180graus

Seria um ladrão? - 03/02/2014 às 17h14

Adolescente é espancado e preso nu em poste. Polêmica no Facebook

Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo, no RJ

TECNIQUIMICA
LB Fitness
Kangaço

Um adolescente foi espancado e preso a um poste por uma trava de bicicleta, nu, na noite da última sexta-feira, na Av. Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo.

"Eu não quero saber se ele é bandidinho ou bandidão, você não pode amarrar uma pessoa no meio da rua. Aquela área do Flamengo teve um aumento muito grande de violência e roubos recentemente. Como as coisas não melhoram, um bando de garotões se juntam e começam a fazer justiça pelas próprias mãos. Sei que tem muita marginalidade e a polícia é ineficaz, mas você não pode juntar um grupo e começar a executar pessoas", explica Yvonne, que estima que o rapaz tenha entre 16 e 18 anos. — Eu perguntei a ele quem tinha feito aquilo e ele disse que eram os “justiceiros de moto”. Ele foi espancado, levou uma facada na orelha, arrancaram a roupa dele e prenderam pelo pescoço. E ninguém na rua faz nada para impedir.

AMEAÇAS
Bombeiros do Quartel do Catete atenderam a ocorrência de agressão e soltaram o rapaz. Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Yvonne conta que os bombeiros precisaram usar um maçarico para abrir a trava de bicicleta.

A artista plástica já chegou a receber ameaças por ajudar e defender o rapaz:
— Eu recebo ameaças por defender, mas estamos falando de seres humanos. Recebi no Facebook a seguinte mensagem: “Pra mim essa raça tem que ser exterminada com requintes de crueldade”. De um rapaz jovem, que não deve ter nem 20 anos. Se o Estado não toma providências para resolver o problema da violência, os grupos nazistas, neonazistas se unem e essa mentalidade toma conta.

Fundadora do Projeto Uerê — ONG que oferece educação a crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem decorrentes de traumas —, Yvonne trabalha com projetos sociais no Brasil desde os anos 1980. Ela conta que, nesta época, esse tipo de ataque era comum.

— Nos anos 80 existiam, na Zona Sul, gangues de rapazes que saiam à noite para bater em mendigos e em meninos de rua. Depois, isso parou porque houve certa redução da criminalidade. Se ele rouba, que prendam, mas não pode torturar no meio da rua — conclui. — Esse tipo de crime tem muito racismo, muito preconceito. Se fosse o contrário, ia ser um Deus nos acuda. “O branquinho amarrado no poste, coitadinho!”. O que está acontecendo é que a violência está criando o ódio da população. Eu entendo, ninguém quer ser esfaqueado andando no Aterro (do Flamengo), mas você tem leis, tem uma polícia. Não pode fazer justiça com as próprias mãos.

Fonte: Com informações Globo.com

Publicado Por: Lídia Brito

Últimas Notícias
03h32 Datamax em todo Piauí: Dilma 59%, Marina Silva 23% e Aécio Neves 10% 03h31 Datamax/Deputado Estadual: 2,21% para Themístocles, 1,8% Hélio Isaias 03h30 Datamax/Deputado Federal: Rejane Dias 4%, Silas Freire e Átila Lira 2% 03h25 DATAMAX NO PI: W.Dias 46%, Zé Filho 31% e Mão Santa 6% 03h23 Datamax no PI para Senador: Wilsão surge com 43 e Elmano Ferrer 29% 02h40 Comércio deve abrir 138,7 mil empregos temporários no fim deste ano 02h34 Marina: país não pode desperdiçar espírito empreendedor dos jovens 02h02 STJ determina que mineradora é responsável por desastre ambiental de 2007 01h33 Advogado deixa caso de jovem que ofendeu Aranha, após 1° reunião 01h31 Vendedor de carne é brutalmente assassinado na zona rural de Parnaíba 01h12 Pai de atriz está muito triste porque filha vai estrelar '50 Tons de Cinza' 00h43 Lancamento do Livro, O namoro que queremos no dia 07 de Setembro 00h36 Alegrir na Potycabana em Teresina 00h29 Visita ao Hospital em Teresina 00h26 Glória Maria diz que não participaria do Dança dos Famosos: 'Não daria certo' 00h18 Caravana para Natal, Paixao pela Juventude 00h12 Ticiane Pinheiro confirma fim de namoro com César Tralli: 'Continuamos amigos' 23h55 Militares que atuam no TJMA participam de curso de defesa pessoal 23h35 Uso de aplicativo gera celeridade e economia de papel em julgamentos no TJMA 23h25 Detento morre agredido, e suspeitos enviam vídeo ao pai da vítima 23h15 Prefeitura inicia aplicação da segunda dose da vacina contra o HPV 23h06 Erasmo Carlos revela que vai processar Tiririca por paródia em campanha política 23h05 Justiça condena banco a converter conta de depósito em conta-salário 23h05 Assistencia Social realizará palestra sobre Lei Maria da Penha 22h55 Governo do Estado beneficia 205 famílias com Títulos de Terra em São Domingos do Maranhão
Mesário Voluntário

Enquete

Com o início de setembro, começa também o período mais quente para os piauienses: o chamado B-R-O-Bró. Com temperaturas castigantes, o que há de pior pra você neste período do ano?

Total de Votos: 107

Válida de 01/09/2014 a 08/09/2014

Mais lidas

    180graus no Instagramno Instagram