180graus

Seria um ladrão? - 03/02/2014 às 17h14

Adolescente é espancado e preso nu em poste. Polêmica no Facebook

Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo, no RJ

Inscreva-se
INOCOOP
Outlet Chic
Anilson Feitosa Kangaço
CEV
Osório - Ed. Neuton Oliveira





Um adolescente foi espancado e preso a um poste por uma trava de bicicleta, nu, na noite da última sexta-feira, na Av. Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo.

"Eu não quero saber se ele é bandidinho ou bandidão, você não pode amarrar uma pessoa no meio da rua. Aquela área do Flamengo teve um aumento muito grande de violência e roubos recentemente. Como as coisas não melhoram, um bando de garotões se juntam e começam a fazer justiça pelas próprias mãos. Sei que tem muita marginalidade e a polícia é ineficaz, mas você não pode juntar um grupo e começar a executar pessoas", explica Yvonne, que estima que o rapaz tenha entre 16 e 18 anos. — Eu perguntei a ele quem tinha feito aquilo e ele disse que eram os “justiceiros de moto”. Ele foi espancado, levou uma facada na orelha, arrancaram a roupa dele e prenderam pelo pescoço. E ninguém na rua faz nada para impedir.

AMEAÇAS
Bombeiros do Quartel do Catete atenderam a ocorrência de agressão e soltaram o rapaz. Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Yvonne conta que os bombeiros precisaram usar um maçarico para abrir a trava de bicicleta.

A artista plástica já chegou a receber ameaças por ajudar e defender o rapaz:
— Eu recebo ameaças por defender, mas estamos falando de seres humanos. Recebi no Facebook a seguinte mensagem: “Pra mim essa raça tem que ser exterminada com requintes de crueldade”. De um rapaz jovem, que não deve ter nem 20 anos. Se o Estado não toma providências para resolver o problema da violência, os grupos nazistas, neonazistas se unem e essa mentalidade toma conta.

Fundadora do Projeto Uerê — ONG que oferece educação a crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem decorrentes de traumas —, Yvonne trabalha com projetos sociais no Brasil desde os anos 1980. Ela conta que, nesta época, esse tipo de ataque era comum.

— Nos anos 80 existiam, na Zona Sul, gangues de rapazes que saiam à noite para bater em mendigos e em meninos de rua. Depois, isso parou porque houve certa redução da criminalidade. Se ele rouba, que prendam, mas não pode torturar no meio da rua — conclui. — Esse tipo de crime tem muito racismo, muito preconceito. Se fosse o contrário, ia ser um Deus nos acuda. “O branquinho amarrado no poste, coitadinho!”. O que está acontecendo é que a violência está criando o ódio da população. Eu entendo, ninguém quer ser esfaqueado andando no Aterro (do Flamengo), mas você tem leis, tem uma polícia. Não pode fazer justiça com as próprias mãos.

Fonte: Com informações Globo.com

Publicado Por: Lídia Brito

Inscreva-se
VANGUARDA
VAL PRAEIRO HELICONIA
WX - Village Leste
Curta a nossa fanpage
INOCOOP
VAL PRAEIRO HELICONIA
Duas cabeças pensam melhor do que uma
THREVO PIATZ
Últimas Notícias
01h32 Defesa do tesoureiro João Vaccari Neto entra com pedido de habeas corpus 01h15 Secretaria informa sobre a fase de verificação de perdas da produção 01h06 Igreja Bola de Neve em Teresina com reunioes nas quintas e domingos, participe! 01h04 Piauiense Semifinal: Alta tensão para Caiçara e Parnahyba em Campo Maior 00h57 Encontro da Rede de Mulheres Produtoras 00h57 Histórico da Rede de Mulheres Produtoras do Piauí 00h57 III Salão de Turismo 00h57 Semana do Empreendedor Individual em Parnaíba 00h32 Andressa Urach fica morena e tira lente de contato: 'Agora me aceito como sou' 00h08 Alterações climáticas são a maior ameaça ao planeta, diz Obama 23h49 Mundo corre risco de forte reversão permanece, diz regulador global 23h34 Jornal exibe peixes mortos no RJ e diz que poluição é ameaça para Olimpíada 23h05 KTM anuncia recall do modelo 990 Supermoto T no Brasil 23h03 SEDUC indica livro de autor pedrossegundense como acervo bibliográfico 22h52 Tribunal de Justiça declara legalidade de contrato realizado pelo Detran-MA 22h51 Mulher nega pretender destruir embriões congelados com seu ex 22h47 Homem de confiança de Jeová do Detran é diretor da Câmara de THE 22h41 Arari representado no Fórum Territorial de Cultura, nesta sexta-feira (17), em Pinheiro 22h39 Polícia Civil reabre investigações da morte de Marcos Matsunaga 22h37 Meio Ambiente articula projeto de combate à poluição do Mearim na zona urbana de Arari 22h13 Governo promove videoconferência sobre desenvolvimento regional com pesquisadores da Bahia 22h09 Começa nesta segunda programa de rádio ‘Conversando com o Governador’ 22h09 Prefeitura de currais faz entrega de uniformes para alunos da rede municipal de ensino 22h07 Governo e Consup dialogam para otimizar ações em prol dos servidores 22h04 Prisão de traficante transforma cidade em campo de batalha
MELHORES IMOVEIS
Inscreva-se
Outlet Chic
Duas cabeças pensam melhor do que uma
Curta a nossa fanpage
Inscreva-se

Mais Lidas

    VAL PRAEIRO HELICONIA

    Enquete

    A Secretaria de Segurança apresentou números que mostram que o índice geral de violência caiu até 37% no Piauí após a chegada da Força Nacional. Você concorda com estes números?

    Total de Votos: 106

    Válida de 17/04/2015 a 24/04/2015

    Dantas Imobiliaria
    VAL PRAEIRO
    Curta a nossa fanpage
    Duas cabeças pensam melhor do que uma
    THREVO POETIC

    180graus no Instagramno Instagram

    THREVO POETIC
    VAL PRAEIRO HELICONIA
    WX - Village Leste