180graus

Mais investimento - 20/01/2017 às 09h42

Frente parlamentar defende valorização do futebol feminino no Brasil






Antonio das Neves - Peritos Associados
comserv

A Frente Parlamentar em Defesa do Futebol Feminino quer garantir investimento, estrutura profissional e competições tecnicamente fortes que evitem a saída das atletas brasileiras rumo a clubes do exterior.

A frente é coordenada pelo deputado Jose Stédile (PSB-RS), que é autor da proposta (PL 5307/13) que destina à modalidade pelo menos 5% do total de patrocínio público aplicado ao futebol. Assim, seria garantida ao futebol feminino uma cota do investimento que as estatais – como Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Correios e outros – costumam aplicar no futebol masculino.

Stédile acredita que a destinação desse valor ajudará a promover campeonatos femininos nacional, estaduais e regionais e a reduzir o amadorismo e as dificuldades financeiras da modalidade.

"Poucas pessoas sabem que o futebol feminino é o segundo esporte nacional com maior número de atletas no Brasil. Só que praticamente não recebe recursos e apoio do governo federal. Essas meninas que disputaram as Olimpíadas são heroínas da nação: por meio do esforço pessoal, construíram uma grande equipe, mas ainda muito insuficiente por falta de investimentos. Está na hora de as grandes empresas estatais reconhecerem o futebol feminino. Hoje, as atletas que se destacam vão jogar bola no exterior", disse Stédile.

O Projeto de Lei 5307 já foi aprovado na Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados e ainda vai passar pela análise das comissões do Esporte; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Apoio empresarial

Além do apoio parlamentar, os defensores da modalidade buscam a ajuda do setor privado. Em todo o País, apenas dois clubes grandes – Santos e Flamengo – mantêm atletas com contrato e carteira assinada.

Com o apoio de empresários, a Associação Gaúcha de Futebol Feminino começou a aplicar, neste ano, um plano de valorização baseado na formação de uma seleção permanente, na qualificação de categorias de base e adulto e na implantação de dez centros de treinamento no estado.

O presidente da associação, Carlos Alberto de Souza, disse que há dificuldade para formar uma seleção permanente pelo fato de as mulheres terem uma rotina diferente: “a maioria trabalha, muitas estudam e são de diferentes regiões do estado”.

Souza afirmou que o futebol feminino deveria ter clubes independentes do masculino para poderem se viabilizar financeiramente a partir de uma diretoria, além de um mercado com patrocinadores independentes e uma entidade nacional específica. Ele ressaltou que, atualmente, também não há escolinhas específicas de futebol feminino, como acontece no masculino.

Campeonato brasileiro

Para este ano, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou mudanças no formato, número de participantes, duração e premiação do campeonato brasileiro de futebol feminino. Pela primeira vez, a competição será dividida em séries A1 e A2, cada uma com 16 clubes. Portanto, haverá acesso e descenso.

O campeão da série A1 receberá R$ 120 mil, bem abaixo dos R$ 17 milhões pagos ao Palmeiras, campeão do Brasileirão masculino de 2016. No entanto, a CBF vai custear os gastos das atletas com hospedagem, alimentação e passagens aéreas ou de ônibus.

Fonte: Câmara Notícias

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Extensivo de Direito
Agente Penitenciário | Vem pro Podium
CFO - MA - Vem pro Podium!
PM-MA - Vem pro Podium!
Semana de Revisão PM
Atualidades PM-PI
Mestrado em Políticas Públicas | Vem pro Podium
Últimas Notícias
13h03 Sabatina de Raquel Dogde no Senado será antes do recesso 13h03 Prefeitura de Pio IX promoveu ação de incentivo ao empreendedorismo local 13h02 Número de empresas com contas atrasadas cresce 3,35% em maio 13h01 Codefat prorroga prazo para sacar o abono salarial de 2015 do PIS/Pasep 13h00 Em Caridade do Piauí consumo de água será limitado 12h54 Distribuição de merenda escolar segue normal na cidade de União 12h50 Luzilândia poderá receber investidores da área de produção leiteira 12h49 Secretária de Educação faz vistorias em escolas da rede municipal de União 12h39 Várias atrações vão movimentar a 35ª Festa do Vaqueiro em Conceição do Canidé 12h39 Residencial e Loteamento Vale do Amanhecer 12h38 Kátia Abreu diz o que mais assusta: os políticos ainda soltos 12h31 Racionamento de água afeta municípios do Piauí 12h26 Festa de Aniversário da Lucrécia 12h19 Construsonhos Imobiliária 12h15 Operação Negociata 12h04 19 audiências foram adiadas em fórum de município do Piauí por falta de juiz 12h03 Acusado de praticar crimes na região de Fronteiras do Piauí é preso 12h02 Governo assina decreto para socorrer famílias de Dirceu Arcoverde em estiagem 12h00 Racionamento de água com tempo indeterminado 11h55 Evaldo Gomes busca melhorias para cidade de Luzilândia na saúde 11h53 São João do Arraial se prepara para maior evento junino dos Cocais 11h50 Para socorrer Coronel José Dias Governo decreto medidas contra estiagem 11h49 Será realizado em São Félix do Pi a segunda etapa do Circuito Amador de Vaquejada 11h42 Brasil conta com dez tenistas na chave principal para o torneio de Wimbledon 11h42 Acidente deixa dois homens feridos

Semana de revisão | PM-PI
Agente Penitenciário
Mestrado em Políticas Públicas | Vem pro Podium
Escola de Sargentos - Vem pro Podium!

Mais Lidas


    Enquete

    Você acredita que Michel Temer vai...

    Total de Votos: 290

    Válida de 2017-05-29 15:46:00.0 a 2017-06-05

    PC-MA
    Atualidades PM-PI
    Podium - Professor Atualidades

    180graus no Instagramno Instagram

    Podium - Professores Dir. Constitucional