180graus

Mais de 200 denúnciados - 13/11/2016 às 09h07

Delação da Odebrecht vai dobrar ações da Lava Jato






comserv

Em fase de conclusão com a Procuradoria-Geral da República (PGR), a delação premiada de executivos da Odebrecht vai ampliar significativamente o volume de trabalho da Operação Lava Jato. A avaliação é de investigadores, advogados e profissionais com acesso às negociações com a empreiteira. Eles estimam que o número de inquéritos, agentes e empresas sob suspeita, além de valores desviados, mais que dobre em relação aos apresentados até agora.

Em 2 anos e 8 meses de investigações da força-tarefa, foram 250 denunciados em 54 ações penais, dos quais 82 já condenados a mais de mil anos de prisão, e R$ 6,4 bilhões de propina identificados no esquema de formação de cartel, desvios e corrupção na Petrobras. A delação da maior empreiteira do País vai revelar a atuação de empresas, políticos, partidos e agentes públicos em esquemas de corrupção e lavagem de dinheiro em negócios com o governo federal ainda desconhecidos pela Justiça.

Marcelo Odebrech - Interna.png

Obras de aeroportos, rodovias, metrôs, usinas de energia, estádios da Copa, contratos nos setores petroquímico, de saneamento, de defesa, negócios com fundos de pensão e operações com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vão dar nova dimensão ao escândalo da Petrobrás, avaliam profissionais com acesso às negociações.

Contratos da Petrobras em áreas que ainda não foram alvo ou não tiveram aprofundamento nas investigações, como os de exploração e produção de petróleo e também de gás natural, devem permanecer nos inquéritos de Curitiba, sob a guarda do juiz federal Sérgio Moro. São todos negócios citados nas tratativas da delação da Odebrecht.

Petroquímica
Outro setor importante que entrará no foco de atuação da Lava Jato é o de petroquímica. Os negócios da Braskem, maior empresa da área na América Latina, formada em sociedade entre Odebrecht e Petrobras, serão o centro dessa nova frente de apuração dos investigadores da capital paranaense.

Nos anexos apresentados pelos advogados da construtora, os executivos confirmam que a Braskem foi uma das principais unidades do grupo a colocar dinheiro no caixa do Setor de Operações Estruturadas - o "departamento da propina".

Os delatores já confessaram que o setor funcionava dentro do organograma da empreiteira para efetuar lavagem de recursos e pagamento de propinas e caixa 2 para políticos e também agentes públicos.

Fonte: Com informações do O Estado de S. Paulo

Peça seu CPF na Nota e concorra a prêmios em dinheiro. Curta a página da Nota Piauiense e saiba mais!


Terrazzo Poti
Podium PM-MA
Podium PMPI
Últimas Notícias
16h38 Após descobrir câncer, cantor Jerry Adriani morre no Rio aos 70 anos 16h33 Ponte na divisa do PI com o CE está parcialmente interditada, diz PRF-PI 16h15 Prefeito contrata empresa por R$ 921 mil para comprar medicamentos 15h50 Saúde faz consulta para saber se pode seguir com empresas inidôneas 15h27 Abertura dos Jogos: Miguel Alves é sub-sede da XVIII Taça Cidade de José de Freitas de Futsal 15h12 Mão Santa vai inscrever dívida com SESC de R$ 600 mil em precatórios 14h35 Prefeito Marcelino convida a todos a participar do 25º aniversário de Coivaras 14h21 2º VeloCross acontece em comemoração ao 25º aniversário de Coivaras 13h01 Operação flagra venda de bebidas para menores em PHB 12h42 Aos 72 anos, pai de Cuba Gooding Jr é encontrado morto dentro do seu carro 12h35 Aplicativo oferece serviço com cinema ilimitado por R$ 59,90 ao mês; confira 12h22 Parnahyba joga com o River no Pedro Alelaf e disputa vaga no 'G4' hoje (23) 12h21 Primeira Dama Márcia Fernanda distribui Ovos de Páscoa no HLPV 12h08 Band quer refazer parceria com a Globo e transmitir os jogos 12h04 Ou o Brasil acaba com a ditadura da Globo, ou a Globo acaba com o Brasil 12h01 Consumidor precisa ficar atento aos fatores que encarecem conta de luz 11h37 O hino dos delatores 11h21 Foto do papa Francisco com a 'camisa' do Palmeiras pode causar ação judicial 11h07 Conheça a massagem tântrica e aumente o prazer na relação 11h04 Luis Correia faz licitação de R$ 3,2 milhões para serviços de coleta 11h03 Economistas e empresários sinalizam retomada do crescimento 10h54 Existe remédio para ejaculação precoce? Sexólogo explica 10h49 'ID Jovem': Secretário nacional da Juventude lança programa em THE 10h45 Mulher tenta entrar em presídio com crack escondido nas partes íntimas 10h29 Apresentadora Ana Furtado fala sobre o ataque terrorista em Paris

Mais Lidas


    Enquete

    Você aprova a decisão da CCJ do Senado em diminuir as vagas para deputados piauienses?

    Total de Votos: 710

    Válida de 2017-04-06 17:08:00.0 a 2017-04-30

    180graus no Instagramno Instagram