180graus

Seria um ladrão? - 03/02/2014 às 17h14

Adolescente é espancado e preso nu em poste. Polêmica no Facebook

Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo, no RJ

ABC IMOVEIS





Um adolescente foi espancado e preso a um poste por uma trava de bicicleta, nu, na noite da última sexta-feira, na Av. Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo.

"Eu não quero saber se ele é bandidinho ou bandidão, você não pode amarrar uma pessoa no meio da rua. Aquela área do Flamengo teve um aumento muito grande de violência e roubos recentemente. Como as coisas não melhoram, um bando de garotões se juntam e começam a fazer justiça pelas próprias mãos. Sei que tem muita marginalidade e a polícia é ineficaz, mas você não pode juntar um grupo e começar a executar pessoas", explica Yvonne, que estima que o rapaz tenha entre 16 e 18 anos. — Eu perguntei a ele quem tinha feito aquilo e ele disse que eram os “justiceiros de moto”. Ele foi espancado, levou uma facada na orelha, arrancaram a roupa dele e prenderam pelo pescoço. E ninguém na rua faz nada para impedir.

AMEAÇAS
Bombeiros do Quartel do Catete atenderam a ocorrência de agressão e soltaram o rapaz. Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Yvonne conta que os bombeiros precisaram usar um maçarico para abrir a trava de bicicleta.

A artista plástica já chegou a receber ameaças por ajudar e defender o rapaz:
— Eu recebo ameaças por defender, mas estamos falando de seres humanos. Recebi no Facebook a seguinte mensagem: “Pra mim essa raça tem que ser exterminada com requintes de crueldade”. De um rapaz jovem, que não deve ter nem 20 anos. Se o Estado não toma providências para resolver o problema da violência, os grupos nazistas, neonazistas se unem e essa mentalidade toma conta.

Fundadora do Projeto Uerê — ONG que oferece educação a crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem decorrentes de traumas —, Yvonne trabalha com projetos sociais no Brasil desde os anos 1980. Ela conta que, nesta época, esse tipo de ataque era comum.

— Nos anos 80 existiam, na Zona Sul, gangues de rapazes que saiam à noite para bater em mendigos e em meninos de rua. Depois, isso parou porque houve certa redução da criminalidade. Se ele rouba, que prendam, mas não pode torturar no meio da rua — conclui. — Esse tipo de crime tem muito racismo, muito preconceito. Se fosse o contrário, ia ser um Deus nos acuda. “O branquinho amarrado no poste, coitadinho!”. O que está acontecendo é que a violência está criando o ódio da população. Eu entendo, ninguém quer ser esfaqueado andando no Aterro (do Flamengo), mas você tem leis, tem uma polícia. Não pode fazer justiça com as próprias mãos.

Fonte: Com informações Globo.com

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Terno e Cia
Marquinhos do Pará
Últimas Notícias
22h54 Grêmio empata com Atlético-MG e é campeão da Copa do Brasil 2016 21h52 Avelino Lopes ganha decoração pública natalina 21h25 Major picoense morre em acidente automobilístico 19h32 Nova Lei de Migrações é aprovada pela Câmara; veja as mudanças 19h13 Donald Trump é escolhido a personalidade do ano pela revista ‘Time’ 19h11 Motociclista quebra a perna após ser atingido por uma carreta na MA-201 18h57 Os pacientes com hemofilia poderão em breve ser tratados através de medicamentos em cápsulas 18h51 Ter carro ainda é símbolo de status, diz especialista em mobilidade 18h42 Iracema apresenta projeto do Atletismo piauiense à Caixa 18h35 Classificação de Dayse dá 9 pontos a MasterChef ‘machista’ 18h15 Chapecoense: Noiva diz que Alan Ruschel já soube da morte de colegas 18h03 Projeto do Governo para cobrir déficit da Previdência é aprovado na Alepi 18h01 Preso em THE sexto suspeito na morte de policial do Bope 17h33 Brasil vai exportar manga para Coreia do Sul; abertura de mercado é benéfica 17h31 Maioria do Supremo mantém Renan Calheiros na presidência do Senado 17h26 Jogador da Chapecoense deixa UTI após 9 dias do acidente e posta vídeo 17h20 Ministério da Educação repassa R$ 563 milhões para instituições federais 17h18 Deputado estadual Robert Rios critica Reforma de Governo Michel Temer 17h07 Presidente Nacional da OAB visita Teresina nesta quinta-feira (08) 17h02 Capitão Gervásio Oliveira conquista selo Unicef 2013-2016 17h02 Idoso é torturado até morrer após uma tentativa de assalto em município do PI 16h59 Prefeitura de Bela Vista do Piauí concluí matadouro público e está com calçamentos em andamento 16h58 OAB-PI visita Corregedoria do TJ-PI para discutir sobre custas 16h57 Prefeitura e Sesapi planejam realização de cirurgias eletivas no Hospital de Água Branca 16h57 Só existiriam 8 armas em condição de uso em gerência da Polícia do PI

Laurice - Projetos
Islamar - A melhor hospedagem em Luís Correia
Terno e Cia

Mais Lidas

    CLIQUE AQUI

    Enquete

    O STF foi correto ao proibir Vaquejadas no Brasil?

    Total de Votos: 734

    Válida de 2016-10-17 18:46:00.0 a 2016-10-31

    Casa do cartucho
    CLIQUE AQUI

    180graus no Instagramno Instagram

    sunset
    ABC IMOVEIS