180graus

Seria um ladrão? - 03/02/2014 às 17h14

Adolescente é espancado e preso nu em poste. Polêmica no Facebook

Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo, no RJ

Islamar-Semana Santa
Hotel Delta - Semana Santa
comserv
Tintas e Tonners compatíveis com várias marcas
Terrazzo Poti
Maria Brasileira - Limpeza e cuidados





Um adolescente foi espancado e preso a um poste por uma trava de bicicleta, nu, na noite da última sexta-feira, na Av. Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo.

"Eu não quero saber se ele é bandidinho ou bandidão, você não pode amarrar uma pessoa no meio da rua. Aquela área do Flamengo teve um aumento muito grande de violência e roubos recentemente. Como as coisas não melhoram, um bando de garotões se juntam e começam a fazer justiça pelas próprias mãos. Sei que tem muita marginalidade e a polícia é ineficaz, mas você não pode juntar um grupo e começar a executar pessoas", explica Yvonne, que estima que o rapaz tenha entre 16 e 18 anos. — Eu perguntei a ele quem tinha feito aquilo e ele disse que eram os “justiceiros de moto”. Ele foi espancado, levou uma facada na orelha, arrancaram a roupa dele e prenderam pelo pescoço. E ninguém na rua faz nada para impedir.

AMEAÇAS
Bombeiros do Quartel do Catete atenderam a ocorrência de agressão e soltaram o rapaz. Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Yvonne conta que os bombeiros precisaram usar um maçarico para abrir a trava de bicicleta.

A artista plástica já chegou a receber ameaças por ajudar e defender o rapaz:
— Eu recebo ameaças por defender, mas estamos falando de seres humanos. Recebi no Facebook a seguinte mensagem: “Pra mim essa raça tem que ser exterminada com requintes de crueldade”. De um rapaz jovem, que não deve ter nem 20 anos. Se o Estado não toma providências para resolver o problema da violência, os grupos nazistas, neonazistas se unem e essa mentalidade toma conta.

Fundadora do Projeto Uerê — ONG que oferece educação a crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem decorrentes de traumas —, Yvonne trabalha com projetos sociais no Brasil desde os anos 1980. Ela conta que, nesta época, esse tipo de ataque era comum.

— Nos anos 80 existiam, na Zona Sul, gangues de rapazes que saiam à noite para bater em mendigos e em meninos de rua. Depois, isso parou porque houve certa redução da criminalidade. Se ele rouba, que prendam, mas não pode torturar no meio da rua — conclui. — Esse tipo de crime tem muito racismo, muito preconceito. Se fosse o contrário, ia ser um Deus nos acuda. “O branquinho amarrado no poste, coitadinho!”. O que está acontecendo é que a violência está criando o ódio da população. Eu entendo, ninguém quer ser esfaqueado andando no Aterro (do Flamengo), mas você tem leis, tem uma polícia. Não pode fazer justiça com as próprias mãos.

Fonte: Com informações Globo.com

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Preratório PM-PI
Terrazzo Poti
Antônio das Neves - Peritos Associados
Últimas Notícias
00h16 SMAS de cocal realiza entrega de Passe livre Intermunicipal 23h28 Condenado por matar Hélio Cortez tem uma 3ª audiência de julgamento 23h23 Câmara de Parnaíba nomeia acusado de estupro de vulnerável 23h22 Whindersson faz surpresa no canal e pede Luísa Sonza em casamento 23h10 Ouvidor da PMT diz que vai liberar gastos do gabinete de Firmino Filho 23h05 River perde para o Vitória/BA e complica classificação 22h50 Nutricionista do NASF de Paes Landim Ministra palestra para Pacientes do Hiperdia 22h45 Grupo 'Eu Social' discute a violência contra mulheres na Câmara de THE 22h43 Nove deputados do Piauí dizem sim à cobrança por curso lato sensu em universidades públicas 22h29 A cidade de Paes Landim realiza I Seminário sobre Captação de Recursos na Gestão Pública 20h50 River perde para Vitória-BA por 3 a 2 pelas quartas da 'Copa do Nordeste' 18h52 Prefeito consegue Centro Administrativo para Avelino Lopes 18h49 Ouvidor da PMT diz que vai liberar gastos do gabinete de Firmino Filho 18h38 Flora Izabel requer Instalação de Telecentro em São Raimundo Nonato 18h10 TSE: Julgamento da chapa Dilma-Temer tem duração imprevisível 18h04 Deputados pedem punição mais branda a Wyllys por 'cuspe' em Bolsonaro 17h52 Adolescente denuncia mãe após ela obrigá-lo a deixar o celular para estudar 17h51 Profissionais protestaram contra Projeto da Reforma Trabalhista 17h47 Decreto do governo estadual prevê a redução de despesas em até 30% 17h39 Primeiro satélite geoestacionário brasileiro será lançado no final de abril 17h38 TRE-PI julga como não prestadas as contas do PRTB e PPS 17h32 Guarda Municipal fez 31 ações de apreensões em parques 17h30 Saiba como melhorar o sexo usando as bolinhas tailandesas 17h26 Sesi inicia cadastro de adesão para empresas que queiram aderir a campanha de vacinação contra gripe 17h19 Desembargador mantém sessão do Tribunal do Júri que julgará advogado

Tintas e Tonners compatíveis com várias marcas
Antônio das Neves - Peritos Associados
Elegante é ter você em nossa companhia!

Mais Lidas


    Enquete

    Qual foi o melhor carnaval do Piauí em 2017?

    Total de Votos: 1244

    Válida de 2017-03-02 09:43:00.0 a 2017-03-23

    comserv

    180graus no Instagramno Instagram