180graus

Plano deve atingir todo o país - 12/11/2016 às 06h33

Plano Nacional de Segurança deve ser concluído este mês, afirma o ministro






comserv
Antonio das Neves - Peritos Associados

O ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, disse na última sexta (11/11), em São Paulo, que o novo Plano Nacional de Segurança Pública deverá ser concluído até o fim deste mês e que as medidas começarão a ser postas em prática em dezembro em três capitais brasileiras: Porto Alegre e Natal, onde a Força Nacional de Segurança já está atuando; e Aracaju, a capital com maior número de homicídios registrado no ano passado. O plano deve ser implementado em todas as capitais do país no primeiro trimestre de 2017, segundo Moraes.

Ontem (10), ao apresentar as medidas em Goiânia, o ministro disse que as prioridades serão a redução dos homicídios e dos casos de violência contra a mulher, além da proteção das fronteiras e melhoria do sistema penitenciário. No caso da violência contra a mulher, segundo o ministro, deverá ser criada a Patrulha Maria da Penha para garantir a segurança, via georreferenciamento, das mulheres vítimas de agressões.

O ministro tem se reunido recentemente com diversas autoridades para discutir e apresentar o plano e ouvir sugestões sobre a proposta. Nesta sexta, Moraes se reuniu, na sede da Polícia Civil, no centro da capital paulista, com chefes de polícia e delegados gerais da Polícia Civil de 27 estados e do Distrito Federal. Na próxima semana, o ministro deverá se reunir com procuradores-gerais de Justiça e, depois, com os presidentes dos Tribunais de Justiça dos estados para concluir o plano.

Ministro da Justiça - Alexandre Moraes - Interna.jpg

“Queremos avançar mais, principalmente na investigação dos crimes de homicídio. Em cada capital, a partir do momento que iniciarmos o Plano Nacional de Segurança, haverá uma equipe dentro desse Departamento de Polícia Judiciária e Perícias, uma equipe com delegado, escrivão e com alguns agentes especializados em homicídios e investigação de homicídios. Junto a essa equipe, um ou dois peritos, e essa equipe vai auxiliar as equipes das polícias locais. Vamos trabalhar sempre em integração”, disse o ministro a jornalistas depois da reunião fechada com chefes de polícia.

Segundo Moraes, o plano prevê também a criação de um efetivo fixo para a Força Nacional, que será formado por 7 mil servidores inativos. A verba destinada para o plano, segundo ele, é de R$ 1,4 bilhão. “Essa verba de R$ 1,4 bilhão é para questões de curto prazo, como armamentos, viaturas, equipamentos e, na sequência, o presidente [Michel Temer] irá descontingenciar o restante para projetos mais a médio e longo prazo como a construção de presídios”, disse.

O edital de alistamento para testes físicos para os servidores que irão integrar a Força Nacional deverá ser publicado já na próxima semana, segundo Moraes.

Violência policial
Perguntado se o plano prevê algum planejamento para combater a violência cometida por agentes de Estado, Moraes disse que a proposta trará uma resolução, que foi editada em São Paulo quando ele era secretário de Segurança, que determina que, em caso de homicídios praticados contra policiais ou por policiais, equipes da Corregedoria e do Ministério Público devam ser avisadas e atuar imediatamente.

Fonte: Com informações da Agência Brasil

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


CFO - MA - Vem pro Podium!
Revisão Atualidades
PM-MA - Vem pro Podium!
Mestrado em Políticas Públicas | Vem pro Podium
Últimas Notícias
23h54 Cocal de Telha sedia seminário do PNAIC com presença de 5 municípios 21h03 Acidente entre motos em estrada vicinal deixa 2 mortos 20h35 Receita Federal alerta para o envio de falsas intimações pelos Correios 20h32 Projeto de Ciro prevê qualificação profissional para adolescentes em abrigos 20h29 Promotoria visita Cabral e encontra antidepressivos em excesso na cela 20h15 Prefeitura de Bom Princípio do PI abre Seletivo para 10 gavas; confira o edital 20h11 Prazo da Base Nacional para alfabetização de crianças pode ser revisto pelo CNE 20h08 Seminário apresentará propostas de requalificação do Centro de Teresina 19h55 OMS diz que epidemia de cólera no Iêmen é a pior do mundo 19h36 Dia “D” contra a Dengue é realizado em Campo Largo do Piauí 19h26 Atlético Vermelhense perde e é vice-campeão da Liga Maior de Futsal em Campo Maior – PI 18h10 Prefeito de Avelino Lopes asfalta mais uma rua 17h40 Professor Benigno Soares ministra curso de oratória no Galaxy; fotos! 17h34 Serviço social de Colônia do Gurgueia em ação 16h04 Ator Fábio Assunção é preso por dano ao patrimônio público e desacato; veja 15h49 Política de Trump produz mais prisões de imigrantes e 'reduziu deportações' 15h26 Seleção Brasileira é convocada para confronto contra Portugal 15h18 Família e amigos de jovem vítima de feminicídio em THE exigem justiça 15h04 Marcelo Rezende grava mensagem de gratidão e de fé pela 'cura do Câncer' 14h55 Em tentativa de assalto, criminosos atiram em ônibus de Francis Lopes 14h53 Gilmar Mendes será relator de um dos inquéritos sobre Aécio Neves no STF 14h25 Campeonato Brasileiro 2017: Santos e Sport prometem grande jogo hoje (24) 14h18 Investimento público federal em transportes caiu 6,1% em seis anos 13h56 Ex-BBB Juliana Goes anuncia nas redes sociais primeira gravidez 13h43 Atirador mata terrorista do EI com disparo a 3,5 km de distância

Mestrado em Políticas Públicas | Vem pro Podium
Escola de Sargentos - Vem pro Podium!

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional