180graus

Seria um ladrão? - 03/02/2014 às 17h14

Adolescente é espancado e preso nu em poste. Polêmica no Facebook

Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo, no RJ

Kangaço
ARTE CONSTRUÇÕES
Galaxy

Um adolescente foi espancado e preso a um poste por uma trava de bicicleta, nu, na noite da última sexta-feira, na Av. Rui Barbosa, no Flamengo, Zona Sul do Rio. Ele teria sido atacado por um grupo de três homens, a quem chamou de “os justiceiros”, segundo a coordenadora do Projeto Uerê, Yvonne Bezerra de Melo, de 66 anos. A artista plástica foi chamada por vizinhos que flagraram a cena, registrou a situação e compartilhou em sua página no Facebook. Internautas afirmam que o adolescente praticaria roubos e furtos na região do Flamengo.

"Eu não quero saber se ele é bandidinho ou bandidão, você não pode amarrar uma pessoa no meio da rua. Aquela área do Flamengo teve um aumento muito grande de violência e roubos recentemente. Como as coisas não melhoram, um bando de garotões se juntam e começam a fazer justiça pelas próprias mãos. Sei que tem muita marginalidade e a polícia é ineficaz, mas você não pode juntar um grupo e começar a executar pessoas", explica Yvonne, que estima que o rapaz tenha entre 16 e 18 anos. — Eu perguntei a ele quem tinha feito aquilo e ele disse que eram os “justiceiros de moto”. Ele foi espancado, levou uma facada na orelha, arrancaram a roupa dele e prenderam pelo pescoço. E ninguém na rua faz nada para impedir.

AMEAÇAS
Bombeiros do Quartel do Catete atenderam a ocorrência de agressão e soltaram o rapaz. Ele foi levado para o Hospital Municipal Souza Aguiar. Yvonne conta que os bombeiros precisaram usar um maçarico para abrir a trava de bicicleta.

A artista plástica já chegou a receber ameaças por ajudar e defender o rapaz:
— Eu recebo ameaças por defender, mas estamos falando de seres humanos. Recebi no Facebook a seguinte mensagem: “Pra mim essa raça tem que ser exterminada com requintes de crueldade”. De um rapaz jovem, que não deve ter nem 20 anos. Se o Estado não toma providências para resolver o problema da violência, os grupos nazistas, neonazistas se unem e essa mentalidade toma conta.

Fundadora do Projeto Uerê — ONG que oferece educação a crianças e adolescentes com dificuldades de aprendizagem decorrentes de traumas —, Yvonne trabalha com projetos sociais no Brasil desde os anos 1980. Ela conta que, nesta época, esse tipo de ataque era comum.

— Nos anos 80 existiam, na Zona Sul, gangues de rapazes que saiam à noite para bater em mendigos e em meninos de rua. Depois, isso parou porque houve certa redução da criminalidade. Se ele rouba, que prendam, mas não pode torturar no meio da rua — conclui. — Esse tipo de crime tem muito racismo, muito preconceito. Se fosse o contrário, ia ser um Deus nos acuda. “O branquinho amarrado no poste, coitadinho!”. O que está acontecendo é que a violência está criando o ódio da população. Eu entendo, ninguém quer ser esfaqueado andando no Aterro (do Flamengo), mas você tem leis, tem uma polícia. Não pode fazer justiça com as próprias mãos.

Fonte: Com informações Globo.com

Publicado Por: Lídia Brito

Últimas Notícias
21h42 Messi faz três, chega a recorde histórico, e Barça espanta crise 21h02 Ceni admite ter filho de relação extraconjugal: 'darei todo o carinho' 20h56 Madonna desabafa sobre foto de Kim Kardashian: 'Seios são proibidos, mas traseiro não?' 20h36 Carol Castro explica decisão de adiar gravidez: 'Não dá pra parar e ter filho' 20h30 Kim Kardashian paga R$ 88 mil por diária em hotel de luxo, em Dubai 20h27 Canavieirense 2014: Independente empata em 2 x 2 com Cruz azul do São Mateus 19h55 JN mostra a situação de Betânia do PI, isolada devido as fortes chuvas 19h13 Dilma é pressionada pela esquerda do PT para desistir de Kátia Abreu; saiba 18h51 Prefeitura vai executar cerca de R$ 600 mil em calçamentos na zona Sul; veja 18h47 Como assim? Caio Castro fica loiro para pagar promessa para casamento de amigo 18h47 Diretor de filme acusa o autor Aguinaldo Silva de plágio em 'Império' 18h43 Justiça quebra sigilo de 4 empresas de Youssef para rastrear dinheiro da Petrobras 18h42 Disco de Fagner e Zé Ramalho traz duetos com grandes sucessos 18h39 Ex-atleta do Flu tenta recomeço após ser 'vendido' por R$ 1,99 18h37 Fim do drama! Vasco empata com Icasa e volta à Série A debaixo de vaias 18h36 Como suplente, Marcelinho Carioca vai assumir mandato na Câmara 18h36 Equipe de transição de W.Dias diz que Piauí deixou de receber R$ 580milhões 18h31 Líder da oposição pede convocação de Dilma e Lula na CPI da Petrobras 18h18 HOMEM morre em penitenciária após visitar o filho detento 18h07 'Sempre acreditei que tenho melhor conjunto', diz a Miss Bumbum 2014 18h00 CRO/PI contrata banca organizadora para concurso público; veja detalhes! 17h49 Fotos! Show de prêmios e desfile de moda marcam ' 3º Workshop no 180' 17h35 Incêndio que seria criminoso assusta moradores de cidade no interior do PI 17h32 Lojas em Teresina vendem árvores de Natal já decoradas por R$ 1,2 mil 17h20 Relator do Orçamento de 2015 defende um aumento para o TJ-PI e MPE; veja
CNH