180graus

Plano deve atingir todo o país - 12/11/2016 às 06h33

Plano Nacional de Segurança deve ser concluído este mês, afirma o ministro






Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, disse na última sexta (11/11), em São Paulo, que o novo Plano Nacional de Segurança Pública deverá ser concluído até o fim deste mês e que as medidas começarão a ser postas em prática em dezembro em três capitais brasileiras: Porto Alegre e Natal, onde a Força Nacional de Segurança já está atuando; e Aracaju, a capital com maior número de homicídios registrado no ano passado. O plano deve ser implementado em todas as capitais do país no primeiro trimestre de 2017, segundo Moraes.

Ontem (10), ao apresentar as medidas em Goiânia, o ministro disse que as prioridades serão a redução dos homicídios e dos casos de violência contra a mulher, além da proteção das fronteiras e melhoria do sistema penitenciário. No caso da violência contra a mulher, segundo o ministro, deverá ser criada a Patrulha Maria da Penha para garantir a segurança, via georreferenciamento, das mulheres vítimas de agressões.

O ministro tem se reunido recentemente com diversas autoridades para discutir e apresentar o plano e ouvir sugestões sobre a proposta. Nesta sexta, Moraes se reuniu, na sede da Polícia Civil, no centro da capital paulista, com chefes de polícia e delegados gerais da Polícia Civil de 27 estados e do Distrito Federal. Na próxima semana, o ministro deverá se reunir com procuradores-gerais de Justiça e, depois, com os presidentes dos Tribunais de Justiça dos estados para concluir o plano.

Ministro da Justiça - Alexandre Moraes - Interna.jpg

“Queremos avançar mais, principalmente na investigação dos crimes de homicídio. Em cada capital, a partir do momento que iniciarmos o Plano Nacional de Segurança, haverá uma equipe dentro desse Departamento de Polícia Judiciária e Perícias, uma equipe com delegado, escrivão e com alguns agentes especializados em homicídios e investigação de homicídios. Junto a essa equipe, um ou dois peritos, e essa equipe vai auxiliar as equipes das polícias locais. Vamos trabalhar sempre em integração”, disse o ministro a jornalistas depois da reunião fechada com chefes de polícia.

Segundo Moraes, o plano prevê também a criação de um efetivo fixo para a Força Nacional, que será formado por 7 mil servidores inativos. A verba destinada para o plano, segundo ele, é de R$ 1,4 bilhão. “Essa verba de R$ 1,4 bilhão é para questões de curto prazo, como armamentos, viaturas, equipamentos e, na sequência, o presidente [Michel Temer] irá descontingenciar o restante para projetos mais a médio e longo prazo como a construção de presídios”, disse.

O edital de alistamento para testes físicos para os servidores que irão integrar a Força Nacional deverá ser publicado já na próxima semana, segundo Moraes.

Violência policial
Perguntado se o plano prevê algum planejamento para combater a violência cometida por agentes de Estado, Moraes disse que a proposta trará uma resolução, que foi editada em São Paulo quando ele era secretário de Segurança, que determina que, em caso de homicídios praticados contra policiais ou por policiais, equipes da Corregedoria e do Ministério Público devam ser avisadas e atuar imediatamente.

Fonte: Com informações da Agência Brasil

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Teresina Participativa
Vem pro Podium
PM BA - Vem pro Podium!
PM TO - Vem pro Podium!
Cadastre-se
Últimas Notícias
01h01 Deborah Cecília apita Maranhão x River domingo(28), no Castelão em São Luis/MA 00h53 Venicio do Ó defende empréstimos para Pimenteiras 22h41 Manifestante fica com a mão dilacerada ao tentar jogar um rojão em policial; vídeo 21h51 Polícia prende dois homens com munições de arma de fogo 21h43 Campanha de vacinação em Parnaíba tem baixa procura 21h24 CONDOLÊNCIAS ÀS FAMILIAS: Granja de Farias, Mariano da Silva e Alves Trindade ) 21h11 Tentativa de roubo perto do Sinopse faz boato se espalhar no WhatsApp 17h47 Tribunal de Contas faz exposição e mostra ‘armas’ de combate à corrupção 17h43 STF mantém sessão apesar de protestos na Esplanada 17h42 Eleições do COSEMS incluem secretária de Lagoa do Piauí no Conselho fiscal suplente 17h41 TCE-PI envia ao TCU denúncia sobre obra de R$ 1 milhão 17h33 Garoto de apenas 13 anos é encontrado morto por familiares em Altos 17h25 Heinz fará recall de 22 mil embalagens de molho de tomate com pelo de roedor 17h25 Prefeito de Jaicós participa do VII Congresso de Secretários Municipais da Saúde 17h25 Pronunciamento da Secretaria de Educação na Câmara Municipal de Vereadores 17h25 Chico Lucas estará em Brasília para entrega de pedido de impeachment 17h22 Maior campeonato de eSport do Nordeste deve acontecer em junho 17h20 Prefeito Erivelto participa de Congresso da Saúde em Teresina 17h15 Alunas ingerem 'Rivotril' escondidas em escola de Teresina e passam mal 17h14 Prefeito de Corrente participa de Congresso de Secretário Municipais da Saúde 17h10 Meu Malvado Favorito 3: Gru encontra irmão gêmeo em novo trailer dublado 17h07 Iracema comemora aprovação que regulamenta atribuições de agentes de saúde 17h02 Festival de Inverno 2017 traz novidades para gastronomia e artesanato 17h01 Piauí atinge 58% da cobertura vacinal e campanha vai ser encerrada sexta (26) 17h01 Prefeitura De Jaicós realiza Programa Minha Casa Minha Vida e faz sorteio de 15 casas

Teresina Participativa

Mais Lidas

    Podium - Professores Dir. Constitucional

    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 913

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    Suas ideias podem melhorar Teresina
    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional