180graus

Ampliando os direitos - 06/06/2013 às 17h14

Comissão aprova a regulamentação da Lei das Domésticas

Texto ainda precisa ser analisado pelos plenários do Senado e da Câmara

Vestibular
Casa do Cartucho
Kangaco

A comissão especial do Congresso Nacional que discute a regulamentação da emenda constitucional que amplia os direitos de empregados domésticos aprovou nesta quinta-feira (6) o relatório que regulamenta os sete itens do texto que ficaram em aberto após a promulgação. Para virar lei, o projeto de regulamentação ainda precisa passar pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A aprovação ocorreu mais de dois meses após a promulgação pelo Congresso da emenda que ficou conhecida como PEC das Domésticas. Depois de mais de uma hora do início da sessão, a votação foi anunciada e realizada de forma simbólica (sem contagem dos votos) em menos de um minuto, depois de deputados e senadores apresentarem críticas ao texto do relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O relatório estabelece que empregadores deverão pagar mensalmente contribuição com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 11,2% do total do salário do empregado. Desse valor, 3,2% deverão ser depositados numa conta separada, de modo a garantir que, em caso de demissão sem justa causa, o trabalhador possa ser indenizado com o recebimento de 40% de seu saldo do FGTS.

Os 8% restantes equivalem ao mesmo que é pago pelos empregadores das demais categorias . Também ficou definido 0,8% de contribuição para o seguro por acidente de trabalho e outros 8% para INSS.

A regulamentação define como empregado doméstico aquele que presta serviços de forma contínua, por mais de dois dias na semana, no âmbito residencial e com finalidade não lucrativa. O trabalho fica restrito a maiores de 18 anos, e a carga horário fixada em no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais.

Também fica estabelecida a possibilidade de regime de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, desde que expressa em contrato. Os horários de entrada e saída devem ser, obrigatoriamente, registrados por meio manual ou eletrônico.

Hora-extra
Pelo texto apresentado, fica definido que a hora-extra deverá ser paga com valor no mínimo 50% maior que a hora normal. As horas-extras poderão ser compensadas com folgas ou descontos na jornada diária, mas, caso ao final do mês a empregada acumule mais de 40 horas sem compensação, elas obrigatoriamente deverão ser pagas.
O restante será somado num banco de horas válido por um ano. No projeto, o banco é chamado de "sistema de compensação de horas”.

Férias
A regulamentação também cria a possibilidade de divisão das férias de trabalhadores da categoria em apenas dois períodos. Inicialmente, o texto de Jucá previa que as férias dos domésticos fossem divididas em até três períodos.

A mudança foi solicitada pelos sindicatos e equipara as férias de domésticos ao das demais categorias de trabalhadores urbanos e rurais. Um dos períodos de férias deve ter no mínimo 14 dias. Atualmente, não há regra específica para a divisão das férias que, segundo o Ministério do Trabalho, é fixada a critério do empregador.

Fonte: Com informações do G1

Publicado Por: Fábio Carvalho

Últimas Notícias
22h35 Governo entrega Projeto de Lei do Sistema Estadual de Cultura e do Plano de Cultura à Assembleia 22h31 Seminário de Extensão e I Colóquio do PIBID tem grande público em Teresina 22h15 Honraria “Palmas Universitárias” será entregue ao TRE-MA pela UFMA 22h07 Coral Boa Semente ensaia para apresentações no IX Festival de Cultura de Oeiras 22h05 Escola Judicial avalia a Semana de Formação de Magistrados e cursos de formação de servidores 21h55 Cerca de 30% dos táxis de São Luís não realizaram a verificação anual dos taxímetros 21h37 Segundo jornal, um dia após pedir para ficar no banco, Sterling cai na balada 21h35 AL derruba veto a projeto que dispõe sobre leitura obrigatória de livros na rede estadual 21h34 Assistência Social realiza festa para as crianças do serviço de convivência 21h16 Ex-protagonista de Malhação, Bia Arantes faz ensaio de topless para livro 21h15 Deputados derrubam veto a projeto que garante reposição salarial a servidores do TJ 21h05 Deputado repercute pedido de intervenção do MP para melhorias no transporte público 21h03 Entrega do Ginásio Poliesportivo da Lagoa da Caridade está prevista para o começo de dezembro 20h55 Prefeitura planeja operação para garantir acessibilidade ao comércio no período natalino 20h49 Campanha contra machismo usa meninas vestidas de princesa e causa polêmica 20h38 Base da SAMU é inaugurada pelo prefeito municipal Davinelson 20h13 Curso profissionalizantes da Assistencia Social criarão novas oportunidades 20h09 Paris Hilton sensualiza ao sair de carro em Beverlly Hills 19h59 Acompanhados pela Superintendencia de Meio Ambiente, analistas da Codevasf visitam os rios Corrente 19h37 AGESPISA ignora PLAMTA e IAPEP e faz licitação de 21 mi 19h35 Operadoras devem mudar cobrança de internet no celular; confira como fica 19h07 Alunos do PRONATEC em Cocal de Telha recebem certificados Veja! 19h05 Para 71% dos eleitores, agressividade da campanha eleitoral é inadequada 18h55 Alojamento Incendiado no canteiro de obra da Transnordestina de Itaueira 18h52 Após assaltar agencia dos Correios em Duque Bacelar, bandidos são presos e transferidos para Caxias
TRE

Enquete

Na sua opinião, dos novos deputados estaduais eleitos, qual realizará o melhor trabalho?

Total de Votos: 583

Válida de 21/10/2014 a 28/10/2014

Mais lidas

    180graus no Instagramno Instagram