180graus

Cartel e fraudes em licitações - 20/04/2017 às 09h05

MPF encaminha nova denúncia sobre ex-governador Cabral à justiça;confira






comserv
Antonio das Neves - Peritos Associados

O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal, aceitou, nesta quarta-feira (19/04), nova denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o ex-governador Sergio Cabral e mais 19 pessoas. Eles são acusados por cartel e fraudes em licitações, na reforma do Estádio Maracanã e do conjunto de obras conhecido como PAC das Favelas.

“Trata-se de nova denúncia decorrente do aprofundamento de investigações realizadas pelo Ministério Público Federal e pela Polícia Federal, com o apoio da Receita Federal, que revelaram a existência de um gigantesco esquema de corrupção e fraudes, envolvendo funcionários públicos de alto escalão, grandes empreiteiras, pessoas físicas e jurídicas especializadas na lavagem de dinheiro, além de ex-agentes políticos”, escreveu o magistrado em sua decisão.

Segundo Bretas, foi levado em conta as informações decorrentes das delações premiadas de executivos das empreiteiras Andrade Gutierrez e Carioca Engenharia à Procuradoria-Geral da República. “As declarações dos colaboradores mencionaram expressamente as obras de reforma do estádio do Maracanã para a Copa do Mundo de 2014, além de outras grandes obras públicas de construção civil, dentre as quais, a construção do Arco Metropolitano e a urbanização de grandes comunidades carentes na cidade do Rio de Janeiro - PAC Favelas, todos custeados com recursos federais”, disse o magistrado.

Bretas ressaltou também que o MPF apontou o ex-governador como participante de uma organização criminosa voltada à corrupção e outros delitos. “O órgão de acusação afirma que o aprofundamento das investigações revelou que a atuação de Sergio Cabral não se restringiu aos fatos antecedentes dos crimes de lavagem de dinheiro objeto da Operação Saqueador, tendo identificado a existência de uma organização criminosa dedicada também à prática de crimes de corrupção, fraude a licitações, cartel e lavagem de dinheiro na execução de obras públicas financiadas ou custeadas com recursos federais, o que resultou na deflagração da Operação Calicute.”

De acordo com a denúncia do MPF, houve sobrepreço milionário nas obras citadas. No Maracanã, por exemplo, o orçamento inicial era R$ 705 milhões e o custo final ficou em R$ 1,2 bilhão, após 16 aditivos ao contrato. Segundo os procuradores, Cabral receberia 5% do valor orçado inicial.

“Por outro lado, também está claro que em pelo menos 5% do total do contrato de reforma do Maracanã houve sobrepreço, uma vez que essa quantia foi a acordada antes da licitação para o pagamento da propina exigida por Sergio Cabral. Ou seja, dos R$ 705 milhões da proposta vencedora, pelo menos R$ 35,25 milhões foram superfaturados para custear os valores escusos pagos a pretexto da regra de propina estabelecida pelo ex-governador”, escreveram os procuradores, na denúncia.

Além de Cabral, o juiz aceitou denúncia contra Wilson Carlos, Ícaro Moreno Júnior, Hudson Braga, Louzival Mascarenhas Júnior, Marcos Antônio Borghi, Marcelo Duarte Ribeiro, Fernando Cavendish, Paulo Meriade Duarte, Benedicto Júnior, Eduardo Soares Martins, Irineu Berardi Meireles, Marcos Vidigal do Amaral, Karine Karaoglan Khoury Ribeiro, Juarez Miranda Júnior, Maurício Rizzo, Gustavo Souza, Paulo Cesar Almeida Cabral, José Gilmar Francisco de Santana e Ricardo Pernambuco.

Fonte: Com informações da Agência Brasil

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


CFO - MA - Vem pro Podium!
Mestrado em Políticas Públicas | Vem pro Podium
PM-MA - Vem pro Podium!
Últimas Notícias
14h15 Esperantina abre licitação para aquisição de camisetas e uniformes no valor de R$ 194 mil 14h10 Ação da CGE permite economia de R$ 95 milhões aos cofres públicos no PI 14h03 CNJ discute com tribunais melhorias nos serviços judiciais 14h00 Município de União realiza licitação para aquisição de materiais em quase R$ 2 milhões 13h58 Prefeitos ironizam declaração sobre gastos 'irrisórios' com o DOM 13h56 Acidente envolvendo ônibus e carreta deixa pelo menos 15 mortos no ES 13h53 Comissão mantém possibilidade de reajuste em taxa cobrada do setor aéreo pela Anac 13h48 Norma para regularizar situação tributária é instituída por instrução normativa 13h47 No próximo sábado (24/07), acontecerá o II arraial da Vila Universitária 13h44 Garoto é assediado por dono de agência de modelos no PI 13h43 UM PROGRAMA DE SOCORRO SOCIAL 13h42 Policiais recuperam motocicleta roubada em Esperantina 13h38 TRE do PI fará reunião com 20 juízes e 44 prefeitos da região Sul do estado 13h32 Carol Dantas e João Alcântara deixam de se seguir nas redes 13h31 Festival Amarante Junino inicia nesta sexta (23) 13h30 Saiba quem é o empresário que conquistou o coração de Anitta 13h29 Jovem de Alagoinha do Piauí é aprovado no exame da OAB 13h25 Senado publica novos livros sobre leis e decretos que disciplinam a educação 13h22 X Conferência Municipal de Assistência Social será realizada em Padre Marcos 13h18 Projeto reserva vaga de trabalho para menor aprendiz com deficiência; veja 13h18 A XXII vaquejada da amizade acontecera nos dias 04 a 06 de agosto 13h11 Deputada Janaínna Marques participa de inauguração do calçamento de ruas em São Pedro do Piauí 13h10 Diário dos Municípios tentou adiar o julgamento de consulta feita ao TCE 13h06 Piauí é considerado o 1º do Nordeste na geração de empregos formais 13h01 Geração de empregos cresce em Teresina no mês de maio

Escola de Sargentos - Vem pro Podium!
Mestrado em Políticas Públicas | Vem pro Podium

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional