente entre moto e Fox mata jovem de 14 anos 18h21 Grave acidente entre motoqueiro e Fox mata 2 jovens no interior do PI 18h18 PM adquire colchões dos Claudino em uma de suas primeiras compras atuais 18h03 Ben Affleck pede para programa omitir relação de antepassado com escravos 18h01 Prefeitura de Campo Maior abre novas vagas para 'Conselheiros Tutelares' 18h01 Superada crise no casamento, Dani Calabresa comenta traição de Marcelo Adnet
MELHORES IMOVEIS
Inscreva-se
Curta a nossa fanpage
Duas cabeças pensam melhor do que uma
Inscreva-se

Mais Lidas

    VAL PRAEIRO HELICONIA

    Enquete

    A Secretaria de Segurança apresentou números que mostram que o índice geral de violência caiu até 37% no Piauí após a chegada da Força Nacional. Você concorda com estes números?

    Total de Votos: 163

    Válida de 17/04/2015 a 24/04/2015

    Duas cabeças pensam melhor do que uma
    VAL PRAEIRO
    Curta a nossa fanpage
    Dantas Imobiliaria
    THREVO POETIC

    180graus no Instagramno Instagram

    VAL PRAEIRO HELICONIA
    WX - Village Leste
    THREVO POETIC