180graus

Ampliando os direitos - 06/06/2013 às 17h14

Comissão aprova a regulamentação da Lei das Domésticas

Texto ainda precisa ser analisado pelos plenários do Senado e da Câmara

unimed fev





A comissão especial do Congresso Nacional que discute a regulamentação da emenda constitucional que amplia os direitos de empregados domésticos aprovou nesta quinta-feira (6) o relatório que regulamenta os sete itens do texto que ficaram em aberto após a promulgação. Para virar lei, o projeto de regulamentação ainda precisa passar pelos plenários do Senado e da Câmara, antes da sanção da presidente Dilma Rousseff.

A aprovação ocorreu mais de dois meses após a promulgação pelo Congresso da emenda que ficou conhecida como PEC das Domésticas. Depois de mais de uma hora do início da sessão, a votação foi anunciada e realizada de forma simbólica (sem contagem dos votos) em menos de um minuto, depois de deputados e senadores apresentarem críticas ao texto do relator da proposta, senador Romero Jucá (PMDB-RR).

O relatório estabelece que empregadores deverão pagar mensalmente contribuição com o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de 11,2% do total do salário do empregado. Desse valor, 3,2% deverão ser depositados numa conta separada, de modo a garantir que, em caso de demissão sem justa causa, o trabalhador possa ser indenizado com o recebimento de 40% de seu saldo do FGTS.

Os 8% restantes equivalem ao mesmo que é pago pelos empregadores das demais categorias . Também ficou definido 0,8% de contribuição para o seguro por acidente de trabalho e outros 8% para INSS.

A regulamentação define como empregado doméstico aquele que presta serviços de forma contínua, por mais de dois dias na semana, no âmbito residencial e com finalidade não lucrativa. O trabalho fica restrito a maiores de 18 anos, e a carga horário fixada em no máximo 8 horas por dia ou 44 horas semanais.

Também fica estabelecida a possibilidade de regime de 12 horas de trabalho por 36 de descanso, desde que expressa em contrato. Os horários de entrada e saída devem ser, obrigatoriamente, registrados por meio manual ou eletrônico.

Hora-extra
Pelo texto apresentado, fica definido que a hora-extra deverá ser paga com valor no mínimo 50% maior que a hora normal. As horas-extras poderão ser compensadas com folgas ou descontos na jornada diária, mas, caso ao final do mês a empregada acumule mais de 40 horas sem compensação, elas obrigatoriamente deverão ser pagas.
O restante será somado num banco de horas válido por um ano. No projeto, o banco é chamado de "sistema de compensação de horas”.

Férias
A regulamentação também cria a possibilidade de divisão das férias de trabalhadores da categoria em apenas dois períodos. Inicialmente, o texto de Jucá previa que as férias dos domésticos fossem divididas em até três períodos.

A mudança foi solicitada pelos sindicatos e equipara as férias de domésticos ao das demais categorias de trabalhadores urbanos e rurais. Um dos períodos de férias deve ter no mínimo 14 dias. Atualmente, não há regra específica para a divisão das férias que, segundo o Ministério do Trabalho, é fixada a critério do empregador.

Fonte: Com informações do G1

Publicado Por: Fábio Carvalho

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


10 melhores piores prefeitos
18 Piauienses + Influentes de 2015
unimed fev
Últimas Notícias
00h06 Fortaleza só empata com o Itapipoca em Sobral e adia classificação 23h54 Blocos de rua agitam carnaval em N. S. dos Remédios 22h48 Delegado ajuda a reformar delegacia de Uruçuí; ajeita até local de presos 21h57 Medico capota hilux na estrada de Sigefredo Pacheco 20h52 THE: 1ª noite de desfiles é com Galo Tricolor, Sambão e Mocidade Alegre 20h00 Secretaria de Saúde realiza reunião para a formação da Sala Municipal de controle da Dengue 18h27 Carros colidem de frente na estrada de acesso à Praia do Macapa; fotos 17h16 Vingativa, Atena queima foto de Romero e se despede: 'Até nunca mais!' 17h15 Prefeito Valdivino Dias acompanha a entrega da cadeira de Rodas da senhora Joana Martins 17h04 Governo Federal abandona obras de quadra e UBS em Landri Sales; foto 16h32 Seleção de Paes Landim vence a equipe de São Francisco em Amistoso 16h19 Polícia prende dois com arma em "Corredor da Folia" em Picos 15h50 Carnaval de Altos tem Vesperal das Crianças nesta segunda (8) 15h36 Corso inicia programação carnavalesca de Altos 15h13 VI Corso de Valença do Piauí abri primeiro dia do Carnaval 2016 15h01 Piauí tem melhor índice nas visitas por agentes de combate ao Aedes aegypti 14h59 Secretário vai recorrer ao TCU para seguir obras do hospital de Picos-PI 14h57 Vereador mata dois ladrões após reagir a um assalto 14h52 220 prefeituras do Piauí fizeram gastos sem realizar licitação 14h52 Motorista perde controle do veículo em curva na BR-343 e capota; fotos 14h48 Com um terço de suplentes, 77% da Aseembleia está com o Governo 14h36 Altos: Professor é espancado e fica com rosto desfigurado 14h13 Lançada licitação para estádio de futebol no valor de R$ 2,4 mi em Esperantina 14h02 Irreverência marca a segunda noite do Carnaval Público de Campo Maior 13h56 Secretário Flavinho da SETUR contrata empresa do genro do vereador Lobão da Câmara

Mais Lidas


    Enquete

    Você prefere...

    Total de Votos: 204

    Válida de 01/02/2016 a 08/02/2016

    180graus no Instagramno Instagram