180graus

Seria um ladrão? - 03/02/2014 às 17h14

Adolescente é espancado e preso nu em poste. Polêmica no Facebook

Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo, no RJ

unimed zika
dr Wilson
sebrae
cev maio





Um adolescente foi espancado e preso a um poste por uma trava de bicicleta, nu, na noite da última sexta-feira, na Av. Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo.

"Eu não quero saber se ele é bandidinho ou bandidão, você não pode amarrar uma pessoa no meio da rua. Aquela área do Flamengo teve um aumento muito grande de violência e roubos recentemente. Como as coisas não melhoram, um bando de garotões se juntam e começam a fazer justiça pelas próprias mãos. Sei que tem muita marginalidade e a polícia é ineficaz, mas você não pode juntar um grupo e começar a executar pessoas", explica Yvonne, que estima que o rapaz tenha entre 16 e 18 anos. — Eu perguntei a ele quem tinha feito aquilo e ele disse que eram os “justiceiros de moto”. Ele foi espancado, levou uma facada na orelha, arrancaram a roupa dele e prenderam pelo pescoço. E ninguém na rua faz nada para impedir.

AMEAÇAS
Bombeiros do Quartel do Catete atenderam a ocorrência de agressão e soltaram o rapaz. Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Yvonne conta que os bombeiros precisaram usar um maçarico para abrir a trava de bicicleta.

A artista plástica já chegou a receber ameaças por ajudar e defender o rapaz:
— Eu recebo ameaças por defender, mas estamos falando de seres humanos. Recebi no Facebook a seguinte mensagem: “Pra mim essa raça tem que ser exterminada com requintes de crueldade”. De um rapaz jovem, que não deve ter nem 20 anos. Se o Estado não toma providências para resolver o problema da violência, os grupos nazistas, neonazistas se unem e essa mentalidade toma conta.

Fundadora do Projeto Uerê — ONG que oferece educação a crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem decorrentes de traumas —, Yvonne trabalha com projetos sociais no Brasil desde os anos 1980. Ela conta que, nesta época, esse tipo de ataque era comum.

— Nos anos 80 existiam, na Zona Sul, gangues de rapazes que saiam à noite para bater em mendigos e em meninos de rua. Depois, isso parou porque houve certa redução da criminalidade. Se ele rouba, que prendam, mas não pode torturar no meio da rua — conclui. — Esse tipo de crime tem muito racismo, muito preconceito. Se fosse o contrário, ia ser um Deus nos acuda. “O branquinho amarrado no poste, coitadinho!”. O que está acontecendo é que a violência está criando o ódio da população. Eu entendo, ninguém quer ser esfaqueado andando no Aterro (do Flamengo), mas você tem leis, tem uma polícia. Não pode fazer justiça com as próprias mãos.

Fonte: Com informações Globo.com

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


zika adv6
UNIMED DIA DAS MÃES
Últimas Notícias
16h26 Assunção do Piauí receberá cestas básicas destinadas as comunidades quilombolas do município 16h25 CGE do Piauí precisa pensar que imagem quer passar ao cidadão 16h25 Janot pede ao STF para investigar Aécio em inquérito da Lava Jato 16h21 Fiscalização da CRM-PI encontra irregularidades no hospital de Esperantina 16h20 Aplicativo da Civil do Piauí também receberá denúncias sobre homicídio 16h18 CGE-PI se contradiz ao tratar sobre respostas a pedidos de informação 16h17 Vaqueiro de São Gonçalo do Piauí vai apoiar Pedro Ferreira como pré-candidato a Prefeito 16h11 Operação do CRM descobre falso médico atuando em Porto 16h07 TJD-PI julga time de Altos e clube pode perder quatro pontos no 'Piauiense' 16h04 Justiça pode bloquear o WhatsApp, mas os memes jamais serão parados 16h04 Ministério Público trabalha para coibir comercialização ilegal de gás de cozinha em São Lourenço-PI 16h03 Veja os riscos de burlar o bloqueio do WhatsApp 16h02 Cidade de Angical realiza capacitação dos profissionais da saúde 16h00 CRM visita HEGCB e parabeniza diretores pelo bom funcionamento 15h55 Cantora Rosanah leva choque e desmaia no palco durante show 15h51 Prefeito e empresário que ganhou licitação visitam mercado público 15h49 Prefeitura intensifica limpeza pública e combate ao mosquito da dengue 15h39 Partidos têm até 2 de maio para apresentar prestações de contas de 2015 15h33 Mais ruas recebem pavimentação asfáltica em Oeiras 15h33 Shows com Iohannes imperador, Jonas esticado e Junior Viana encerram as festividades de Marcolândia 15h30 Prefeitura de Corrente reforma ponte sobre o Riacho do Borá 15h28 Doação de cestas básicas para comunidades quilombolas do município de Campo Largo do Piauí 15h23 Veículo que vai transportar pacientes do SUS para Teresina chega a Miguel Leão 15h18 Abmael Soares é confirmado pré-candidato a prefeito em Oeiras pela coligação PT e PTN 15h15 Órgão de defesa do consumidor diz que bloqueio do WhatsApp é ilegal
SUNSET

Mais Lidas


    Enquete

    O Coordenador de Comunicação do Governo do Estado, João Rodrigues, gasta mais com publicidade do que Fábio Abreu gasta com segurança pública. Como você avalia essa situação?

    Total de Votos: 152

    Válida de 27/04/2016 a 04/05/2016

    elite
    ZikaZero

    180graus no Instagramno Instagram

    sunset