180graus

Seria um ladrão? - 03/02/2014 às 17h14

Adolescente é espancado e preso nu em poste. Polêmica no Facebook

Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo, no RJ

COELHO FORTE E DOURADO
DR GERMANO
COMSERV
Laurice - Projetos
Unimed





Um adolescente foi espancado e preso a um poste por uma trava de bicicleta, nu, na noite da última sexta-feira, na Av. Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo.

"Eu não quero saber se ele é bandidinho ou bandidão, você não pode amarrar uma pessoa no meio da rua. Aquela área do Flamengo teve um aumento muito grande de violência e roubos recentemente. Como as coisas não melhoram, um bando de garotões se juntam e começam a fazer justiça pelas próprias mãos. Sei que tem muita marginalidade e a polícia é ineficaz, mas você não pode juntar um grupo e começar a executar pessoas", explica Yvonne, que estima que o rapaz tenha entre 16 e 18 anos. — Eu perguntei a ele quem tinha feito aquilo e ele disse que eram os “justiceiros de moto”. Ele foi espancado, levou uma facada na orelha, arrancaram a roupa dele e prenderam pelo pescoço. E ninguém na rua faz nada para impedir.

AMEAÇAS
Bombeiros do Quartel do Catete atenderam a ocorrência de agressão e soltaram o rapaz. Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Yvonne conta que os bombeiros precisaram usar um maçarico para abrir a trava de bicicleta.

A artista plástica já chegou a receber ameaças por ajudar e defender o rapaz:
— Eu recebo ameaças por defender, mas estamos falando de seres humanos. Recebi no Facebook a seguinte mensagem: “Pra mim essa raça tem que ser exterminada com requintes de crueldade”. De um rapaz jovem, que não deve ter nem 20 anos. Se o Estado não toma providências para resolver o problema da violência, os grupos nazistas, neonazistas se unem e essa mentalidade toma conta.

Fundadora do Projeto Uerê — ONG que oferece educação a crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem decorrentes de traumas —, Yvonne trabalha com projetos sociais no Brasil desde os anos 1980. Ela conta que, nesta época, esse tipo de ataque era comum.

— Nos anos 80 existiam, na Zona Sul, gangues de rapazes que saiam à noite para bater em mendigos e em meninos de rua. Depois, isso parou porque houve certa redução da criminalidade. Se ele rouba, que prendam, mas não pode torturar no meio da rua — conclui. — Esse tipo de crime tem muito racismo, muito preconceito. Se fosse o contrário, ia ser um Deus nos acuda. “O branquinho amarrado no poste, coitadinho!”. O que está acontecendo é que a violência está criando o ódio da população. Eu entendo, ninguém quer ser esfaqueado andando no Aterro (do Flamengo), mas você tem leis, tem uma polícia. Não pode fazer justiça com as próprias mãos.

Fonte: Com informações Globo.com

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Terno e Cia
Unimed
Dr. Wilson Gondim
Phocus Galerie
Unimed
Últimas Notícias
22h31 Blog Bastidores dá uma pausa! 21h58 Candidatos a prefeito de THE fazem debate na TV Cidade Verde 21h58 Assaltante com uma pistola invade Escola Maria Amélia Bastos, em Ribamar-MA 20h29 Eventos sociais de setembro que marcaram a maçonaria teresinense 18h01 PI: Ex-prefeito é condenado por crime de responsabilidade 18h01 PI:cerca de 300 candidatos concorrem, mas seus votos podem ser invalidados 17h52 Agentes penitenciários e PMs fazem curso de intervenção prisional 17h34 Jornal espanhol destaca a transformação de ‘Super Neymar’ 17h26 Dia 03 de Outubro evento de adoração na Potycabana 17h24 Assembleia vai discutir após eleição a criação da Fundação Piauí Previdência 17h21 Supremo torna Gleisi Hoffmann e o marido réus na operação Lava Jato 17h15 Mulheres sauditas pedem direito de cuidar da própria vida 17h15 Saúde acata pedido de profissionais e deve adquirir aeronave de maior porte 17h08 Obra: 'Transnordestina' causa prejuízo para comunidade Quilombola no Piauí 16h50 Brasil tem um sequestro internacional de criança a cada 3 dias 16h34 Nissan inventa cadeira automática para ficar na fila; assista o vídeo 16h30 Polícia prende quadrilha e descobre 'mega' estúdio de pirataria na capital 16h29 TV Clube quer saber quem 'vazou' o vídeo da briga de repórter e Lourdes 16h09 OMS: 9 em cada 10 pessoas no globo respiram ar poluído 15h58 Tirulipa revela que conheceu o pai, Tiririca, após ele fazer sucesso na televisão 15h30 CNJ confirma decisão do TJ-PI e rejeita eleição direta para Presidente 15h12 Condenado por estupro foragido do Piauí foi localizado em Palmas (TO) 14h40 TCE recebe palestra do ex-ministro Ayres Britto nesta quinta-feira 29/09 14h37 Eleições 2016: secretária foi a Miguel Alves levar apoio a Oliveira Júnior 14h27 Deputada Rejane Dias foi a comício com candidato do PT em Corrente

Laurice - Projetos
Dr. Wilson Gondim
Phocus Galerie
Terno e Cia

Mais Lidas

    SUNSET
    DR GERMANO ADV

    Enquete

    Você acha que a Miss Piauí Lara Lobo tem chance de ganhar o Miss Brasil?

    Total de Votos: 395

    Válida de 15/09/2016 a 30/09/2016

    Silva, Guedes & Barroso
    Casa do cartucho
    Dr. Wilson Gondim
    Dr. Diogo Caldas(Escritório de advocacia)

    180graus no Instagramno Instagram

    Panificadora Canindé
    Dr. Wilson Gondim